Novos Hinos

10 jun

Boletim da Igreja Apostólica - 05/06/2014“Queremos lucrar às suas custas”! É isso que está escrito neste Boletim.

* * *

Enquanto nossos pobres e incautos irmãos apostólicos estão comemorando o aniversário da dona Rosa Alves, a esperta tia do também esperto Aldo Bertoni, vejam o que realmente importa aos cúmplices do Aldo Bertoni: O SEU DINHEIRO.

No último Boletim, saiu uma nota para que você, que possui o dom de compor músicas e arranjos, DOE seu trabalho intelectual para a Igreja Apostólica. Até aí tudo bem, se a Igreja Apostólica fosse, primeiro, uma igreja de verdade e, segundo, fosse uma igreja honesta. O problema, caro irmão apostólico compositor, é que espertalhões vão lucrar particularmente sobre o seu trabalho, como ocorre há anos desde que o Aldo Bertoni abriu uma empresa para comercializar os CDs e as fotos.

Sabe como isso funciona nas igrejas honestas? O compositor é dono de suas músicas, mas permite que elas sejam executadas livremente, em qualquer igreja. O direito de LUCRAR sobre a Obra, é apenas do AUTOR, e não de empresa ou igreja alguma. Assim funciona com todos os grandes cantores de músicas evangélicas: eles nunca irão reclamar se o coral da sua igreja cantar e apresentar as músicas deles, mas com certeza reclamarão se você gravar um CD com as músicas deles e quiser lucrar com isso. Nada mais justo!

Mas na Igreja Apostólica sempre foi diferente. O autor da música é solenemente ignorado, pois é obrigado a doar seus direitos autorais para a igreja. Porém, não é a Igreja Apostólica quem grava e comercializa tais músicas, e sim uma empresa chamada A&D PRODUÇÕES LTDA (anteriormente chamada A&D Comércio e Gravação de Fitas Ltda). Se duvida, basta ler as letrinhas miúdas que estão na contracapa do seu CD. Sabe quem são os donos dessa empresa? Sabe quem embolsa todo o lucro com a venda de CDs? Veja abaixo:

A&D Produções - Dulce Aparecida Bertoni

A&D Produções - Dulce Aparecida Bertoni* * *

Sim, caros irmãos apostólicos, quem vai lucrar com cada música que você doar para a Igreja Apostólica, e com cada CD que você comprar na Igreja Apostólica, é a mulher oficial do Aldo Bertoni, a dona Dulce Aparecida Bertoni, que nunca foi apostólica e sequer teve a coragem de dar uma palavra de agradecimento aos apostólicos durante o velório de seu marido. Agradecer pelo quê? Pelo enorme patrimônio que ela está herdando dos apostólicos.

Sabe o que é mais grave? Essa empresa é altamente lucrativa, pois todos os custos de produção dos CDs, além dos funcionários que trabalham nessa atividade, são integralmente pagos pela igreja, com recursos das ofertas doadas pelos apostólicos. Imagine uma empresa que não possui gasto algum, só receitas! Até a sede dessa empresa, que é uma casa que fica ao lado da Sede da igreja, tem o aluguel pago pela igreja. É o mesmo esquema de desvio de dinheiro da igreja aplicado com a lanchonete Baguari e o restaurante Canarinho, também de propriedade da família Bertoni.

Dulce Aparecida BertoniDoe sua música para a Igreja Apostólica, compre CDs na Igreja Apostólica, e ajude ela a ficar ainda mais rica!

* * *

Que Deus ajude a abrir os olhos dos nossos pobres e explorados irmãos apostólicos. O grande ladrão já se foi, mas ainda continuam sendo explorados por seus discípulos, graças à cegueira espiritual que domina e escraviza o povo apostólico.

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 05/06/2014

9 jun

Destaques Boletim 090614Recomeça a festa das viagens grátis!

* * *

BOLETIM DE 05/06/2014 (Clique aqui para ler)

* * *

Por muito tempo fizemos estas perguntas a diversos irmãos apostólicos de congregações do interior do Brasil, e até hoje ninguém sou responder:

- Por que as cerimônias de “santa comunhão” são uma exclusividade da Sede da Igreja Apostólica?

- Jesus não deixou este memorial para todos? Por que o privilégio para poucos?

- Por qual motivo é necessário que uma verdadeira comitiva de São Paulo vá até as congregações para levar pão e suco de uva?

A verdade, caros irmãos e amigos, é que assim como diversos outros cerimoniais da Igreja Apostólica, a “santa ceia” ensinada por Jesus Cristo também é utilizada para garantir os privilégios de alguns poucos cúmplices do falecido Aldo Bertoni, gente que sabe de toda a verdade mas gosta da mordomia garantida pelo dinheiro da Igreja Apostólica. Quer ver?

1. Por qual motivo os irmãos do interior são obrigados a pagar a viagem, muitas vezes a hospedagem e as refeições de diversas pessoas da Sede, especialmente coralistas, se os músicos do interior hoje são até muito melhores que os da Sede? Você, que é do interior, quando quer ir a alguma festa na Sede, é obrigado a pagar passagem de ônibus com ágio, para sustentar a festa, e porque os coralistas da Sede viajam gratuitamente, com tudo pago com a oferta que você doa para a igreja com muito esforço?

2. Por qual motivo as congregações são proibidas de realizar sua própria cerimônia de comunhão? É tudo tão simples, porque é necessário um enorme gasto para transportar pão e suco de uva, quando tudo poderia ser feito mensalmente, em todas as congregações do Brasil, em memória ao sacrifício do Nosso Senhor Jesus?

A resposta a essas duas perguntas, caros amigos e irmãos, é bastante simples, mas infelizmente só as percebemos quando conseguimos nos livrar do diabólico fanatismo que aprisiona e escraviza as mentes de todos os apostólicos.

Primeiramente, vejam que quase todos os agraciados com viagens grátis pelo Brasil, às custas das suadas ofertas dos irmãos do interior, são pessoas que sabem de toda a verdade sobre Aldo Bertoni, sabem que o falecido não tinha nada de santo, sabem que Aldo Bertoni era mais pecador que todos os apostólicos juntos, mas silenciam sobre tudo isso apenas para manterem suas mordomias às custas da igreja. Efigênia Joventino sempre convida pessoas “estratégicas”, que fazem a diferença na hora de convencer os pobres irmãos do interior, e concede o agrado a esses que fazem silêncio sobre a verdade a respeito do falecido falso profeta Aldo. “Você fica quieto sobre o que sabe, nos apoia, e eu te presenteio com passeios e outros privilégios”. É a velha cultura corrupta dos brasileiros, o velho “toma lá, dá cá”, que domina a administração da Igreja Apostólica.

Segundo, vejam que a proibição à comemoração da comunhão nas congregações, garante o status de “festa” a uma simples santa ceia, algo que deveria ser comemorado e rememorado todos os meses em todas as congregações apostólicas. Por ser uma “festa”, é um grande motivo para levantar “ofertas especiais”, e são datas que os apostólicos são ensinados a contribuir com mais dinheiro. Além disso, se todas as congregações fizessem mensalmente a cerimônia, teriam que separar uma pequena parte de suas coletas para comprar pão e suco de uva. Isso representa menos dinheiro sendo enviado para os cúmplices do Aldo Bertoni e, claro, isso é algo que não interessa nem um pouco aos espertalhões de São Paulo.

Compreendem, caros irmãos apostólicos, como até dos mandamentos de Jesus nós apostólicos sempre fomos privados, em nome do dinheiro e da manutenção das regalias de alguns poucos espertalhões de São Paulo? E o pior nem é isso, pior ainda é saber que as pessoas que fazem isso são pessoas que sabem de toda a verdade, sabem que Aldo desviava dinheiro da igreja para sua família, sabem que Aldo tinha amantes e as sustentava com dinheiro da igreja, sabem que Aldo era um criminoso que ameaçava de morte pessoas que poderiam prejudicar seus “negócios religiosos”.

Que triste situação de escravidão espiritual, onde o diabo consegue fazer com que os apostólicos trabalhem para alimentar e financiar seus próprios algozes!

Que Deus possa abrir os olhos dos pobres apostólicos do interior do Brasil, que sustentam os lobos que espiritualmente e materialmente devoram a eles próprios.

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 29/05/2014

9 jun

Destaques Boletim 290514Os cúmplices do Aldo Bertoni estarão sendo vítimas da mesma mentira que o próprio Aldo Bertoni inventou há 44 anos atrás?

* * *

Caros irmãos e amigos, vejam como o mundo dá voltas. No terceiro Boletim após a morte do Aldo Bertoni, além do “lindo engodo” de sempre, vejam duas notas bastante curiosas.

BOLETIM DE 29/05/2014 (clique aqui para ler)

A primeira delas, pede para que os apostólicos não acreditem em pessoas que estão dizendo que ALDO BERTONI APARECEU PARA ELAS EM SONHO. Ou seja, 44 anos após Aldo Bertoni inventar exatamente essa mesma história sobre sua falecida tia Rosa, agora seus cúmplices, interessados em não ceder o poder e o butim com ninguém, tentam evitar que algum espertalhão aprendiz do próprio ex-falso profeta Aldo faça o mesmo. Impressionante como nossos pobres irmãos apostólicos estão distantes da Palavra de Deus, que condena e repudia qualquer tipo de comunicação ou tentativa de comunicação com mortos.

A segunda nota pede que os apostólicos continuem enviando suas cartas com pedidos de orações, denúncias, relatos, etc. Antes, diziam que enviavam as cartas para Aldo Bertoni interceder pelos apostólicos, algo que por si só já é uma grande contradição, pois a doutrina apostólica sempre ensinou que Aldo Bertoni era onisciente, ou seja, sabia de todas as coisas sobre todas as pessoas. Se Aldo sabia de tudo, então para que lhe escrever?

A verdade é que as cartas sempre foram um meio de Aldo e sua secretária Efigênia se manterem informados sobre os acontecimentos nas congregações do interior. Através delas, obtinham dados importantes, como por exemplo os acontecimentos íntimos das famílias. Dessa forma, quando iam para a Sede e faziam fila para beijar as mãos do falso profeta, o mesmo tinha informações preciosas para explorar a fé e a crendice dos fiéis. Um belo golpe, que sempre caíamos como patinhos!

E assim caminham nossos pobres, ignorantes e incautos irmãos apostólicos, entre eles muitos familiares nossos, que cegos pelo seu fanatismo religioso, continuam sendo enganados por uma quadrilha de espertalhões que resistem em contar a verdade ao povo!

Oremos por eles!

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 22/05/2014

29 mai

Caros irmãos e amigos, tudo leva a crer que o malandro Aldo Bertoni se foi, mas deixou seus alunos malandros na ativa. Vejam o primeiro Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica editado após ter sido definida uma nova diretoria provisória para a Igreja Apostólica:

BOLETIM DE 22/05/2014 (clique para ler)

Você, que é apostólico “fiel e sincero” e presta atenção na leitura do Boletim, ao invés de ficar batendo papo ou pensando na “morte da bezerra” nas reuniões, nos diga: o que mudou neste Boletim em relação àqueles que supostamente eram assinados pelo Aldo Bertoni? Absolutamente N-A-D-A.

Sabem por que? Simplesmente porque quem escrevia esses Boletins antes, continua escrevendo agora. Só trocaram a assinatura. Antes, Aldo Bertoni não opinava nada no Boletim, pois era semi-analfabeto, não entendia nada da Bíblia, não se interessava por nenhum assunto que envolvesse Deus, e seu único interesse era fazer bem o seu papel para manter a farta arrecadação financeira que sustentava todo seu “reinado”. Agora, continuam seus aprendizes a realizar o mesmo papel.

A todos que estão libertos do fanatismo religioso e do bem articulado golpe construído pelo falecido Aldo Bertoni, pedimos que continuem orando pela libertação de nossos pobres irmãos apostólicos, que ainda continuam sendo cegados pela mentira e caindo na lábia de pessoas tão mal intencionadas.

Fiquemos todos com Deus.

A Nova Diretoria

22 mai

Nilson Cairolli e José SolyomAcabou o falso “governo teocrático”?

Um dos principais argumentos dos enganados defensores do falecido falso profeta Aldo Bertoni para defenderem a suposta “vontade de Deus” em todas as decisões tomadas na Igreja Apostólica, era de que tudo era decidido pelo bandido Aldo, e ele conversava diretamente com Deus, além de também bater papo com sua falecida tia e todos os profetas bíblicos do passado.

Claro, sabemos que tudo isso era mentira para impressionar e enganar as pobres mentes apostólicas, pois os únicos com quem Aldo Bertoni realmente conversava eram seus seguranças, seus motoristas e sua farsante secretária, a Efigênia Joventino. Mas agora, nem isso os apostólicos podem usar em sua defesa, pois Aldo está sete palmos abaixo da terra, como qualquer ser humano normal. Como consequência disso, no último dia 17, sábado passado, foi eleita a “comissão provisória da gestão administrativa da Igreja Apostólica”, composta pelas pessoas abaixo:

Nova Diretoria Igreja Apostólica

Na presidência da Comissão, ficou José Solyom Filho, aquele que conta testemunhos no programa “A Hora Milagrosa”. Na vice-presidência, como tínhamos previsto, ficou o pregador Wagner Ormanji, que não é pastor ungido. Na verdade, caros irmãos e amigos, Wagner Ormanji foi o mais votado, mas devido a pressão de diversos apostólicos que estavam exigindo que a presidência ficasse com um pastor “ungido”, político como é, Wagner cedeu a presidência para o segundo colocado, o pastor Solyom, alguém que pela idade avançada, não tem longevidade no cargo.

Os demais eleitos que integrarão a Comissão são: Carlos Alberto Trevisan, aquele que perdeu o cargo depois de mandar uma noiva maquiada para casa, por ordem da Efigênia Joventino; a própria farsante Efigênia Joventino, que em documentos da polícia, informa ser apenas telefonista da igreja, mas todos sabem que era a secretária do diabólico Aldo Bertoni, sabendo de todos os seus segredos sujos; o escritor de boletins João Stancey, outro que sabia de toda a sujeira do Aldo Bertoni, mas permanece calado para manter as regalias financeiras que servem a ele e a seus familiares; o tesoureiro Orlando Arantes, que não passa de outro que sempre manteve o silêncio para também poder se beneficiar financeiramente; e Nilson Cairolli, um fanático que se aproveita de sua fama para vender produtos cosméticos aos apostólicos do interior.

Caros irmãos e amigos, diante de tal quadro, querem saber qual a nossa conclusão? 

A MÁFIA CONTINUA. 

Dentre todos, o único que não possui absolutamente nenhuma dependência financeira das ofertas dos apostólicos, é o Wagner Ormanji. Todos os demais se beneficiam de alguma forma dos fartos recursos que os apostólicos mandam para a Sede semanalmente, alguns mais, outros menos. A maior parte deles sabe de toda a verdade sobre Aldo Bertoni, e mesmo assim ainda insistem em sustentar essa falsa santidade ridícula, e fazem isso em troca de quê, senão a manutenção de suas regalias e o poder que a estrutura da Igreja Apostólica lhes propicia?

Sabemos que alguns apostólicos virão dizer: “mas vocês só falam em dinheiro!”. Sabem por que o fazemos? Porque DINHEIRO é o maldito motivo que levam essas pessoas de má índole a continuar enganando a quase totalidade de apostólicos inocentes, principalmente os irmãos do interior. Se fossem pessoas honestas, dispostas a reparar o erro em que se envolveram e ainda envolvem milhares de inocentes, aproveitariam a oportunidade da morte do bandido Aldo Bertoni, que era uma ameaça real para muitos ali, para contar a verdade ao povo, acabar com todo esse mito criado ao longo de 44 anos, e recomeçarem como uma igreja de verdade, para Honra e Glória de Deus Altíssimo, e de Jesus Cristo, seu Filho Amado, como diz aquela placa existente acima dos 270 púlpitos da igreja espalhados pelo país.

A função da Comissão será escrever o novo estatuto da Igreja Apostólica, além de administrá-la financeiramente. Como podemos crer que sairá algo bom dali, quando a maioria das pessoas eleitas não são boas? Como esperar algo honesto se a maior parte dos integrantes são corruptos que escondem a verdade do povo em troca de bom salário, casa grátis, carro grátis, viagens grátis, refeições grátis? Com exceção de Nilson Cairolli e Wagner Ormanji, nenhum dos demais possuem profissão, ganharam a vida enganando aos apostólicos, voluntariamente ou não, e se não mantiverem a “boquinha”, estarão na sarjeta! Como podemos esperar algo de bom dali?

Nas próximas postagens, faremos algumas análises detalhadas sobre alguns outros pormenores de toda esta situação, além de apresentarmos um perfil de cada um dos eleitos.

Fiquemos todos com Deus, sempre em oração pela libertação de nossos cegos irmãos apostólicos.

Escravos da Mentira

16 mai

Muitos irmãos apostólicos ficam bastante bravos quando dizemos que estão escravizados pela mentira. Acontece que quando dizemos tais coisas, não se trata de mera opinião nossa, mas sim de fatos que qualquer observador pode facilmente constatar.

Vejamos os dois casos abaixo:

O irmão Marcelo Antônio é regente em uma das mais importantes congregações da Igreja Apostólica, em Curitiba. Como todos sabem, os regentes são espécies de lideranças regionais, sendo que em muitas congregações apostólicas o regente é o responsável pela congregação. Portanto, é alguém que normalmente é respeitado, é considerado referência e é bastante ouvido pelos apostólicos daquela localidade. Vejam o que anda dizendo esse regente (para aumentar a imagem, basta clicar sobre a mesma):

 

Regente Marcelo Antonio - Igreja Apostólica - Curitiba

A primeira questão que colocamos aqui é a seguinte: o que estamos fazendo de errado para temer a polícia ou qualquer outra autoridade desse país? Desde quando, no Brasil, denunciar criminosos é crime? Infelizmente, cegos e fanáticos como esse irmão não conseguem enxergar a realidade: nunca fizemos nenhuma acusação a esmo, sem provas, ou movidos por qualquer outro sentimento que não fosse o senso de justiça.

Tudo o que fizemos, caro regente Marcelo, é para que pessoas ingênuas como você, de boa fé, inocentes, também tivessem acesso a todo o material, conteúdo e conhecimento que tivemos acerca do homem que considerávamos “santo” e seus cúmplices de São Paulo. Sabemos das dificuldades qeu vocês teriam para fazer as mesmas descobertas que fizemos, por conta da distância em que moram. Nada podemos fazer se você, que deveria ser uma liderança para o povo de Curitiba, é incauto, se recusa a enxergar o óbvio, não aceita a verdade, e ainda conduz esse povo ao caminho da mentira. Em vez de ser um propagador da mensagem de Deus, caro Marcelo, você tornou-se um propagador da mensagem do inferno, a mentira!

 Mas ele não está só.

Pregador Antonio Santos - Igreja Apostólica - Curitiba

Aliás, os irmãos apostólicos de Curitiba estão perdidos. Também é de lá o nosso segundo exemplo, o pregador de mentiras Antonio Santos Sancei. Esse é aquele mesmo “pastor” que há alguns anos estava nos acusando, nos púlpitos da Igreja Apostólica em todo o país, de ter lhe oferecido 600 milhões de dólares para deixa a igreja e “criticar” o falecido falso profeta Aldo Bertoni. Lembram-se desse caso? Muitos apostólicos inocentes do interior acreditaram nesse homem! Clique no link abaixo para relembrar:

PREGADOR ANTÔNIO SANTOS

 

Esse “pastor”, caros irmãos e amigos, é um dos que mais se empenham em difamar nosso trabalho. Chama-nos de mentirosos constantemente, mas quem será o mentiroso? Há meses temos avisado que Aldo Bertoni estava internado, em estado grave, na UTI de um hospital em São Paulo. Informamos endereço, telefone e até o quarto do moribundo Aldo, e alguns apostólicos que tiveram a ousadia de ir até lá, viram que não estávamos mentindo. Mas o “santo pregador” acima, dizia que era tudo mentira nossa. Uma semana antes do Aldo Bertoni morrer vítima de falência múltipla de órgãos, quadro agravado por um câncer de próstata não tratado, esse homem estava espalhando nos púlpitos interior afora que Aldo estava bem e estava em casa.

Somos nós os mentirosos?

Percebem, caros irmãos apostólicos, em quem vocês estão depositando sua confiança, e ouvindo sua palavra como se fosse verdade dos céus?

Sobre homens que agem assim, vejam o que já nos disse o Apóstolo Paulo:

“Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras. (2 Coríntios 11:13-15)

Regentes e pregadores (pastores), homens que deveriam ser porta-vozes da verdade, da Palavra de Deus, mas estão à serviço da mentira. Triste realidade da Igreja Apostólica. Vocês se lembram quem Jesus disse ser o pai da mentira?

Continuemos orando pela libertação não só do povo apostólico, mas também por esses obreiros fraudulentos que estão à serviço do diabólico falso profeta Aldo Bertoni. A Palavra de Deus nos diz o fim que terão, mas também nos diz que enquanto eles tiverem fôlego, podem ser perdoados e salvos.

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 15/05/2014

15 mai

Novo Boletim - Igreja ApostólicaQuem é o misterioso “Ministério da Igreja Apostólica”? Quem vos escreve, irmãos apostólicos? Vocês sabem?

* * *

Caros amigos e irmãos apostólicos, já ouviram a expressão “fulano parece a rainha da Inglaterra”, para qualificar alguém que é apenas representativo, e nada contribui para que as coisas aconteçam? Tal expressão existe porque no sistema de governo inglês, a rainha não possui qualquer poder executivo, não manda em funcionário público algum e nem nas finanças do país, sua única função é comparecer em festas e representar o país em eventos.

Pois bem, leia o Boletim da Igreja Apostólica desta semana e vejam como Aldo Bertoni há muitos anos estava na igreja exercendo apenas o papel de “rainha da Inglaterra”:

BOLETIM DE 15/05/2014

O que diferencia este Boletim dos demais, escritos quando Aldo estava vivo? NADA, exceto que agora seus cúmplices não podem mais colar sua assinatura digitalizada no rodapé da página. Vejam que o texto tem exatamente as mesmas características de antes, só que agora é escrito anonimamente. Ou seja, nenhum apostólico sabe quem é o “santo” que está recebendo tais palavras “diretamente dos céus”.

Quem sempre escreveu os Boletins, nunca foi Aldo Bertoni, mas funcionários muito bem remunerados para tal. Quem lê cartas na Sede e as responde com aquelas cartas padrão, que já estão impressas apenas aguardando serem etiquetadas com o nome de algum remetente por fora, também nunca foi o Aldo Bertoni, mas funcionários que também são pagos pelas ofertas dos apostólicos. Aldo também nunca atendeu a algum telefone e nunca exerceu nenhuma função pastoral na igreja, então percebem como ele não está fazendo a menor falta para que a seita funcione como sempre funcionou? Nada dependia de Aldo Bertoni, cujo interesse se restringia a movimentar o dinheiro da igreja para suas próprias contas, por isso tudo continua como era antes, sendo operado por seus espertos cúmplices da Sede, em São Paulo.

Vejam que no novo Boletim anônimo, alertam aos apostólicos para que não entrem aqui neste Blog. Dizem que escrevemos mentiras, mas que mentiras, se tudo o que temos dito temos mostrado provas? Por exemplo: será que dizem que mentimos quando mostramos que a própria doutrina apostólica, escrita nos antigos livros da igreja, sempre afirmaram que Aldo Bertoni não morreria, mas seguiria vivo até o fim da igreja e então arrebataria a todos os apostólicos fiéis? Isso é mentira?

Será que dizem que mentimos quando, através da apresentação de diversos documentos, mostramos que Aldo Bertoni transferiu milhões de reais em bens da igreja para seu próprio nome, deixando seus herdeiros milionários? Será que dizem que mentimos quando mostramos Aldo Bertoni saindo da casa de uma de suas amantes há apenas 5 anos atrás? Ou será que estamos mentindo quando mostramos os registros de armas de fogo que estão em nome do “santíssimo profeta”, que dizem nos proteger de todo mal e perigo?

Que Deus possa abrir os olhos de nossos pobres, cegos e orgulhosos irmãos apostólicos, que os tire desse atoleiro de mentiras e interesses materiais a que estão se submetendo, achando que estão numa igreja de verdade.

Fiquemos todos com Deus.