Boletim de 30/08/2012

13 set

Meus caros irmãos e amigos, sabem qual a nossa maior dificuldade em divulgarmos semanalmente os “boletins da mentira” publicados pelos cúmplices do Aldo Bertoni, aqui na internet? É ter que lê-los. Cada vez que fazemos isso, sentimos vergonha por um dia ter acreditado nesse monte de besteiras e, pior, ter-lhes pregado tamanhas mentiras.

BOLETIM DE 30/08/2012

O Boletim abaixo foi pregado durante a realização da última festa do batismo, onde também se comemorou o aniversário do falso profeta, o diabólico Aldo Bertoni, farsante e mentiroso de primeira linha que por décadas nos enganou e nos explorou psicológica e financeiramente.

Como sempre, o documento é iniciado com aquilo que realmente interessa para o Aldo Bertoni e seus cúmplices: pedindo dinheiro. Citam, como justificativa, as “despesas da festa”, mas como pudemos ver em postagens anteriores, as festas na Sede são altamente lucrativas para a família Bertoni e seus cúmplices, pois ganham de todos os lados, nos ônibus, nas vendas de alimentos, Cds, fotos, e nas ofertas extras em todos os dias da “festa”. Do que se arrecada numa dessas festas na Sede, não se gasta nem a metade durante a própria festa, palavra de quem conhece aquilo por dentro. O que “sobra”, é lucro da família Bertoni.

Na segunda parte do texto, sob o título “O amor fraternal e a união são importantes para a obra da Igreja Apostólica”, podemos constatar algo flagrantemente contraditório. Ao mesmo tempo que João Stancey, o cúmplice do Aldo Bertoni responsável por redigir este Boletim, fala de “amor fraternal”, ignora o fato dos apostólicos serem ensinados a se afastarem, a desprezarem e até odiarem todos aqueles que deixam de acreditar na falsa santidade do Aldo Bertoni, mesmo que sejam amigos íntimos ou até mesmo familiares. Quantos casos não conhecemos, na Igreja Apostólica, de famílias que estão desunidas e destruídas por causa do falso profeta? São muitas, e se você repassar mentalmente seus amigos apostólicos, certamente se lembrará de alguém nessa situação.

Por fim, vemos no texto intitulado “Palavras de amor, gratidão e homenagem do povo apostólico ao irmão Aldo na data do seu aniversário”, algo simplesmente curioso, que nunca prestamos atenção enquanto estávamos lá, sendo enganados. Os apostólicos não gostam de dizer que o Boletim é escrito pelo Aldo Bertoni? Inclusive, normalmente os textos vem com a expressão “eu, irmão Aldo”, para que o povo tenha certeza de que é ele quem está escrevendo. Então, será que neste texto é o próprio Aldo Bertoni quem está se auto-homenageando? Vejam que logo no início do texto, o autor é identificado: “NÓS, O POVO APOSTÓLICO”. Mas QUEM é esse “povo”, de fato?

Reflitamos nisso, meus caros, para que não caiamos mais neste tipo de cilada.

Persistamos em nossas orações para que nossos pobres irmãos apostólicos também sejam libertos do profeta diabólico Aldo Bertoni e sua quadrilha de criminosos.

Fiquemos todos com Deus.

4 Respostas to “Boletim de 30/08/2012”

  1. fernanda alves ferreira 21/09/2012 às 11:14 #

    Minha família e uma vergonha, toda vida foi só desunião, até a destruição total qd minha mãe traiu meu Pai (que fez por merecer) com o cunhado dela viúvo, minha tia se suicidou), pelo que acompanhei em toda minha vida acredito da desconfiança de todos, minha tia sabia da paixãozinha dos dois. Meu Pai se casou com uma ex prostituta, na época excluída da IA, eu morava com meu Pai, qd ela chegou lá pedindo ajuda, eu com dó acolhi, no terceiro dia ela já mandava na casa e no meu Pai, fui colocada pra fora com filho pequeno e o meu marido. A ex prostituta foi perdoada se casou, destruiu o que já era abalado, afastou meu Pai de todos nós, vendeu a chacara de meu pai comprou outros bens, minha mãe terminou de criar as meninas só, mal vestidas, recebendo roupas usadas dos irmãos da igreja. Essa mulher de meu Pai ñ vale nada todos da congregação do GAMA DF sabe, porém todos se calam, minha mãe é uma senhora idosa doente, carrega todos os outros três filhos com ela, a caçula tem filho sem Pai, la com minha mãe, a do meio tem dois filho sem Pai, la com minha mãe, o segundo irmão, la com minha mãe, debaixo da saia dela escondendo os podres dele, eu vivo cá sem eles com a família que construi, nunca soube viver de mentiras acompanhada de falsidade, eu sempre fui desconfiada, que igreja é essa, que as famílias se destroem, aqui conheço muitas outras de la da congregação assim ou pior, que mãe é essa que abandona a filha, toda a vida ela me maltratou psicologicamente, sou orfã de mãe viva, pelo pouco que conheço da biblia não é isso que a msm deixa…

    fernanda.e.m.a@hotmail.com.br

    Curtir

    • Blog do Martinho 21/09/2012 às 12:56 #

      Seu relato, minha cara irmã, é muito parecido com o mesmo de diversas famílias apostólicas, que tiveram suas vidas destruídas pela seita diabólica do Aldo Bertoni.

      Que Deus abençoe a você e aos seus, e estamos em oração pela sua família, para que voltem a ser uma família de verdade, longe da “maldição apostólica”. Aquele é um lugar de destruição, e podemos perceber isso a começar pelas famílias.

      Curtir

  2. Juninho 13/09/2012 às 22:00 #

    Eu tenho nojo de ler os boletins.

    leandrojun2011@bol.com.br

    Curtir

  3. adilson 13/09/2012 às 21:15 #

    ja estou ficando de saco cheio desse povinho idiostolico que nao abrem os olhos e ainda caem na labia desse veio safado oooooooooo povinho ignorante. ainda e capaz desse veio ir pra cadeia e eles ficarem o adorando como se ele fosse um deus taloco meuuuuuuuuu………………

    Curtir

Após seu comentário, digite seu e-mail para que outros participantes tenha a oportunidade de entrar em contato com você.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: