Arquivo | fevereiro, 2012

Boletim de 16/02/2012

16 fev

Através do link abaixo, veja o veneno semanal que será ministrado aos nossos pobres irmãos apostólicos no próximo final de semana. É tão repetitivo e tão terrível a ignorância e o contra-evangelho contido neste boletim, que me falta vontade de apontar pontualmente cada um dos erros doutrinários ali contidos, por serem muitos.

BOLETIM DE 16/02/2012

Mesmo fora da Igreja Apostólica, através desses boletins podemos acompanhar o atoleiro em que se afundam não só a parcela do povo apostólico que ainda acredita nessas palavras, mas também seus escritores.

Eu nunca, em minha vida, poderia imaginar que um homem como João Stancey, tão altivo, conhecedor do evangelho (eu o via assim) poderia um dia deixar-se servir ao diabo. João Stancey está sendo a ferramenta de satanás para ajudar a afastar cada vez mais o povo do Santo Evangelho de Cristo.

É verdade que, nos últimos tempos, importantes pastores têm deixado a seita do engano, a igreja do profeta diabólico Aldo Bertoni, como aconteceu por último com o talentoso Pr. Walter Keppler, mas tenho fé em Deus de que ainda verei essa mesma vitória de Jesus Cristo se repetindo através da libertação de João Stancey. Creio que ele, ainda que pareça estar caminhando para o fim de sua vida, ainda será visto por todos pregando, ou escrevendo em um renovado boletim, que só Cristo é Salvador, e Toda a Adoração e Louvor só são devidos a Ele.

Em contraponto ao falsos ensinos deste boletim, quero lhes deixar a síntese da simplicidade e pureza do Evangelho. É um vídeo de 13 minutos gravado em inglês, com legendas em português, que certamente lhe ensinará algo muito diferente do conteúdo deste boletim.

Fiquemos todos com Deus.

Novamente, O Mais Visitado

15 fev

Todos sabem que o sistema de buscas “GOOGLE” é o mais acessado do mundo. Há quem diga que não existe assunto que você digite lá, que o buscador não encontre. Seu sistema de busca aponta os sites que recebem o maior número de acessos para determinado assunto, de forma que quanto mais acessos um site tem, maior é a sua colocação na hora de classificar a busca.

Pois bem, hoje fomos avisados por um atento irmão que toda vez que alguém, de qualquer parte do mundo, digitar o termo “ALDO BERTONI”, o primeiro site indicado pelo Google é o nosso Blog. E olha que não pagamos sequer um centavo por esse privilégio!

O que isso significa? Vale dizer que temos sido o site mais visitado da internet quando o assunto de interesse é o falso profeta Aldo Bertoni. Somos muito mais visitados que o próprio site da Igreja Apostólica ou os blogs que o defendem. É a vitória da VERDADE contra a MENTIRA a respeito desse homem enganador.

Não damos essa notícia objetivando qualquer tipo de glória ou reconhecimento, até porque se pudéssemos ter podido escolher, preferíamos nunca ter precisado empreender esta luta contra a falsa fé que nós mesmos defendemos e amamos por tantas décadas.

Obrigado a todos que tem colaborado para que este trabalho avance em seus objetivos, de desmascarar e pedir JUSTIÇA contra o criminoso Aldo Bertoni.

Fiquemos todos com Deus.

Família contra Família

13 fev

Com a divulgação da lista de testemunhas arroladas para o julgamento dos crimes de abuso sexual do falso profeta Aldo Bertoni, podemos constatar algo que há muito tempo temos exposto neste blog: a gigantesca capacidade de desagregar famílias que Aldo Bertoni possui.

Vejam a situação abaixo:

Pais contra filhos, irmãos contra irmãos, sogros contra noras, sobrinhos contra tios, marido contra mulher, cunhado contra cunhado. Por diversas vezes mandou ensinar Aldo Bertoni, através dos boletins: se alguém “falar mal dele”, era para se afastar daquela pessoa, mesmo que fossem seus familiares. Aldo Bertoni conseguiu desunir até o casal de fundadores da Igreja Apostólica, e quem leu o livro “Nossa História, Nossas Vitórias”, de autoria da falecida Missionária Odete Correa Coutinho, sabe do que estou falando.

Entendem por que, entre outros motivos, chamamos Aldo Bertoni de profeta diabólico? O homem é exatamente o contrário do que Jesus Cristo prega no Evangelho!

“Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa“. (Atos 16:31)

Um dos principais valores que podemos extrair do evangelho, é a importância que a unidade familiar tem para Deus. O alvo principal do diabo é a família. E por que o diabo quer destruir a família? Porque Deus criou a família para ser o Reino de Deus aqui na terra. A palavra de Deus diz que o diabo vem senão a matar, roubar e destruir. E é isso que ele está fazendo nos lares. Matando os sonhos, roubando a paz e destruindo a união, a harmonia. Se a família é unida, coesa, nessa família ele não consegue entrar, mas numa família dividida ele faz bagunça, destruição.

Porém, é preciso destacar alguns pontos no mínimo esquisitos, por trás dessa estratégia dos advogados do Aldo Bertoni.

1. Consultamos alguns desses familiares arrolados como testemunhas de defesa, e vários deles sequer sabiam que estavam sendo indicados pelo advogado do réu. Vários deles disseram que se forem convocados, deporão CONTRA Aldo Bertoni.

2. O caso mais grave descoberto até agora é o do pai da Sra. Cleudete Regina Pereira Leal. Enquanto ela é testemunha da acusação, seu pai, Antônio Pereira, foi arrolado como testemunha de defesa. Ao ligar para o pai e tentar saber por que aquilo estava ocorrendo, ficou sabendo que o pai, homem simples e pouco letrado, fora instruído por um pastor de Cuiabá, chamado Luis Pereira, a assinar um documento declarando APENAS que havia convivido com a filha. Por orientação do pastor, em quem confiava, com dificuldade leu apenas o começo do documento e o assinou, com firma reconhecida em cartório. Diante da surpresa da convocação como testemunha de defesa do Aldo Bertoni, o pai foi pedir a outra pessoa que lesse a sua cópia do documento na íntegra e ficou surpreso ao constatar que no documento existem mentiras que ele NUNCA proferiu contra a própria filha. Ou seja: fraude processual. Estão forjando documentos!

3. Já as testemunhas que não possuem grau de parentesco com as vítimas ou com as testemunhas de acusação, são todas elas dependentes financeira e/ou psicologicamente do Aldo Bertoni. Muitos deles são apenas FANÁTICOS mesmo, pessoas que nunca sequer conversaram mais do que dois minutos com o Aldo Bertoni em suas vidas inteiras e NÃO o conhecem em sua vida particular. Pergunto: o que essas pessoas têm condições de testemunhar? O que terão a dizer para o juiz, visto que não poderão mentir por estarem sob juramento? Vão dizer que “o santo irmão Aldo é bonzinho e é um velhinho muito bonitinho”? Ridículo!

4. Me recuso a acreditar que os advogados do Aldo Bertoni, muito bem pagos para defendê-lo, estejam dando um possível tiro no próprio pé com a convocação dessas testemunhas. Estão correndo o risco de boa parte das testemunhas de defesa transformarem-se em testemunhas de acusação. Também sabem que todas essas testemunhas são desqualificáveis, visto o poder psicológico que Aldo exerce entre os fiéis da igreja.

Então, a única leitura que podemos ter desses fatos é que estes advogados apenas estão tentando TUMULTUAR o processo. Indicam muitas testemunhas desqualificáveis, que provavelmente serão descartadas pelo juiz dada a irrelevância do depoimento delas, e com isso criam um fato consumado para utilizar em um possível recurso em segunda instância, alegando que tiveram a defesa cerceada pelo juiz. Pode ser, ainda, que a intenção ao convocar 56 pessoas para testemunharem, seja protelar o julgamento do processo, empurrando todos os crimes para mais próximo da tão sonhada prescrição.

Se alguém vislumbra alguma outra hipótese, por favor, deixe sua opinião.

A verdadeira intenção dos advogados do réu, meus caros amigos, provavelmente descobriremos até meados do próximo mês, mas desde já é importante que fiquemos todos de olho no que está sendo feito por eles, haja vista que está em jogo a justiça contra o bandido Aldo Bertoni que tanto buscamos há quase três anos.

Fiquemos todos com Deus, em oração pelo fim desta causa.

As Testemunhas do “Profeta”

12 fev

Quem está acompanhado o caso, deve ter percebido que o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo lançou, em seu site, a lista de testemunhas relativas ao julgamento do Aldo Bertoni no processo em que responde por abuso sexual.

Quem não sabe como consultar, é só acessar o site do tribunal (www.tj.sp.gov.br) e realizar a pesquisa do processo cujo número consta na imagem abaixo:

(Clique na imagem para ampliá-la)

Além das 16 testemunhas de acusação arroladas pelo Ministério Público do Estado de São Paulo, pudemos conhecer os nomes das 56 testemunhas arroladas pelos advogados do Aldo Bertoni como testemunhas de defesa.

Vejamos quem são:

Testemunhas de Acusação
CLEUDETE REGINA PEREIRA LEAL
LENIRA DE FATIMA SILVA ALVES
CLAUDIA DO NASCIMENTO RIBEIRO
MARIANGELA DO NASCIMENTO RIBEIRO
DJALMA JOSÉ DA SILVA
LUCIANA (?)
CLAUDETE CONCEIÇÃO BARBOSA DA SILVA
DAIANE FATIMA DOS PASSOS
MARIA AMARANTE XAVIER
ODETE DE LIMA OLIVEIRA
DIRCEU LEAL VIEIRA
LETICIA RIBEIRO COSTA
GENECI CONCEIÇÃO
SILVIO RUFINO ALVES
MARIA APARECIDA DE LIMA
LILIAN CORDEIRO FERNANDES DOS SANTOS
Testemunhas de Defesa
ORLANDO ARANTES MARQUES
DILCINEY LUIS DOS SANTOS LIMA
ANTONIO PEREIRA
SUELI DALUZ PEREIRA DE ARRUDA
JOÃO DE DEUS ARRUDA
ORÍDIA PEREIRA
VANDERLEI FRANCISCO DO NASCIMENTO
ROZIANE OTTO DA SILVA NASCIMENTO
JOSÉ DAMARAT
ANTONIO BARBOSA DA SILVA
EFIGÊNIA JOVENTINO
ZENIRA DA SILVA
ALDA CRISTIANE MARTINS DE ARAÚJO
MARIA APARECIDA SANTANA FERNANDES
LIDIANE APARECIDA FERNANDES
WESLEY MATIAS DE OLIVEIRA
GILMAR SOARES DE SOUZA
ALVANDIR FERREIRA DOS PASSOS
ODETE ROSA ARAÚJO HENRIQUES
SANDRA DE OLIVEIRA FERNANDES
GISLAINE FERNANDES
JOÃO CARDOSO DE OLIVEIRA
ELLIETE PIASSA SOUZA
JORGE DAILOM PEREIRA
MARIA DOS SANTOS ROBALDO
MARIA FÉLIX SANTANA MARKOSKI
EDINALVA BISPO DE SANTANA SILVA
OBERDAN OLIVEIRA MARQUARDT
NERILDA DE SOUZA ARAÚJO
ROSELY CRISTINA BELLACOSA DA SILVA
MARIA DAS DORES PEREIRA DA SILVA BRANDALISE
JOÃO STANCEY
HELIO VIANA DA ROCHA
MARLENE DE OLIVEIRA PADILHA
IVANI RIBEIRO COSTA
SONIA SOARES DE SOUZA
CLÉLIA PEREIRA DOS SANTOS
MARIA DA SILVA DINIZ
MARIA APARECIDA DA SILVA SOARES
NAIR SILVA SOARES
APARECIDA DONIZETE DINIZ DE OLIVEIRA
CÍCERA APARECIDA SOARES DOS SANTOS
VITÓRIO RODRIGUES DA ROCHA
DONIZETE JOSÉ DA SILVA
RONALDO RODRIGUES DA ROCHA
ADRIANO DE SOUZA PINTO
ROSANA RODRIGUES DA ROCHA
LENILZA CALHEIROS DA SILVA ROCHA
LUÍS AMBRÓSIO DA SILVA NETO
WAGNER FIORI
BENEVENUTO RUFINO DOS SANTOS
MARIA ELISA RUFINO DOS SANTOS
DEISY CRYSTINA WEBBER BRASIL
IDELMA APARECIDA DE CAMARGO SPERÂNDIO
ROSENILDA HENRIQUE DOS SANTOS DE OLIVEIRA
LUCINEI LUIZA DE MOURA SANTOS

Sobre as testemunhas de defesa do Aldo Bertoni, gostaria de fazer algumas considerações:

1. Os advogados do Aldo Bertoni podem arrolar quantas testemunhas eles quiserem, é um direito deles, e eles “abusam” desse recurso porque é uma das poucas coisas que eles têm a fazer para tentar defender o criminoso Aldo Bertoni. Mas isso, de forma alguma, significa que o Magistrado (juiz) responsável pelo caso, aceitará ouvir tais testemunhas. Provavelmente, reduzirá significativamente a quantidade de testemunhas de defesa a serem ouvidas.

2. A maior parte desses nomes que serão convocados para defender o Aldo Bertoni, são velhos conhecidos nossos. Veja que muitos deles também são parentes de várias  testemunhas de acusação e também de várias das vítimas do Aldo Bertoni. A pergunta que se faz é: vocês realmente acham que o Juiz do caso considerará válido o testemunho de pessoas que tem relação de dependência financeira e/ou psicológica com o réu? Vamos citar apenas um exemplo: o João Stancey, nosso escritor de boletins, é empregado do Aldo Bertoni, mora em casa da igreja e ainda emprega seu filho João, sua filha Rosana e seu genro João Marcos na igreja. Que validade tem o depoimento de um homem tão dependente financeiramente do réu?

3. Todas essas testemunhas de defesa, caso o Juiz aceite ouvi-las, vão dizer o quê em seu depoimento? Que o “irmão Aldo é bonzinho”? Que o “irmão Aldo é santo”? Lembrem-se que, se em seus depoimentos alguma dessas pessoas se arriscar a MENTIR a favor do Aldo Bertoni, por estar sob juramento, poderá ser processada e presa por FALSO TESTEMUNHO, o que dá uma pena de 1 a 3 anos de prisão e multa.

4. Já ouvimos o discurso de algumas dessas testemunhas de defesa, e o que elas alegam é que “sempre estive na sala do irmão Aldo e ele nunca fez nada comigo”. Ora, não existe argumento mais inválido que esse, pois se o meliante praticar o crime contra apenas UMA pessoa, já é criminoso. Num exemplo hipotético, se um professor de 30 alunas for respeitoso e muito bom com 29 alunas e revolver abusar sexualmente de apenas uma delas, ele é considerado inocente?

5. Acreditamos que a maior parte dessas pessoas arroladas como testemunas de defesa sequer sabem que vão ser convocadas. Será que estarão dispostas a se expor dessa forma à justiça e testemunhar sob juramento sobre algo que não presenciaram?

6. Por que grandes defensores do criminoso Aldo Bertoni, como os pastores Nilson Bittencourt Cairolli e Edson Araújo, não foram arrolados como testemunhas de defesa do Aldo Bertoni? O que eles sabem que os fizeram ficar de fora dessa? Não seria essa a grande chance desses homens efetivamente defenderem o meliante Aldo Bertoni?

No próximo post, faremos uma análise sobre o grau de parentesco entre as testemunhas de acusação e de defesa, que estão sendo colocadas umas contra as outras pelos advogados do Aldo Bertoni, por culpa e em nome do profeta diabólico.

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 09/02/2012

9 fev

Vamos à lorota da semana, publicada ainda agorinha. Vejam os “santos ensinos” que vão ser derramados nas incautas mentes do povo apostólico neste final de semana.

Atenção especial ao pedido de ofertas. É sarcástico ler uma frase como essa no “santo boletim”: “EU, IRMÃO ALDO, PRESTO ESTES ESCLARECIMENTOS PARA QUE TODOS OS IRMÃOS SAIBAM ONDE ESTÃO SENDO EMPREGADOS OS SEUS DÍZIMOS E SUAS CONTRIBUIÇÕES COSTUMEIRAS”.

Por que João Stancey e o “Robertinho” não aproveitaram quando escreveram isso aí, e também não explicaram para onde vai o dinheiro que sobra depois de pagas as contas essenciais da Igreja Apostólica? Por que não falam da “mesada” das amantes do Aldo Bertoni? Por que não falam também do IPVA da frota de carrões importados da família Bertoni que foi pago com a oferta do mês passado? Por que não publicam uma linha sequer sobre as enormes despesas que o povo apostólico está pagando para advogados defenderem Aldo dos crimes que ELE, e não o povo, cometeu?

Silêncio total! Apenas a mesma lorota de sempre, para continuar a enganar nossos tolos irmãos apostólicos. No tempo do Brasil-Império do século retrasado, os fazendeiros tinham escravos que trabalhavam para manter o “Coronel” rico e podereso.  No Brasil-República do século XXI, Aldo Bertoni é um desses coronéis, que infelizmente ainda possui milhares de escravos que lhe sustentam o poder de corromper pessoas.

Continuemos a orar a Deus para que esses irmãos, principalmente aqueles que estão no interior, deixem de fazer o papel de ESCRAVOS da corrupta família Bertoni.

BOLETIM DE 09/02/2012

Fiquemos todos com Deus.

Sobre o Pastor Alexandre Demberi

7 fev

Pastor Alexandre Demberi - Igreja Apostólica

Pastor Alexandre Demberi, o construtor da Sede da Igreja Apostólica e de muitas outras congregações do interior: excluído como rebelde após denunciar as falcatruas do então recém empossado Aldo Bertoni

* * *

Este foi o último texto publicado em nosso antigo blog, no dia 20 de Outubro de 2011. Entrou no ar apenas duas horas antes do bloqueio do blog, por isso talvez poucos tenham lido. Por esse motivo, voltamos a tratar do assunto.

Um dos primeiros documentos que tivemos acesso quando começamos a descobrir as falcatruas do Aldo Bertoni, foi justamente a carta-denúncia do Pastor Alexandre Demberi. Para quem não teve o prazer de conhecê-lo, este homem era, além de pastor fiel à igreja, o responsável pela construção da maior parte dos imóveis da Igreja Apostólica. O templo da Sede, com seus prédios anexos, foram todos construídos literalmente por Alexandre Demberi, que possuía uma empreiteira de obras. Diversas congregações que existem até hoje também foram projetadas e construídas por ele. Era amigo, que gozava da mais alta confiança, do Bispo Eurico Mattos Coutinho, então fundador e Diretor-Presidente da Igreja Apostólica.

Sem saber do ocorrido, tínhamos esse homem como apenas mais um “rebelde”, pois em 1981 foi excluído da igreja, por Aldo Bertoni, sem maiores explicações. Como sempre fomos ensinados a não falar com “rebeldes”, nunca tivemos o menor interesse em conhecer a versão dele sobre essa história da sua repentina exclusão.

A carta a que tivemos acesso inicialmente, era uma cópia tirada do original que estava nos arquivos da Missionária Odete. Hoje esse arquivo não existe mais, pois Aldo Bertoni mandou queimar tudo, de tão comprometedor que era o material.

Vejam que a cópia da carta foi publicada pela primeira vez na internet no início do ano de 2009, com a publicação do site http://www.acordapovoapostolico.com. Também a reproduzimos no antigo blog, que possuía uma visitação média de 400 acessos por dia. Entretanto, após a divulgação pela TV da reportagem sobre os crimes do Aldo Bertoni, em 04/09/2011, a audiência do Blog mais que triplicou, e hoje a visitação média é de 1300 acessos por dia, e em dias que são publicadas informações de maior importância, chegamos a uma média de 2 mil acessos diários. Por conta desses novos visitantes, novos internautas tiveram acesso à cópia da carta naquela ocasião, e que gerou alguns questionamentos no blog, como um onde o comentarista dizia que “se fosse uma carta original de 1981, ao menos estaria amarelada”. Essa pessoa de certa forma tinha razão quanto à esta dúvida, mas acontece que o documento que possuíamos era CÓPIA da carta original, por isso não havia sinais do tempo naquele documento.

Porém, após a divulgação desse comentário, tivemos uma surpresa bastante positiva. Entrou em contato comigo o próprio filho do Pastor Alexandre Demberi, chamado Jorge Demberi, que costumava ajudar o pai nas construções da igreja. Ele nos relatou que sequer sabia da existência daquela carta, mas revirando os arquivos do pai que ainda mantém, acabou encontrando uma das vias originais. Além de nos enviar o arquivo da via original, também nos pediu que divulgássemos um comunicado, a respeito do trabalho do seu saudoso pai:

Clique aqui para baixar o Comunicado em PDF

A preciosidade e a importância da denúncia do Pastor Alexandre Demberi, meus caros irmãos, está no registro e no relato das minucias da forma como o bandido Aldo Bertoni agia desde que conseguiu ter seu nome incluído no Estatuto da Igreja Apostólica, como dirigente. Clique abaixo e tenha acesso à cópia da carta original, onde o saudoso pastor demonstra sua indignação contra as coisas erradas que o Aldo Bertoni já fazia naquela época, em 1981:

* *

DENÚNCIA PASTOR ALEXANDRE DEMBERI

Atenção: o arquivo é bastante pesado, está com tamanho superior a 10 Mb.

* * *

Quem duvida da veracidade do relato, basta ir conferir os endereços e documentos dos imóveis detalhadamente citados pelo saudoso Pastor Alexandre. Leiam detidamente a carta, e verão a astúcia do lobo Aldo Bertoni, ao se valer da sua posição de “único que fala com Deus”, do seu autoritarismo, da discórdia semeada entre os membros da própria direção da Igreja Apostólica, para fazer valer suas falcatruas.

Por isso costumamos repetir: Aldo Bertoni é tão diabólico, que sempre triunfou justamente sobre a falta de união promovida por ele mesmo entre o povo apostólico.

É uma pena que tais relatos estejam vindo à tona somente agora, após 30 anos do ocorrido, mas antes tarde do que nunca. Vemos este fato como o cumprimento de apenas mais uma Palavra de Jesus:

“Mas nada há encoberto que não haja de ser descoberto; nem oculto, que não haja de ser sabido.” (Lucas 12:2)

Fiquemos todos com Deus, e que mais verdades sobre o passado do profeta diabólico Aldo Bertoni venham à tona!

Continuam Tentando nos Calar!

5 fev

Vejam como são as coisas.

Nos tempos da ditadura militar no Brasil, se você presenciasse uma prática de corrupção no governo e resolvesse denunciá-la, ao invés de investigarem o denunciado, davam um jeito de sumir com o denunciante. Afinal, se não há denúncia, não há corrupção, correto?

Errado. As atitudes autoritárias, que sabemos ter existido naquele tempo, aconteciam apenas para “empurrar a sujeira para debaixo do tapete”. E é exatamente assim que estão agindo muitos irmãos apostólicos, diante de todas as denúncias, investigações e processos judiciais contra o réu Aldo Bertoni.

É o que estão fazendo dois irmãos da congregação de Sorocaba-SP, chamados Nilmo Vieira Soares e Walter Vieira Soares. São parentes do rapaz que comprou o domínio “AldoBertoni.com.br” na internet, chamado Marcelo Vieira Soares. A partir desse endereço (www.aldobertoni.com.br) criaram um site que não esclarece absolutamente NADA sobre Aldo Bertoni, apenas divulga links para os sites da Igreja Apostólica.

Pois bem, os já citados irmãos de Sorocaba entraram com ação judicial solicitando a remoção do site http://www.acordapovoapostolico.com e também a remoção do nosso antigo blog, que já nem existe mais. Na sua justificativa para embasar o pedido, escrevem eles:

“Pretendem os agravantes a concessão da medida de urgência, sob a alegação, em síntese, de que são frequentadores da Igreja Apostólica, cujo chefe, Aldo Bertoni, foi acusado, sem provas, de ser o suspeito “de abusar de mulheres” em conteúdo publicado nos sites http://acordapovoapostolico.com e http://martinholutero.zip.net, com generalizados e ofensivos comentários contra a honra dos evangélicos frequentadores daquela igreja. Sustentam que, embora não constem seus nomes no conteúdo ofensivo publicado nos sites, é certo que são pessoas conhecidas na sociedade e no meio em que vivem e, por frequentarem aquele templo religioso, foram atingidas em suas honras, conquanto não se mostre possível identificar os autores das ofensas, haja vista que os respectivos endereços eletrônicos estão resguardados pelo anonimato, daí por que requereram a suspensão ou remoção dos sites, até julgamento final da lide, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00, o que foi indeferido pela r. decisão agravada, que pretendem ver reformada.”

Óbvio que o pedido deles não foi acatado. Vejamos o que escreveu o juiz:

“Em que pesem as razões recursais, não vislumbro, de imediato, elementos suficientes que justifiquem, inaudita altera parte a concessão da antecipação dos efeitos da tutela como pretendida pelos agravantes. Isso porque, ao menos por ora, o r. pronunciamento deu correto enquadramento à hipótese, não abalada pela impugnação recursal, neste juízo de cognição sumária. No caso dos autos, como bem assinalado pelo MM. Juiz de 1o grau, não há nas publicações imputadas como ofensivas sequer menção aos seus respectivos nomes, pelo que se mostra prudente aguardar a instauração do contraditório para que novos elementos venham aos autos e permita a valoração das questões jurídicas trazidas à baila e a necessidade ou não da concessão de alguma tutela de urgência, a ser aferida no juízo de origem. Ausentes, pois, os requisitos legais, processe-se sem liminar.”

Os textos acima podem ser lidos diretamente através de pesquisa no site do Diário Oficial do Estado de São Paulo (www.imprensaoficial.com.br) ou clicando nos links abaixo:

DOE 01/02/2012 – Página 285

DOE 01/02/2012 – Página 286

Em resumo, meus caros amigos, estes apostólicos de Sorocaba tentam nos calar por supostamente estarmos ofendendo a sua honra, por serem membros da Igreja Apostólica. O juiz nega o pedido de liminar pois conclui que sequer o nome deles constavam nos citados sites, e o processo continua, mas adianto que não dará em nada, por apenas um motivo: NÃO OFENDEMOS, NÃO CALUNIAMOS E NEM DIFAMAMOS NINGUÉM, POIS AQUI NÓS FALAMOS A VERDADE E TEMOS COMO PROVAR TUDO O QUE AQUI É PUBLICADO.

Quero aproveitar o tema e deixar um recado diretamente para estes dois irmãos de Sorocaba:

Senhores Nilmo e Walter, por que os senhores não tomam vergonha na cara e ao invés de tentarem nos calar, não movem processo judicial contra quem está submetendo os apostólicos a toda essa desonra?

1. Por acaso somos nós que cometemos os crimes que o senhores estão vendo o Aldo Bertoni ser julgado?

2. Somos nós que criamos um péssimo ambiente de grande suspeição na Igreja Apostólica, a partir do momento em que havia várias denúncias sendo feitas e o Senhor Aldo Bertoni não teve a dignidade de prestar esclarecimentos sobre NENHUMA delas?

3. Como os senhores afirmam, nesta petição judicial, que Aldo Bertoni está sendo acusado sem provas? Não sabem que o conteúdo destes sites apenas reproduzem o que consta nos autos dos processos investigativos já produzidos pela Polícia Civil do Estado de São Paulo e pelo Ministério Público do Estado de São Paulo? E o processo construído pelo Ministério Público do Estado de São Paulo ao longo de mais de dois anos? O senhores estão afirmando que os promotores de justiça do MP-SP MENTIRAM? Os senhores tem ciência da grave acusação que estão fazendo? Será que os senhores, AO MENOS, têm ciência de tudo o que Aldo Bertoni está sendo acusado? Já viram as provas que constam nos processos? Não? Então como podem afirmar categoricamente que as acusações estão sendo feitas SEM PROVAS?

4. Será que os senhores são tão ignorantes a ponto de achar que é o conteúdo do nosso site que acusa o falso profeta Aldo Bertoni de abusar de mulheres? E os processos judiciais a que Aldo Bertoni está respondendo no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, porque o ignoraram em sua petição inicial? Por que não contaram ao juiz que nós apenas reproduzimos algo que está sendo investigado por eles mesmos, do Tribunal de Justiça?

5. Por que não processam o malandro, e aqui falo do Aldo Bertoni, que verdadeiramente está atingindo a honra de vocês e submetendo a Igreja Apostólica a toda essa vergonha e execração pública que está sofrendo?

Vocês estão agindo como exatamente como agem os ditadores: para que não haja corrupção, calem os denunciantes!

Que Deus possa libertá-los do reino das mentiras do criminoso Aldo Bertoni e seus cúmplices. Que vocês também possam deixar de ser apenas massa de manobra da família Bertoni, os verdadeiros beneficiários de todo o esquema de corrupção na Igreja Apostólica.

Deus os abençoe.