Arquivo | agosto, 2013

O Aniversário do Enganador

31 ago

Aldo Bertoni, o bandidoQue triste situação. Vejam o que o fanatismo faz com as pessoas: adoram, idolatram e parabenizam o homem que os engana, os rouba e os explora há mais de 40 anos. Frutos da escravidão espiritual. Que Deus os ajude a  um dia enxergarem a verdade. No blog acima indicado, vejam quanta besteira dizem de um homem que nenhum deles conhece, um homem cuja vida particular nenhum dos autores daquele blog nada sabem. Enquanto os apostólicos caem em devoção pelo bandido Aldo Bertoni, este os apunha-la pelas costas em todos os dias de sua vida.

Caros amigos e irmãos, nas últimas semanas fui procurado por pessoas que se diziam de um grupo universitário de pesquisa, e inicialmente imaginei tratar-se de gente à procura de conhecer nossa identidade, pois desde que iniciamos esta luta para desmascarar o enganador Aldo Bertoni, muitos apostólicos têm se dedicado muito à tarefa de descobrir quem somos nós, ao invés de irem descobrir quem é o verdadeiro Aldo Bertoni.

Posteriormente, cheguei à conclusão que eram pesquisadores mesmo. Trata-se de estudantes do curso de psicologia de uma importante universidade paulista, e me explicaram qual era o objetivo da pesquisa:  estudar um transtorno psicológico denominado “Síndrome de Trauma Religioso”, cujos diversos sintomas costumam ser observados em pessoas que sofrem de transtornos mentais em decorrência da lavagem cerebral de religiões fundamentalistas, como a pregada pela Igreja Apostólica.

Não sei ao certo como tomaram conhecimento da nossa história, mas me contaram que além da Igreja Apostólica, estão estudando também outras denominações religiosas cujos líderes também foram descobertos cometendo infrações éticas e morais. Por exemplo, estão estudando por que fiéis da Igreja Universal defendem tanto o líder Edir Macedo, quando o homem já até foi filmado ensinado aos seus pastores como arrecadar mais dinheiro dos fiéis.

O caso do Aldo Bertoni é muito mais grave, e se assemelha bastante com o daquele outro falso pastor do Rio de Janeiro, o Marcos Pereira da Silva, que também abusou sexualmente de fiéis prometendo-lhes curas e bençãos. Meu papel nessa pesquisa foi responder a alguns questionários a respeito de como funcionam as coisas na Igreja Apostólica, algo que sei bem pela minha longa experiência na servidão à seita. Me disseram que também tentaram entrevistar alguns apostólicos seguidores do Aldo Bertoni, mas estes ignoraram os pedidos de entrevistas, ou partem para a agressão verbal quando confrontados com determinadas perguntas acerca da sua fé.

Pois bem, como parte do trabalho, e para entender melhor o meio religioso em que vivem as pessoas que parecem sofrer do mal alvo daquele estudo, os pesquisadores tem de frequentar alguns cultos da seitas estudadas. Sugeri que fossem à Sede da Igreja Apostólica hoje, dia 31 de Agosto, aniversário do pilantra Aldo Bertoni, pois veriam ali muito do que o fanatismo religioso pode fazer com as pessoas, mesmo que sejam pessoas estudadas, mentalmente desenvolvidas, como é o caso de muitos apostólicos de hoje em dia.

Aldo Bertoni há anos só é um homem merecedor de respeito para os apostólicos fanáticos que se recusam a conhecer o lado sombrio da vida do falso “santo primaz”. Quem sabe o que Aldo apronta à revelia dos olhos e ouvidos dos apostólicos, sabe que ele não merece qualquer respeito, até mesmo porque ele próprio nunca respeitou ninguém que nele confia. Agora, até o poder judiciário está perdendo a paciência com a enrolação do Aldo Bertoni, que teme muito a sentença que está por vir no processo judicial a que responde por ter abusado sexualmente de diversas fiéis (uma delas ainda está na igreja) e ex-fiéis apostólicas.

Vejam o que foi publicado no Diário de Justiça do Estado de Rondônia do último dia 21/08/2013 (clique na imagem para amplia-la):

Justiça Federal do Estado de Rondônia

Palavras do meritíssimo juiz, Dr. Adip Chaim Elias Homsi Neto: “A defesa tem formulado constantes pedidos de redesignação de audiência, contudo, este Juízo tem uma pauta a cumprir, de modo que não é possível se adequar à situação pessoal de cada um, na realidade, deve ocorrer o inverso. Assim, por derradeiro, redesigno a solenidade para o dia 30/10/2013, às 11 horas, sendo levado em consideração as datas indicadas na petição de fls 101/103”.

Meus caros, este despacho do juiz refere-se à oitiva da nova testemunha de defesa do bandido Aldo Bertoni, que foi arrolada por último com o único propósito de atrasar ainda mais o julgamento. Na tentativa de atrasar ainda mais a sentença, a defesa do Aldo Bertoni vinha requerendo constantes adiamentos da oitiva desta testemunha, pois sabem que sem ouvi-la, não é possível fazer a oitiva do próprio Aldo Bertoni, em São Paulo.

Vejam o que diz o despacho publicado no dia 27/08/2013, no Diário da Justiça Eletrônico, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, ou clique no link para ler a matéria diretamente na Imprensa Oficial:

Diário Oficial do Estado de São Paulo – 27/08/2013

Processo 0079701-74.2011.8.26.0050 – Procedimento Investigatório do MP (Peças de Informação) – Ameaça – J. P. – A. B. – Para que fique ciente do despacho datado de 21/08/2013 para que a defesa informe, no prazo de 24 horas antecedentes à designação da próxima audiência sobre a possibilidade de comparecimento do réu que, não havendo, o Juiz deve ir ao local onde estiver para não procrastinar mais o feito. – ADV: SERGIO GOMES AYALA (OAB 122661/SP), ROSANGELA CRISTINA MARTINS (OAB 285976/SP)

Onde está escrito “J. P.”, leia-se “Justiça Pública”. Onde está escrito “A. B.”, leia-se “Aldo Bertoni”. Os nomes estão abreviados devido ao segredo de justiça decretado para o processo. Vejam, caros irmãos e amigos, que até a justiça já perdeu a paciência com a “enrolação” do Aldo Bertoni. Se nada novo acontecer, de novembro deste ano o julgamento do bandido Aldo Bertoni não passa. Enquanto isso, é líquido e certo que a família Bertoni continuará faturando alto nas costas dos incautos apostólicos.

Não sei qual o resultado do estudo conduzido pelos alunos de psicologia que citei, mas na minha opinião tudo o que está acontecendo na Igreja Apostólica é muito mais do que distúrbios psicológicos provocados pela religião. Na minha opinião, a escravidão que vive o povo apostólico é de cunho espiritual, pois a Bíblia nos fala sobre isso em diversas passagens.

O mais triste é saber que boa parte do povo apostólico neste momento está na Sede, idolatrando o criminoso Aldo Bertoni, ignorando que o homenageado neste mesmo momento está articulando para continuar a enganá-los. Pobre povo apostólico, caminham a passos largos para o matadouro, achando que estão sendo conduzidos para verdes pastos.

Que Deus os ajude, que sejam vitoriosos, e isso acontecerá provavelmente quando Aldo Bertoni vier a falecer, pois caindo o grande ídolo, terão mais chances de enxergar Jesus Cristo acenando para cada um dos apostólicos que hoje estão cegados pelo grade e diabólico ídolo.

Que Deus abençoe a todos nós.

Novas Informações sobre Aldo Bertoni

6 ago

Aldo Bertoni

Atendendo a diversos pedidos de apostólicos e ex-apostólicos que nos escrevem por e-mail, divulgamos as últimas informações que temos sobre o réu Aldo Bertoni.

SAÚDE

Diferentemente do que vários pregadores de mentiras e falsos pastores da Igreja Apostólica estão espalhando, Aldo Bertoni está com a saúde bastante debilitada. Há 15 dias voltou a ser internado, dessa vez numa UTI, por problemas decorrentes de uma pneumonia. Não sabemos se já recebeu alta.

Claro, se você ligar na Sede da igreja (Fone: 11-29417066), vão lhe dizer que tudo está bem, esta é a ordem da farsante e manipuladora Efigênia Joventino aos porteiros da Sede. Mas se você tentar encontrar Aldo na Sede, não encontrará de forma alguma.

PROCESSO JUDICIAL

A respeito do processo judicial referente aos crimes de violação sexual mediante fraude a que responde na justiça paulista, a situação é a seguinte:

1. Desde dezembro passado a juíza do caso vem tentando ouvir Aldo Bertoni. Entretanto, o falso profeta tem feito de tudo para prorrogar ao máximo essa oitiva.

2. Nas três primeiras tentativas, em dezembro do ano passado, e em março e abril deste ano, os advogados do Aldo Bertoni apresentaram atestado médico alegando que o réu não tinha condições físicas de comparecer ao Fórum.

3. Diante do insucesso, em Abril a juíza determinou que Aldo seria ouvido em domicílio, e a audiência domiciliar, em que Aldo Bertoni seria ouvido onde estivesse, em casa ou no hospital, foi marcada para o mês de maio passado.

4. Alguns dias antes da audiência domiciliar, os advogados de Aldo Bertoni protocolaram petição contendo atestado médico informando que Aldo Bertoni sequer conseguia falar, e pedindo o adiamento daquela audiência.

5. Nova audiência domiciliar foi marcada para o último dia 19 de julho. Segundo advogados que tem acompanhado as audiências, a juíza chegou a dizer que Aldo seria ouvido (em julho) “nem que fosse por mímica”, palavras dela.

6. Porém, como era de se esperar, alguns dias antes dessa última audiência, os advogados do Aldo Bertoni protocolaram petição solicitando a oitiva de duas novas testemunhas de defesa, classificada por eles como “cruciais”, moradoras da cidade de Jaru, no Estado de Rondônia. A juíza, se recusar essa oitiva, abrirá caminho para os advogados do “profeta tarado” solicitarem reversão da condenação em segunda instância ou mesmo a anulação desse julgamento, sob a alegação de “cerceamento da defesa”. Já identificamos que as tais testemunhas não passam de fanáticos que nunca conversaram com Aldo Bertoni por mais de 5 segundos de suas vidas, e foram arroladas unicamente porque a justiça de Rondônia é uma das mais lentas do país.

7. A próxima audiência, se os advogados do Aldo não inventarem mais nenhuma desculpa, será no próximo mês de Outubro.

Caros irmãos e amigos, só mesmo os fanáticos apostólicos não conseguem perceber o que está ocorrendo. Será que algum deles saberia nos dizer por que Aldo Bertoni está com tanto medo desse julgamento? Se é inocente, por que não vai lá, dá seu depoimento, e acaba logo com isso? Para nós que não temos mais nossas mentes congeladas pelo fanatismo religioso, é fácil perceber qual a tática do falso profeta, percepção corroborada em conversas que tivemos com diversos advogados que conhecem bem o processo e o funcionamento do Tribunal de Justiça:

A. A morte do réu é a principal causa para extinção do processo. Para os cúmplices do Aldo, melhor será que ele morra sem ser condenado, pois dessa forma será impossível aos apostólicos terem acesso à integra da sentença condenatória, documento que costuma esmiuçar os motivos que levaram o juiz a condenar o réu. Tal documento seria de grande valia para acabar com as dúvidas de muitos apostólicos.

B. A demora na conclusão do julgamento é ótimo para os advogados do Aldo Bertoni. Quem já teve que contratar um advogado sabe que quanto mais demora o fim do julgamento, mais você tem de pagar honorários ao advogado. E quanto mais instrumentos jurídicos o advogado se utiliza para a defesa, mais você tem de pagar. Para quem tiver essa curiosidade, veja no site da Ordem dos Advogados do Brasil, qual o valor mínimo cobrado pelos advogados para defender um réu como Aldo Bertoni. O falso profeta Aldo está metido em tantos rolos, que tornou-se uma mina de ouro para qualquer advogado que pegue suas causas.

Enquanto isso, caros irmãos e amigos, enquanto o próprio Aldo Bertoni sequer sabe o que está acontecendo na Rua Baguari, seus familiares e cúmplices continuam faturando alto em cima do fanatismo da maioria dos apostólicos. Esse mês, por exempĺo, terão faturamento triplicado, por conta da lucrativa festa na Sede.

E assim caminha o Brasil. Lei, só para quem não tem dinheiro.

Oremos pelo nosso Brasil.

Fiquemos todos com Deus.

A propósito: estamos com 1.020 comentários aguardando moderação, e que carecem respostas. Alguns, bem antigos, com data da primeira audiência de julgamento do Aldo Bertoni, em fevereiro de 2012. Informamos que serão liberados aos poucos, conforme nossa disponibilidade. Agradecemos a paciência de nossos comentaristas.