Arquivo | dezembro, 2011

Um Feliz Ano Novo!

31 dez

Chegamos ao fim de mais um ano, e este ano podemos dizer que foi de muito proveito para o Senhor, pois muitos foram os irmãos apostólicos libertos da seita diabólica do Aldo Bertoni.

Aliás, 2011 fica marcado como o ano em que o desconhecido Aldo Bertoni, pretenso “último profeta dos tempos do fim”, também chamado de “único representante de Deus na Terra”, aquele que “vai aos céus falar com Deus”, entre outras intitulações, finalmente foi conhecido por grande parte dos brasileiros, e foi conhecido da forma como ele é: um criminoso que explora a boa fé de pessoas inocentes com o único propósito de enriquecer financeiramente, e explorar sexualmente algumas de suas vítimas.

Nossa luta aqui, há três anos, e esta é a nossa causa neste momento, é pelo desmascaramento desse homem que se diz “santo”, mas mostra ser discípulo de satanás.  Não combatemos a Igreja Apostólica, enquanto instituição, mas sim seu líder, praticante de crimes contra todos nós, e nossa luta terá um fim apenas quando houver justiça contra esse criminoso e seus cúmplices.

Agradecemos a Deus por esta grande vitória obtida em 2011, e que venha 2012, com suas lutas e vitórias, para engrandecimento do Nome do Senhor!

Nossa oração, neste momento de virada do ano, é para que Deus continue nesse processo de libertação da Igreja Apostólica, libertação do engano, da idolatria, do fanatismo religioso, da hipocrisia, da desunião. Que 2012 seja o ano em que finalmente a maioria dos apostólicos poderão enxergar como estão sendo feitos de bobos por Aldo Bertoni, seus familiares e seus cúmplices.

Fiquemos todos com Deus! Um Feliz Ano Novo a todos.

 

 

Igreja x Seita: Qual a Diferença?

30 dez

Ultimamente muitos irmãos apostólicos têm me questionado: por que você chama a “Igreja” Apostólica de seita? Outros, ainda questionam: “por que você está indicando outras seitas para quem sai da Apostólica?

É preciso que conheçam as diferenças entre uma IGREJA e uma SEITA, para não haver esse tipo de confusão.

Primeiramente, é necessário saber que chamamos de IGREJA apenas aquelas instituições que operam inteiramente de acordo com o conceito de igreja ensinado por Jesus Cristo e pelos apóstolos. O principal atributo das igrejas é ter a bíblia como única fonte de doutrina, única regra infalível de fé normativa para a vida e o caráter cristão (II Timóteo 3:14-17). Passou disso, é Seita.

Já as seitas, mudam de nome, de líder, de endereço, mas possuem muitas características comuns. Vamos ver as principais delas?

1. Declaram que a Obra de Jesus Cristo foi incompleta, e por isso elas próprias surgiram.

2. Nas seitas, Jesus Cristo tem importância secundária, e geralmente há alguém ou alguma regra de conduta mais importante do que Ele.

3. Fornecem nova doutrina, porque geralmente desmerecem a doutrina bíblica, alegando tratar-se de textos antigos e antiquados.

4. Acreditam apenas em determinadas partes da bíblia, e ignoram o resto. Normalmente se utilizam de versículos isolados para justificarem suas aberrações.

5. Dizem que “só aqui” existe garantia de salvação. São exclusivistas e isolacionistas.

6. O líder, vivo ou morto, é reverenciado como se fosse um “representante de Deus” na Terra.

7. O líder sempre diz ter recebido “revelação especial de Deus”.

8. O líder reivindica ser designado por Deus para uma missão especial.

9. O líder reivindica ter supostos poderes especiais.

10. O líder está sempre acima de repreensão e não pode ser negado nem contradito.

Você conhece um certo lugar assim?

No Brasil, há diversas seitas como a Igreja Apostólica, e só para exemplificar, vamos citar algumas mais conhecidas. Antes, porém, é preciso diferenciá-las.

A) Seitas não cristãs – são movimentos organizados que geralmente creem em todo tipo de coisa, desde a leitura de borras de chá até na leitura “das estrelas”. A programação da Rádio Mundial, que transmite o programa “A Hora Milagrosa” em São Paulo, está repleta de programas dessas seitas, geralmente esotéricas.

B) Seitas pseudo-cristãs – valem-se de partes da bíblia ou de interpretações errôneas para defender sua própria doutrina.

Exemplos: Igreja Apostólica, Testemunhas de Jeová, o Espiritismo, A Igreja de Jesus Cristo e dos Santos dos Últimos Dias (Mórmon), etc.

Algumas delas, inclusive, dizem seguir a bíblia, mas a bíblia deles é diferente! A “bíblia” das Testemunhas de Jeová (Tradução Novo Mundo), por exemplo, possuem erros gritantes de tradução do hebraico, do aramaico e do grego para o inglês. A versão em português é traduzida diretamente da versão em inglês. O Espiritismo usa o “Evangelho segundo o Espiritismo”, como sua principal referência, enquanto os Mórmons usam o “livro do Mórmon”.

C) Igrejas com traços de seitas – Eu diria que são “quase” igrejas, pois na maior parte das vezes acreditam e seguem a bíblia, mas por seguirem orientações específicas de seus fundadores, que se denominam ou denominavam também “enviados de Deus”, possuem práticas e regulamentos que se assemelham às seitas.

Exemplos: Congregação Cristã no Brasil, Igreja Adventista do Sétimo Dia, Igreja Pentecostal Deus é Amor, etc.

Quanto a estas últimas, não quero de forma alguma registrar críticas às suas condutas enquanto Instituições Religiosas. Conheci as três citadas como exemplo, e verifiquei enorme honestidade e dedicação a Deus entre seus membros. Entretanto, infelizmente existe a prática anteriormente citada. A Congregação não adota as Escrituras para o seu ensino e orientação, a Igreja Adventista dá extrema importância à sua fundadora, que por muitos é até chamada de “profetisa”, e a Deus é Amor tem um regulamento interno que é quase do tamanho da própria bíblia. Oremos a Deus para que estes irmãos também possam se firmar no Único Caminho da Verdade.

Também encontramos teólogos que identificaram instituições que nasceram como igrejas, e por descuido com a Palavra e afastamento do Evangelho por parte de seus líderes, estão adotando práticas de seitas, como é o caso constantemente citado da Igreja Universal do Reino de Deus e outras classificadas como “Neo-Pentecostais”. São firmadas na Palavra, mas alguns desses líderes passaram a adotar interpretações “especiais” da bíblia, como a tal “teologia da prosperidade”, a adoção de lencinhos ungidos, flores ungidas, meias ungidas, etc, entre outros amuletos que dizem poder te abençoar e até lhe curar. Até agora não encontrei nada disso na bíblia.

Para saber mais sobre o assunto, recomendo a seguinte leitura, por ser um estudo muito mais completo sobre as seitas:

http://solascriptura-tt.org/Seitas/ConhecendoAsSeitas-Slick.htm

Basicamente essa é a diferença entre uma igreja e uma seita. Encerramos o ano explorando este tema porque é ponto de dúvida entre muitos irmãos apostólicos.

Fiquemos todos com Deus, e continuemos em oração para que nossos irmãos apostólicos também possa se libertar da maldita seita mantida por Aldo Bertoni.

Como foi a Festa de Natal na Sede?

27 dez

Vejam o que me enviaram. Antes, irmãos insatisfeitos com as mentiras do Aldo Bertoni mas que ainda frequentam a Sede, eram quem nos mandavam relatos do que acontecia nas reuniões da Sede. Agora nem é preciso que esses irmãos façam isso, porque os próprios apostólicos, que ainda defendem o bandido Aldo Bertoni, fazem isso através de seus celulares, “ao vivo”.

Clique na imagem para amplia-la

Não tenho nada com a vida de ninguém, cada um faça o que quiser, ainda mais naquele lugar onde se negam a aceitar o óbvio,  mas esse diálogo é uma amostra de que não exageramos quando dizemos que a juventude apostólica só está na igreja para se reunir com os amigos, e nada mais. A constatação que este rapaz fez para nós nada mais é do que algo que todos sabem há tempos, mas ninguém admite: quase ninguém presta atenção em mais nada dentro da Sede.

Prestar atenção no incauto pregador “Danielzinho”, com seu linguajar repetitivo e cheio de firulas? Que nada! O Facebook é mais legal! Agora entedem o que quero dizer quando afirmo que a Igreja Apostólica, hoje, mais parece um clube de amigos do que uma igreja?

Não me admiro se nos próximos boletins os escritores de boletins publicarem alguma proibição restringindo o uso de celulares dentro da seita apostólica.

Que Deus tome conta desses pobres irmãos, e ajude que se instruam na sua Palavra.

Fiquemos todos com Ele.

Uma Luz no Fim do Túnel?

26 dez

Quando ouvi rumores, desacreditei. Achei tratar-se apenas de boatos, dadas as dificuldades existentes para tal fato concretizar-se. Mas como as notícias insistiam em cair na minha caixa postal, fui verificar a veracidade de tais comentários.

Mas não é que era tudo verdade? Para dirimir qualquer dúvida, hoje liguei para a Primeira Igreja Batista da Penha e me foi confirmado aquilo que diversos e-mails insistiam em me dizer, e eu me recusava a acreditar.

Está marcado para o próximo sábado, dia 31 de dezembro, o batismo de EURICO COUTINHO CAIROLLI, neto dos fundadores da Igreja Apostólica, o bispo Eurico Mattos Coutinho e da missionária Odete Correa Coutinho.

Esta notícia superou, em muito, todas as minhas expectativas. É claro que há três anos oramos pelo destino da Igreja Apostólica, cuja direção atualmente é ocupada por pessoas más, anticristãs, que tem como único objetivo roubar as finanças dos apostólicos. É claro que confio plenamente em Deus, e sei que para Ele NADA é impossível, mas, sinceramente, não esperava um sinal de Sua atuação tão rápido.

O que mais me impressiona é que este rapaz, há pouco mais de três meses, estava defendendo Aldo Bertoni ferrenhamente! O que será que ele viu ou ouviu que o fez abrir os olhos instantaneamente? Seja o que for, glória a Deus por mais esta libertação!

Será que os irmãos também conseguem ver o que estou vislumbrando? É verdade que diversos outros ex-pastores e ex-pregadores da Igreja Apostólica, após também terem descoberto as falcatruas do Aldo Bertoni e cúmplices, se converteram e hoje estão batizados em outras denominações, mas vejo esse batismo como o mais importante de todos do qual temos conhecimento até agora.

Queiram ou não, os defensores do bandido Aldo Bertoni não podem negar um fato: Eurico, que no próximo sábado descerá às águas para confirmar sua conversão ao verdadeiro cristianismo, e será batizado conforme ensina Nosso Senhor Jesus Cristo, tem o sangue da fundação da Igreja Apostólica. Mais do que isso, também carrega o nome do seu fundador.

Tenho certeza de que lá de onde estiver, Eurico, o avô, está vibrante de alegria por ver Eurico, o neto, tomar a decisão de “voltar ao primeiro amor”, conforme nos ensina a bíblia. Eurico, o neto, está fazendo o que ele, Eurico, o avô, não teve tempo e nem condições de fazer enquanto estava vivo: render-se à verdade do Evangelho de Jesus Cristo, sem invenções, sem intermediários, sem acréscimos ou supressões à Palavra que Deus nos deu. Quando Eurico, o avô, tentou reagir ao grande lobo, servo de satanás, que se instalava no comando da Igreja Apostólica, e aqui falo de Aldo Bertoni, era tarde demais, já havia perdido o controle da situação para o diabo, e logo morreu como um traidor, conforme nos relatou sua própria esposa, através do livro “Nossa História, Nossas Vitórias”.

Eurico, o neto, é o primeiro da família fundadora da Igreja Apostólica a tomar a decisão de conhecer e seguir o verdadeiro caminho da verdade, será que os irmãos conseguem enxergar a importância de tal fato? Não será Deus levantando uma coluna, a primeira de muitas possíveis, para reerguer seu templo na Igreja Apostólica?

Diferentemente das seitas, onde geralmente o batismo de determinado candidato é aprovado ou vetado pelo “todo poderoso” líder da seita, a igreja onde Eurico está se batizando é pautada por valores cristãos. Você é praticamente sabatinado pela igreja, pois os membros querem ter certeza de sua convicção pessoal. O processo para se batizar, nessas igrejas, é longo, e se Eurico foi aprovado em todas as etapas, é porque certamente sua intenção é legítima, é de coração.

Também é preciso esclarecer, àqueles que desconhecem o Evangelho. Em oposição ao que manda ensinar Aldo Bertoni, a bíblia nos ensina que NÃO É O BATISMO QUE GARANTE SALVAÇÃO E NEM PERDÃO DE SEUS PECADOS. O batismo é apenas um ato representativo, público, onde você confirma diante de muitos irmãos cristãos, uma decisão que você já tomou antes: humildemente aceitar e declarar Jesus Cristo como seu Único e Suficiente Salvador. Reconhecer que, sim, a sua morte de cruz aconteceu em nosso lugar, porque NÓS SOMOS pecadores, e não Ele, que não tem pecados. Admitir que, sim, Jesus entregou-se em nosso lugar, para que pudéssemos viver eternamente, com liberdade.

Conheço muitos Batistas, sei da seriedade deles em questões como o batismo, e por isso posso afirmar: se Eurico foi aprovado para ser batizado naquela igreja, é porque sua fé é legítima.

Quem quiser presenciar este histórico acontecimento com seus próprios olhos, para que depois ninguém diga que é invenção nossa, segue abaixo os dados que obtive na secretaria da igreja.  O batismo acontecerá durante o culto que eles chamam de “culto da passagem de ano”, com início às 22 horas do dia 31 de dezembro de 2011.

Primeira Igreja Batista da Penha

Rua Caquito, 222 – Penha – São Paulo – SP

Fone: (11) 2647-5255

Site: www.pibpenha.org.br

Referência: esta igreja fica a apenas 4 quilômetros da Sede da Igreja Apostólica.

Fiquemos todos com Deus. Oremos com alegria, agradecendo por esta importante libertação.

Feliz Natal!

24 dez

Que este Natal não se resuma apenas a Papai Noel, Árvore de Natal e presentes na vida dos irmãos. Que o verdadeiro motivo da comemoração do Natal, a vinda do Nosso Salvador, Jesus Cristo, esteja sempre em suas mentes e corações.

É por Jesus Cristo, para que Ele volte a ser o Senhor da Igreja Apostólica, é que estamos nesta luta para mostrar a verdade aos irmãos. Agradeçamos ao Senhor, não só hoje, mas sempre, pela libertação da falsidade e da mentira que nos proporcionou. E que nos recordemos sempre: devemos persistir na oração para que nossos irmãos apostólicos também possam se libertar da idolatria e da heresia ensinada pelo profeta do diabo Aldo Bertoni e sua corja.

Um Feliz Natal a todos nossos amigos e irmãos! Que Deus nos abençoe sempre. Abaixo, um divertido lembrete sobre a mensagem do natal, produzido pela Igreja Batista Central de Fortaleza.

Boletim de 22/12/2011

23 dez

Segue, abaixo, o boletim publicado em 22/12/2011. Apenas mais do mesmo, com destaque para o risível “desejo de natal” do criminoso Aldo Bertoni.

Se ele realmente tivesse esse sentimento de natal, que seus cúmplices João Stancey e José Roberto Rozani colocam neste boletim, não estaria fazendo tudo o que continua fazendo, mesmo após ser desmascarado, enganando a milhares de incautos irmãos que ainda depositam sua fé em um homem tão pecador.

Para Aldo Bertoni, o que interessa mesmo é o primeiro assunto do boletim, e nada mais! Os demais assuntos, para ele servem apenas para “manter o lucrativo negócio”.

Neste natal, oremos a Jesus, o dono desta comemoração, para que continue libertando nossos pobres irmãos apostólicos de toda essa manipulação, mantida pela quadrilha do Aldo Bertoni apenas para arrecadar dinheiro para seus projetos particulares.

 

Boletim de 22/12/2011

 

Fiquemos todos com Deus.

O Grande Negócio das Festas na Sede

22 dez

Texto originalmente publicado em 03/01/2011, em nosso antigo blog

Tenho recebido e-mails de irmãos apostólicos que ainda acreditam nas mentiras de Aldo Bertoni, me dizendo como foi linda a festa de Ano Novo na Sede, e dizendo que perdi tão bela celebração.

Por isso gostaria de discorrer sobre o tema, afinal, a festa foi linda para quem? Para o povo, que enfrentou aperto, calor, fila para comer, fila para ir ao banheiro, aperto para dormir? Ou foi para a família Bertoni, que muito faturou nas costas destes mesmos irmãos?

Aliás, nunca é demais relembrar, já expomos isso para alguns irmãos, mas vale a pena recapitular, para que percebam como são usados como massa de manobra por essa família de espertalhões.

Vejamos porque as festas na Sede são tão lucrativas para a família Bertoni:

1) Ônibus: o fretamento dos ônibus dos irmãos que vem para a Sede é o princípio dos negócios montados por Aldo e seus asseclas para lucrarem sobre as atividades da igreja. Mas, antes, gostaria de expor alguns fatos.

Você se recorda quem cuida dessa parte? Sim, nosso escritor de boletins, o João Stancey, que vem a ser o sogro de um outro velho conhecido nosso, o João Marcos, marido da Rosana Stancey e um dos regentes que passam o ano viajando Brasil afora, às custas da nossa oferta, para ensinar aos corais do interior aquilo que muitos desses corais já sabem fazer melhor que o pessoal da Sede.

Acontece que João Marcos tem um histórico envolvido com o negócio de ônibus, e inclusive, foi ele o responsável por dar um fim no ônibus da igreja (lembram-se dele?), para o qual foram feitas insistentes campanhas para pagar o chassi e a carroceria, mas sem qualquer explicação deram cabo do ônibus. Há um processo no Tribunal de Justiça de São Paulo, na qual João Marcos é réu juntamente com Aldo Bertoni e uma empresa chamada STRAUSS AGÊNCIA DE VIAGENS, que estamos investigando e postaremos informações aqui assim que as obtivermos. O que sabemos, por enquanto, é que João Marcos já foi sócio de Aldo Bertoni nesse negócio e conseguiram levar a empresa à falência, assim como Aldo conseguiu levar a concessionária de carros importados DANZEN à falência. Aliás, repararam que todas as empresas onde Aldo põe a mão, exceto aquelas cujo faturamento vêm do povo apostólico, como a empresa de CDs e Fitas e as lanchonetes, vão à falência? Curioso, não? Você seria capaz de imaginar quem foi que cobriu os rombos desses negócios falidos? Sim, nós que fomos contribuintes por décadas e os que ainda são ofertantes da igreja.

Mas voltando ao estudo da forma como Aldo e seus asseclas lucram com o fretamento de ônibus para as festas da Sede, a coisa funciona assim:

Primeiro, é cobrado do povo o valor da passagem, que SEMPRE é superior ao valor que seria pago se os irmãos fretassem os ônibus diretamente, e muita gente sabe disso, mas não reclamam porque acreditam que a diferença cobrada a mais será revertido em ofertas para a igreja. O que os irmãos não sabem é que esse pagamento só é feito às empresas de ônibus APÓS a prestação do serviço. Ou seja, a igreja recolhe o dinheiro primeiro, mas só vai pagar o ônibus DEPOIS da festa. Para clientes habituais, como geralmente são as igrejas, essas empresas costumam, ainda, faturar o pagamento para 30 dias após a prestação do serviço. Ou seja, o pagamento pelo fretamento dos ônibus só acontece 30 dias depois do fim da festa.

Você já reparou que após o fim de qualquer festa, Aldo e Stancey colocam no boletim que é para o povo reforçar a oferta para cobrir as despesas da festa? Pois é, uma destas despesas é justamente essa, os ônibus que vocês já pagaram lá trás. O que foi feito com o dinheiro arrecadado previamente? Investigue e descobrirá! Mas já adianto que investido nas atividades da igreja não foi.

2) Alimentação: Essa é outra fonte de rendimentos para Aldo Bertoni e sua família. Nos dias em que o povo do interior está na Sede, é garantia de lanchonete e restaurante lotados. Para quem já consultou os documentos expostos no site http://www.acordapovoapostolico.com ou já foi à Junta Comercial do Estado de São Paulo obter maiores informações, sabe que a lanchonete e o restaurante que julgávamos serem da Igreja Apostólica, na verdade são de propriedade privada de Aldo Bertoni e sua família. Aliás, sem nunca ter ido trabalhar, o filho bastardo de Aldo Bertoni, o Alex, é registrado como gerente do Restaurante Canarinho e recebe como tal. Se fosse um negócio lícito e honesto, não seria problema nosso, mas acontece que todas as despesas desse restaurante são bancadas com oferta da igreja, e a própria Efigênia Joventino, secretária de Aldo Bertoni e que é funcionária da igreja e apenas lá deveria trabalhar, vai fazer as compras levando o saco de dinheiro trocadinho que os irmãos dão nas sacolas da igreja. Ou seja, as despesas do restaurante são pagas pelos irmãos, mas os lucros são 100% da família Bertoni. Isso também está sendo devidamente investigado pelo Ministério Público.

3) Venda de Cds, fitas e fotos: A venda destes artigos é feita dentro da igreja, mas na verdade é realizada por outra empresa de propriedade da família Bertoni, a A&D Comércio e Gravação de Fitas Ltda, cujo nome você pode encontrar aí na capa do seu CD. Se você for na Junta Comercial obter informações sobre essa empresa, verá que seus sócios são Aldo Bertoni e sua mulher, Dulce Aparecida Bertoni.

Alguma vez vocês viram a “dona” Dulce pisar na Igreja Apostólica? Não? Então porque ela tem de receber os lucros obtidos com a venda de Cds, Fitas e Fotos? Alias, saiba que tais produtos são produzidos inteiramente com recursos da igreja, com dinheiro da sua oferta, mas o dinheiro arrecadado por esta empresa é 100% de seus sócios. Perceberam que essas empresas são apenas formas de legalizar o dinheiro roubado da Igreja Apostólica? Só mesmo o povo fanatizado não percebe tais artifícios!

4) Ofertas: Com reuniões todos os dias, e com as pessoas impressionadas com “o tamanho gasto do santo irmão Aldo”, as ofertas são turbinadas nesses dias. Há ainda aqueles irmãos de congregações próximas que comparecem nessas datas, sempre trazendo sua oferta especial. Quanto aos tais gastos, que gastos? Um pouco de água a mais, um pouco de luz a mais, que totalizam pouco mais de mil reais a mais nas contas mensais. Os alimentos são comprados de fardos, o que barateia muito, e considerando que tanto almoço quanto jantar são bem simples, o gasto é reduzido em comparação com a arrecadação.

Podem ter certeza, se as finanças da igreja fossem transparentes, os irmãos veriam como é “lucrativa” uma festa dessas, e veriam que mantidas as arrecadações como são hoje, após cada festa haveria uma enorme sobra de recursos para aplicação em outras áreas da igreja, como a construção de novos templos, por exemplo. Acontece que tal lucro é embolsado pela família Bertoni e pelos asseclas de Aldo, para finalidades particulares.

Por que estamos discutindo este assunto? Para que os irmãos possam enxergar como são feitos de marionetes por esta gente espertalhona. Se quiser confirmar as informações aqui expostas por nós, comece pedindo uma prestação de contas lá no escritório da igreja, faça isso e você irá ver a resposta que vão lhe dar.

Portanto, a festa foi linda mesmo, mas foi ainda mais “linda” para a família Bertoni e os corruptos que se mantém com a nossa oferta. O povo apostólico só acha linda porque não sabe, ou faz que não sabe, de toda a podridão que acontece ali por trás.

Que Deus possa lhes ajudar a enxergar a verdade, meus irmãos apostólicos. Fiquemos todos com Ele.

Descobri a Farsa, e agora?

21 dez

Vários irmãos apostólicos, ao longo desses mais de três anos de luta, tem nos escrito com a seguinte indagação: Descobri que Aldo Bertoni é uma farsa, mas e agora, o que faço, se sempre fui apostólico?

Por experiência própria, posso dizer que este momento da descoberta é doloroso, nos sentimos traídos justamente por aquele em quem confiávamos tanto, e é um momento em que somos obrigados a admitir que estivemos errados por praticamente a vida toda. Diferentemente do que é pregado na própria Igreja Apostólica, a maior parte do povo apostólico dá mostras de absoluta falta de humildade, que o impede de admitir que estavam errados, e muitos ainda sustentam um doentio “orgulho de ser apostólico”.

Bom, mas uma vez descoberta a verdade sobre Aldo Bertoni, temos observados que irmãos apostólicos tem seguido por três caminhos distintos:

1. Há aqueles que simplesmente deixam de crer em Deus. Não querem nem ouvir falar em “religião”, e isso acontece justamente por isso: estavam presos, ligados a uma religião, e não ao Cristo que por nós morreu na Cruz. De acordo com o que ouvi de muitos nessa situação, queriam “curtir a vida”. Como sabemos, a principal função dos falsos profetas, contra os quais Jesus nos alertou através do Evangelho, é justamente esfriar a fé nos corações e criar feridas que afastem tais pessoas de Deus de uma vez por todas. Na vida de quem toma esta decisão, Aldo Bertoni cumpriu seu papel.

2. O segundo grupo são daqueles que, apesar de decepcionados, querem procurar a Deus, mas não sabem como, e ainda estão impregnados pelo veneno inalado em anos de lavagem cerebral na Igreja Apostólica. Destes, é comum ouvir frases como:

  • “Aldo Bertoni é um sujo, mas a ‘vó’ é santa”. Cadê o poder dela para impedir o sobrinho de cometer as barbaridades que cometeu e ainda comete?
  • “Vou pra uma igreja onde adorem a ‘virgem’ Maria”. Onde, na Bíblia, está ensinada a “Mariolatria”, ou a adoração a Maria?
  • “Bíblia é coisa de fanático”. Isto nos foi ensinado por décadas: carregar bíblia embaixo do braço é costume de ‘crente fanático’. Ótima desculpa para não ter de estudar.

Infelizmente esse grupo, por se recusarem a conhecer a Palavra de Deus, contida nas Escrituras Sagradas, estão sujeitos a serem novamente enganados, pois por serem desconhecedores da verdade, engolem qualquer coisa. Irmãos assim estão sujeitos a cair nas hostes espíritas ou católicas, entre outras, religiões que distorcem a palavra de Deus e inventam doutrinas, assim como a Igreja Apostólica faz. Estes, estarão “pulando da frigideira para o fogo”. Se o diabo perde numa ponta, quando essa pessoa deixa a Igreja Apostólica, ganha em outra, ao receber tal irmão em outra seita.

3. E, finalmente, há aqueles que empreendem esforço em estudar e seguir fielmente o Evangelho. Estes, estão no bom caminho, pois passando a serem conhecedores da vontade de Deus, dificilmente serão enganados por larápios novamente. Graças ao Bom Deus, eu me enquadro neste grupo.

Diversos irmãos, percebendo esta realidade acima relatada, tem me perguntado em qual igreja devem ir, e por ter conhecido várias, tenho recomendado as Igrejas Presbiteriana ou Batista (tradicionais). Gostaria de explicitar os motivos de minhas indicações, a despeito de diversos irmãos ex-apostólicos que estão frequentando outras igrejas diferentes das por mim indicadas.

Na verdade, não deveria indicar igreja nenhuma, porque não é igreja que salvará a mim ou a você, mas sim a fé em Jesus Cristo, Nosso Único e Suficiente Salvador. Mas sei o quanto é importante, nessa fase de descoberta da verdade, termos o apoio de conhecedores da Palavra, irmãos em Cristo que possam nos auxiliar a conhecer os desígnios de Deus.

Portanto, QUALQUER igreja que creia e siga FIELMENTE ao Evangelho, e SOMENTE ao Evangelho, sem tirar e nem colocar, pode ser boa para você.

O problema é que muitos irmãos apostólicos têm me relatado ter encontrado dificuldades em igrejas “barulhentas”, geralmente Pentecostais, onde há avivamento, e muitos relatam repudiar tais práticas. Confesso que também não me sinto confortável em tais lugares, e isso é normal, pois passamos décadas em cultos silenciosos, não estamos acostumados a ouvir alguém praticamente gritar na sua orelha. Ressalto, não sou contra a forma de tais cultos, já fui em vários, e não os vejo como errados, pois possuem respaldo bíblico (leia Atos 2, sobre o dia de Pentecostes), e falo aqui apenas sobre uma questão de GOSTO. Deus, em momento algum na Bíblia, mostra se o culto tem de ser desse ou daquele jeito.

Por isso, e somente por isso, tenho indicado a Igreja Batista (tradicional, congregada na Convenção Batista Brasileira) ou a Igreja Presbiteriana (tradicional, parte da Igreja Presbiteriana do Brasil), pois além de serem igrejas fortemente dedicadas ao Estudo Bíblico, possuem cultos extremamente silenciosos, como estávamos acostumados a vivenciar na Igreja Apostólica. Aliás, você sabe por que o culto da Igreja Apostólica é silencioso? É porque os fundadores eram Presbiterianos e Batistas, tanto a Missionária Odete quanto o Bispo Eurico, tem origens nessas igrejas, e copiaram tais práticas.

Irmãos, independente da igreja que vocês procurarem, tenham apenas uma certeza: “Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus” (Mateus 22:29). Disse, ainda, Jesus: “Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam”. (João 5:39). Não erremos mais, meus caros irmãos apostólicos, sigamos apenas o que Deus nos deixou, registrado lá nas Escrituras Sagradas.

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 15/12/2011

19 dez

Lendo este boletim, vemos apenas mais do mesmo. Nada da Palavra de Deus, nenhuma explicação sobre os desvios de dinheiro da igreja pela família Bertoni e nem sobre os crimes a que Aldo Bertoni responde na justiça.

O único movimento notório que podemos perceber é a frugal tentativa da corrupta administração da igreja em dar aos seus defensores argumentos de que “a igreja está crescendo”. Vejam que anunciam com pompa a abertura de novos trabalhos, nos “gigantescos” municípios de Ipixuna-AM e uma localidade chamada de “Ponte do Rio da Liberdade”, no Estado do Amazonas, que sequer é possível ser localizada no mapa.

Não querendo desmerecer os moradores daquele local, o município de Ipixuna foi classificado, no censo do ano 2000, como o 5º IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais baixo do Brasil, ou seja, os cidadãos daquele munícipio estão ali totalmente desprovidos de qualquer serviço público descente, o que nos permite concluir que certamente a educação pública também é precária. Um prato cheio para crendices e contos como o do “santo Aldo Bertoni”, que encontra na carência desse povo um campo muito fértil. São lugares onde a informação, e mesmo tecnologias como a internet, chegam de forma muito precária, quando chegam, e poucos ali tem acesso.

Pergunto: por que Aldo Bertoni não manda abrir pontos de pregação em cidades desenvolvidas e populosas como Porto Alegre-RS, Rio de Janeiro-RJ (a segunda capital mais populosa do Brasil) ou Manaus-AM? A resposta não é muito difícil de imaginar: Aldo sabe que nesses locais o nível educacional é maior e o acesso à informação muito melhor, por isso as chances de sua crendice “colar” é muito menor. Nas grandes cidades, a doutrina diabólica só pega mesmo em quem já nasceu nesse meio, e em raros casos, em alguns incautos desinformados, geralmente gente vinda do interior ou atrás de namorada/namorado.

Clique abaixo e leia o monótono Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica publicado em 15 de dezembro de 2011.

Boletim de 15/12/2011

Fiquemos todos com Deus.

É Pecado não Contribuir!

15 dez

Sempre que nos queixamos por termos doado muito dinheiro para a Igreja Apostólica ao longo de nossa permanência como membros da seita, ouvimos de incautos defensores do falso profeta desculpas como: “ninguém é obrigado a doar nada lá”, ou “só doa quem quer”.

É bom relembrar que nossas reclamações não é pelo fato de termos doado dinheiro para a igreja, pois acreditávamos, como a maioria dos apostólicos infelizmente ainda acredita, que esse dinheiro era utilizado SOMENTE para a Obra da igreja.

Mas então descobrimos que a maior parte desse dinheiro é desviada por Aldo Bertoni e seus cúmplices. De tudo o que é arrecadado, e não é pouco dinheiro, Aldo paga as relativamente poucas despesas da igreja e o que sobra vai para seu bolso. Entre outros gastos, hoje sabemos que são as ofertas da igreja que mantém o grande luxo em que vive a família Bertoni e alguns de seus cúmplices, mantém o luxo das amantes do Aldo Bertoni, as ofertas são ainda utilizadas para a compra de drogas pelo filho do Aldo Bertoni, suas “baladas”, suborno de autoridades, entre diversos outros crimes e pecados.

Bem, mas a questão é: as ofertas na Igreja Apostólica são realmente voluntárias?

Vejam o boletim abaixo, do ano de 1999, e recuperado de antigos arquivos que mantenho:

Boletim de 10/06/1999

Quando as pessoas vão a uma igreja, é porque querem a salvação. No momento em que essa mesma igreja ensina que tal atitude é pecado, você deixaria de seguir esse ensino, correndo o risco de perder a salvação, o objetivo final de toda a sua crença?

É óbvio que não. Dessa forma, mesmo que não esteja escrito em algum lugar que você é obrigado a dar dinheiro para o Aldo Bertoni, psicologicamente você já está obrigado a fazer essa contribuição!

Veja o que diz o boletim, lembrando que o próprio Aldo Bertoni sempre manda lembrar que NADA MUDOU na Igreja Apostólica desde a sua fundação, NENHUMA regra sequer.

“Falando mais uma vez ao nosso povo sobre as necessidades financeiras da igreja e o DEVER DE CADA APOSTÓLICO FAZER SUAS OFERTAS, ressalto neste momento a seguinte verdade: QUE É PECADO NÃO CONTRIBUIR para a realização da obra da igreja e que só são dispensados deste DEVER sagrado aqueles que por motivo justo e sério, naquele dia, não possam fazê-lo.”

De acordo com o que está escrito em qualquer dicionário, DEVER significa “TER POR OBRIGAÇÃO”. Estamos falando de OBRIGAÇÃO, algo que você é OBRIGADO a cumprir.

Continua: “Todavia sei que se alguns não podem fazer naquele dia, poderão fazê-lo logo depois e se tiverem verdadeiro amor em sua alma, irão cumprir depois sua OBRIGAÇÃO.

Avançando, também podemos ler: “Devem pensar em contribuir não só porque a igreja precisa, MAS POR SER SUA OBRIGAÇÃO OFERECER COMO PROVA DE AMOR E GRATIDÃO, A SUA OFERTA, A QUAL DEVE SER JUSTA E GENEROSA, QUER A PRECISE OU NÃO.”

Pergunto a quem ainda insiste em defender essa quadrilha criminosa: os apostólicos são obrigados a contribuir ou não? Vamos ver quem, agora, terá a cara de pau de negar esse ensinamento do Aldo Bertoni.

Quem, aqui, está “louco atrás de dinheiro”, como alguns tem nos acusado: nós, ou o Aldo Bertoni?

Aproveite e também nos aponte ONDE foi que Jesus falou de ofertas, e exigiu essa tal “prova de amor e gratidão”.

Que Deus ajude nossos irmãos a também se libertarem desse reino das mentiras e da exploração, que se tornou a Igreja Apostólica.

Fiquemos todos com Ele.

Fazendo Estágio na Igreja Apostólica

13 dez

Texto publicado originalmente em 08/10/2011, em nosso antigo blog

Com tudo o que vem acontecendo nas últimas semanas, é do conhecimento de todos que agora a Igreja Apostólica tornou-se um pouco mais conhecida do que era anteriormente à divulgação de tantos escândalos. A Igreja Apostólica, após ter tido um início glorioso e respeitoso, pelas mãos do ex-pastor presbiteriano Eurico Mattos Coutinho, agora cai em desonra e em vergonha, pelas mãos do ex-taxista e mulherengo Aldo Bertoni.

Mas é preciso destacar que a culpa dessa vergonha toda que pesa sobre o nome da Igreja Apostólica, não é culpa somente do próprio Aldo Bertoni. Também é culpa de seus fanáticos membros, os fiéis que aceitam qualquer coisa que Aldo lhes diz. Se há três anos atrás, TODOS tivessem se unido para esclarecer as denúncias que estavam surgindo, certamente a igreja já teria depurado toda a corrupção e poderia, neste momento, estar corrigindo seu rumo. Entretanto, devido ao fanatismo e à cegueira espiritual, preferem continuar a dar ouvidos, exclusivamente, justamente ao homem que está provocando sua queda. Dito isto, e persistindo a situação, não é preciso ser nenhum vidente para prever que a igreja tende a ver seu nome se afundar ainda mais na lama, na vergonha, e na desonra.

Quero relatar aqui, mais um caso onde a Igreja Apostólica é submetida a vergonha. O caso em questão nem é recente, aconteceu em 2009, o que nos mostra que essa vergonha, a que os falsos ensinos de Aldo Bertoni nos submete, é antigo.

Sei que a maioria dos apostólicos não sabem o que é APOLOGÉTICA, por isso gostaria de dar uma breve explicação: Apologética é a disciplina teológica própria de uma certa religião que se propõe a demonstrar a verdade da própria doutrina, defendendo-a de teses contrárias. Ou seja, no caso da Apologética Cristã, esta disciplina visa combater todos aqueles que DETURPAM a doutrina do cristianismo (contida na bíblia) em proveito próprio. Diferentemente  do que podem dizer alguns apostólicos, apologética NÃO É o combate a outras religiões, mas sim a defesa do genuíno evangelho proclamado por Jesus Cristo. É, sim, o combate a charlatães que deturpam o evangelho a seu bel prazer, geralmente em proveito próprio.

A maioria das igrejas sérias, que realmente seguem a Palavra de Deus, costumam disponibilizar cursos de apologética aos seus integrantes, para evitar que seus membros caiam em erros doutrinários, ao dar ouvidos a seitas e movimentos que inventem ensinamentos que não estão na bíblia. E eles levam isso tão a sério, que durante o curso saem a campo para fazer “estágios” em seitas, onde vêem com os próprios olhos justamente tudo o que não deve ser feito em uma igreja de verdade.

Adivinhem onde é um dos lugares preferidos para os alunos de apologética fazerem estágio? Exatamente, na Igreja Apostólica! Vejam abaixo o relato de uma dessas visitas, que foi até registrada por foto:

http://cacpcursos.blogspot.com/2009/10/visita-seita-da-santa-vo-rosa-igreja.html

Ou seja, lembram-se daqueles visitantes que raramente aparecem nas reuniões apostólicas, e após virem a primeira vez numa mais dão as caras? Pois é, hoje sabemos o que muitas dessas pessoas vão fazer lá: conhecer o que NÃO DEVEM SEGUIR NUNCA! Isso é uma grande vergonha para a Igreja Apostólica, ser ponto de frequência de estudantes de apologética, que vão lá apenas conhecer como é uma seita anti-cristã.

Conseguem enxergar, meus caros irmãos apostólicos, a vergonha que os falsos ensinos do falso profeta Aldo Bertoni nos expõe? É tão vergonhoso, que vejam que ele mesmo, Aldo Bertoni, e nem sua própria família, nem tampouco seus amigos íntimos e funcionários particulares, seguem esses falsos ensinos, justamente porque sabem que tudo não passa de uma grande armação para manter tantas mentes alienadas, alheias ao que acontece ao seu próprio redor, com o único objetivo de manter uma arrecadação financeira fiel e consistente, para manutenção do luxo e da fortuna da família e cúmplices.

Também encontramos diversos outros estudos apologéticos sobre a Igreja Apostólica, e gostaríamos de indicar apenas mais um, que também é bastante interessante:

http://pbteologil.blogspot.com/2011/09/igreja-apostolica-e-realmente.html (PARTE 01)

http://pbteologil.blogspot.com/2011/09/igreja-apostolica-e-realmente_09.html (PARTE 02)

http://pbteologil.blogspot.com/2011/09/igreja-apostolica-e-realmente_4148.html (PARTE 03)

Fiquemos todos com Deus, somente Ele pode tirar o nome dos apostólicos da lama, da vergonha e da desonra em que se encontram hoje.

Boletim de 08/12/2011

11 dez

Abaixo, o Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica, publicado em 08/12/2011.

Está ficando chato tecer comentários sobre os boletins. De tão repetitivos que são, estão tornando meus textos também repetitivos. Só os publico aqui a pedido de diversos irmãos e familiares de irmãos que me escrevem, e estão juntando provas contra a prática charlatã de Aldo Bertoni e seus corruptos cúmplices. Alguns me garantiram que um dia, quando perceberem que algum familiar sofreu algum prejuízo relevante e irreversível,  pretendem utilizar este material assinado por Aldo Bertoni como prova contra ele mesmo.

Vejam este, foi escrito como todos os outros: inovam na hora de pedir dinheiro, e repetem a mesma mensagem de natal dos anos anteriores, nem se dão ao trabalho de escrever novas mensagens.

BOLETIM DE 08/12/2011

Até quando nossos pobres irmãos engolirão esse veneno, como se fosse a Palavra de Deus? Oremos por todos eles.

Fiquemos todos com Deus!

Caso Análogo

10 dez

Veja esta reportagem, veiculada ontem na imprensa, referente a um julgamento ocorrido esta semana no Distrito Federal:

Pastor condenado por abuso sexual

Qual a única diferença entre esse cidadão e Aldo Bertoni?

APENAS UMA!

Enquanto esse cidadão é pobre, como podemos ver pelas imagens, Aldo Bertoni é milionário, após 40 anos espoliando os cofres da Igreja Apostólica.

Oremos a Deus para que essa “pequena” diferença não interfira no julgamento do abusador sexual Aldo Bertoni.

Jesus, Essência do Louvor

7 dez

Desde que este canal de denúncias se tornou conhecido da maioria dos apostólicos, tornamo-nos uma verdadeira “central de comunicações”, para onde são encaminhadas reclamações e lamentos de apostólicos que já constataram ter sido enganados por Aldo Bertoni, e daqueles que ainda defendem o profeta-bandido, geralmente ofendendo aqueles que denunciam o farsante “santo”.

Em um desses e-mails, especificamente um recebido ontem, um novo “liberto”, do interior de São Paulo, me relatou ainda estar frequentando a sua congregação por conta de alguns familiares, que agem mais fanaticamente do que nunca, mas que não suporta mais ouvir tanta abobrinha daquele púlpito. Disse que já se sente realmente liberto do fanatismo, e a maior prova é o nojo que sente cada vez que ouve o nome do abusador sexual Aldo Bertoni ser cantado e louvado como se fosse o de Deus. Então, ele me pergunta: “Martinho, na condição de alguém que acaba de se convencer que estava acreditando em algo muito errado, e que foi liberto por Jesus desse fanatismo demoníaco, como você acha que deve ser minha primeira oração a Deus?”

Na verdade, a indagação deste irmão é sobre como agir após cortar esse cordão umbilical que temos com a Igreja Apostólica, ainda mais em casos como este, onde meu correspondente nasceu na igreja. Quais os primeiros passos nesse novo relacionamento com Deus? Eu estava pensando numa resposta para dar a esse irmão, quando recebi um outro e-mail.

Felizmente não recebo apenas e-mails com queixas dos dois lados, recebo também mensagens daqueles que já estão libertos e mais felizes do que nunca, conhecendo o Senhor que Aldo Bertoni nos privava de conhecer. São mensagens com citações bíblicas, daquelas que se enquadram perfeitamente para abrir aos olhos dos apostólicos, mas que infelizmente só agora temos a oportunidade de conhecer e meditar nestas palavras, bem como também recebo muitos hinos e louvores, que faço questão de escutar um a um. E uma dessas músicas, recebida também ontem, vem a ser exatamente a resposta que creio ser a mais adequada para a pergunta do nosso irmão, e gostaria de compartilhar com todos.

Preste atenção na letra:

Percebem sobre o que fala o louvor?

  • Adoração, só ao Único Digno de adoração.

  • Perdão, Senhor, pelo mal que sempre fizemos dando glórias Tuas a seres corruptos e enganadores.

  • Reconhecimento, de que a música em si, não é o que Ele quer de nós, mas sim o nosso coração, o nosso amor.

  • Confissão, de que não passamos de miseráveis pecadores, todos nós, neste mundo, e precisamos do perdão e da misericórdia Dele.

Estou certo de que essa é a oração mais adequada a ser feita por qualquer apostólico recém liberto, meu caro irmão. Fique com Deus, e que o Senhor lhe dê força neste momento de decepção com homens, mas que você pode tornar um momento único e maravilhoso, de reencontro com Deus, nosso verdadeiro Pai, aquele que nunca nos trairá porque é Fiel.

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 01/12/2011

4 dez

Abaixo, segue o boletim que está sendo usado na pregação deste final de semana em toda a Igreja Apostólica.

É apenas mais do mesmo, e se formos comentar detalhamente cada incongruência do texto de João Stancey e José Roberto Rozani, estaremos sendo repetitivos.

Deixo apenas uma dica: se você já se libertou do fanatismo, do engano capitaneado por Aldo Bertoni e seus cúmplices, e já teve a honra de abrir uma bíblia para estudá-la, apenas compare o texto desse boletim com o que diz a bíblia, a santa Palavra que Deus nos deixou para ser “lâmpada para iluminar os nossos passos e  luz para clarear o nosso caminho” (Salmo 119:105 – NVI).

Sejam verdadeiros apostólicos, e façam o que ensina o apóstolo Paulo em Atos 17:11, quando nos mostra que o cristão prudente é aquele que confere se o que está lhe sendo pregado realmente é Palavra do Senhor, ou é engano de homem.

Boletim de 01/12/2011

E fiquemos todos com Deus!

Os Sustentáculos da Farsa Apostólica – Parte 1

2 dez

Como ocorre em qualquer quadrilha criminosa, esta da qual fomos e somos vítimas, liderada por Aldo Bertoni e seu sobrinho Hélio Viana da Rocha, também é composta por várias pessoas que gravitam em torno do líder.

Aldo Bertoni nunca esteve sozinho nisso, até porque se estivesse, não teria conseguido fazer o estrago que fez na Igreja Apostólica. Lembrem-se que Aldo dificilmente fica entre o povo, raramente anda no meio do povo, sequer nunca falou nada diretamente ao povo, seja pessoalmente ou pelo rádio, e se não fosse pela ação de outras pessoas, dificilmente ele exerceria sua ausente liderança.

Estas pessoas que o ajudam a cometer seus crimes podem ser classificadas em dois tipos: aqueles que podemos chamar de “fanáticos” e os que podem ser chamados de “espertalhões”.

Os fanáticos, como o próprio nome diz, são aqueles que não possuem qualquer interesse que não seja fé no pecador Aldo Bertoni. Tais pessoas o tomaram como uma espécie de “deus” aqui na Terra e só um choque muito forte pode tirá-las desse transe construído por décadas de lavagem cerebral, ou no caso dos mais jovens, por terem nascido nesse meio e não conhecerem nada diferente disso.

Já os espertalhões, como o próprio nome também diz, são aqueles que sabem de toda a verdade sobre a farsa do Aldo Bertoni, e a defendem em troca de algum interesse financeiro: seja o seu emprego, o emprego de familiares, a casa cujo aluguel é pago pela igreja, as viagens grátis, ou o recebimento direto de dinheiro para ficar caladinho. Estes são o foco do nosso combate, e não os primeiros, que podem ser chamados também de “coitados”, merecedores de nossas orações para que se libertem dessa seita diabólica.

A partir de agora, baseados em investigação do Ministério Público, denunciaremos através deste blog alguns desses cúmplices dos crimes praticados por Aldo Bertoni. E para começarmos, nada melhor que falarmos da farsante maior do reino das mentiras de Aldo Bertoni: EFIGÊNIA JOVENTINO.

Se você chegar na Sede e perguntar para Efigenia qual é a função dela na igreja, ela vai dizer que é telefonista. Mas se engana quem acha que essa mulher seja somente isso.

Efigênia é aquele tipo de cúmplice que se resolvesse ser sincera e deixasse de fazer parte do bando, desestruturaria seriamente a quadrilha. Talvez seja a mulher que mais saiba sobre as falcatruas de Aldo Bertoni, e o apóia em tudo. É o principal elo de ligação entre Aldo Bertoni e o povo apostólico, já que o próprio “profeta”, raramente fala diretamente com integrantes do povo. É, inclusive, também o elo de ligação entre o falso profeta e importantes e influentes pastores da igreja.

Na ausência de Aldo Bertoni e de seu sobrinho Hélio Viana da Rocha, é quem manda nos funcionários da igreja e das lanchonetes. É também a maior promotora das fofocas e mentiras que dominam a administração da igreja, invenções malignas que sempre acabam indo parar nos lábios do povo, principalmente a respeito de pessoas que hoje se posicionam contra as falcatruas do Aldo Bertoni.

Suas intervenções sobre o que vai ser escrito no boletim são instantâneamente acatadas pela dupla escritora de boletins, João Stancey e José Roberto Rozani, cúmplices que em breve também serão alvos de questionamentos por parte deste blog. É, finalmente, a garantidora da “onisciência” do Aldo Bertoni, pois como secretaria do falso profeta, ouve os apelos, os pedidos, as orações por escrito, os comunicados, as fofocas, as denúncias e as acusações feitas por apostólicos do país inteiro, cruza as informações e, dessa forma, tem um poderoso banco de informações para Aldo Bertoni praticar suas “profetadas”.

Mas sabe o que é mais interessante? Até o momento a investigação do Ministério Público não encontrou bens relevantes em seu nome. Ou seja, Efigênia continua tão pobre quanto antes. Isso nos leva a refletir: se não é dinheiro, o que leva essa mulher a ser mais falsa que uma nota de 3 reais?

Ao nosso ver, o motivo é apenas um: sede de PODER, pois na posição em que está, Efigênia manda e desmanda em muitas pessoas, e dentro da igreja poucos funcionários ousam contrariar suas ordens.

Veêm o que essa vontade de deter o PODER, poder financeiro, poder de domínio sobre seus semelhantes, ou qualquer outra forma de poder, faz com as pessoas? Torna-as reféns de sua ânsia por dominar, e de forma diferente, é o mesmo mal que move o próprio Aldo Bertoni, mas este interessado em domínios diferentes, que agora bem sabemos quais são.

Vocês se lembram quem é aquele que de tanta sede de PODER, invejou a Deus, o Criador do tudo, quis ser igual a Ele, tentou roubá-lo, e por isso foi lançado dos céus junto com um terço dos anjos, que o seguiam em sua ânsia por querer ser tão poderoso quanto Deus? Pois é, não queiram ser igual a ele, nessa loucura por poder a qualquer custo, mesmo que isso signifique trair a confiança, enganar e ludibriar tantas pessoas de boa-fé.

Deus nos abençoe e nos livre dessa gente do mal onde quer que estivermos. Que Deus, antes de sua morte, Efigênia, possa tocar esse coração tão enganador, mentiroso, e te liberte de ser tão grande e útil serva do demônio e do profeta do diabo, Aldo Bertoni. Temos certeza absoluta de que Jesus também quer salvá-la. Oramos por você.

Fiquemos todos com Deus.