Arquivo | janeiro, 2014

Boletim de 23/01/2014

26 jan

Prezados irmãos e amigos, atendendo a pedidos, divulgamos o Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica de 23 de janeiro de 2014. Para aqueles que não são apostólicos, informamos que este texto é lido e pregado semanalmente nas 270 filiais da Igreja Apostólica como se fosse a própria Bíblia, pois o falso profeta Aldo Bertoni ensina que ele próprio é a “nova bíblia”, canal de comunicação “fresca e atualizada” entre Deus e os homens.

BOLETIM DE 23/01/2014

Como temos dito aqui, semanalmente os Boletins continuam sem assunto novo, sendo mera repetição dos mesmos temas ao longo do ano: começa com o insistente pedido de dinheiro, e termina com alguma mensagem supostamente escrita ou ditada por Aldo Bertoni, algo completamente impossível, pois o falso profeta atualmente encontra-se adoentado e, de acordo com atestados médicos apresentados à justiça para postergar audiências, sem condições físicas e mentais para prestar qualquer tipo de depoimento.

Talvez a grande novidade deste Boletim seja a sua autoria. Até muito recentemente, os escritores do documento eram o falso pastor João Stancey – um dos membros da quadrilha do Aldo Bertoni, um homem que sabe de toda a verdade sobre a falsa santidade do chamado “santo primaz”, conhece profundamente os crimes que Aldo comete contra a igreja, e mesmo assim o defende em troca de benefícios financeiros para si e para seus familiares – e seu assistente José Roberto Rozani, mais conhecido como “Robertinho”, principalmente devido à sua orientação homossexual, e motivado também pelas regalias financeiras que a Igreja Apostólica lhe proporcionam em troca de seu trabalho de ajudar a enganar o povo apostólico.

Entretanto, levando em consideração a estética textual apresentada nos últimos Boletins, podemos considerar que o escritor ou escritores do Boletim agora seja algum outro cúmplice da farsa apostólica. Claro que tais detalhes passam despercebidos pelos cegos e fanáticos apostólicos, mas a nós, que sabemos de toda a verdade sobre os bastidores da Igreja Apostólica, esse pormenor pode trazer algumas revelações importantes.

Perceberam que o texto agora encontra-se muito mais “encorpado” com frases da Bíblia? Viram que o texto está escrito em tom literário diferente do apresentado nos últimos anos? Perceberam que agora as referências bíblicas estão identificadas, com o registro do livro e capítulo de onde o texto foi retirado? Anteriormente isso não era feito por João Stancey, como um incentivo para os apostólicos não procurarem uma Bíblia para lerem o restante do texto, e se agora as referências passam a ser citadas no Boletim, numa clara demonstração de radical mudança de postura do escritor, somos levados a crer mais na troca do escritor do que numa alteração de postura por parte de João Stancey.

Outro recurso que agora é utilizado em larga escala no Boletim é o uso do ponto de exclamação (!) como forma de destacar determinadas afirmações, além do uso constante do ponto e vírgula (;), recursos que nunca estiveram presentes nos textos de João Stancey. Leia o Boletim acima com minúcia e você também perceberá a troca do escritor.

O que terá ocorrido para trocarem de escritor de boletins? Se você tiver alguma informação, escreva-nos: acordapovoapostolico@gmail.com.

Fiquemos todos com Deus.

Anúncios