Arquivo | setembro, 2014

Boletim de 25/09/2014

25 set

Aldo Bertoni morreu há 4 meses, mas parece que nada mudou na Sede da Igreja Apostólica. O poder continua nas mãos dos mesmos corruptos de sempre, que têm o interesse de que tudo seja mantido como está, e o povo apostólico continua dormindo na escuridão de sua cegueira espiritual. Vejam o Boletim desta semana:

*

BOLETIM DE 25/09/2014

* *

Os dois destaques para os quais chamamos sua atenção são os seguintes:

*

Destaque Boletim Igreja Apostólica

* *

Nos parece que os “feudos” existentes na administração da Igreja Apostólica persistem. Vocês se recordam que, em diversos Boletins, Aldo Bertoni mandou dizer que é proibido aos apostólicos realizarem qualquer tipo de curso na área musical que não fosse aqueles ministrados pelos Regentes da Sede?

Sabe qual o motivo daquela ordem? É manter o poder nas mãos de gente corrupta como os senhores João Marcos e Geraldo Nascimento. São homens que sabem de toda a verdade sobre Aldo Bertoni, conhecem a podridão de sua vida particular, suas roubalheiras, e mesmo assim ensinam o povo a crer no falso profeta diabólico. Sabe por quê? Para manterem seus bons salários, casas grátis, carros grátis e viagens grátis por todo o Brasil. Quem não quer um emprego desses, onde você viaja de graça para todo lado, dorme em bons hotéis, come em bons restaurantes, e a única coisa que precisa fazer é ensinar coisas triviais a músicos amadores, que tem a obrigação de lhe obedecer em tudo?

Aldo Bertoni morreu, mas eles continuam no poder, como podemos ver na nota acima. É do conhecimento de todos que os corais e orquestras do interior se desenvolveram muito nos últimos anos, principalmente graças à teimosia de muitos regentes e músicos, que contrariaram Aldo Bertoni e seus cúmplices e foram buscar estudos fora da igreja. Como existem, em muitas congregações do interior, regentes muito melhores, com muito mais talento e técnica mais refinada, o único jeito desses regentes corruptos da Sede manterem seu poder é na base da “canetada”.

Mas a pior hipocrisia deste Boletim está no destaque abaixo:

 

Destaque Boletim da Igreja Apostólica

* *

Vejam quantas mentiras são ensinadas ao povo apostólico. Agora estão dizendo que Aldo Bertoni “sempre recomendou que os casais se respeitassem e não pensassem em separação”. Ora essa, só mesmo os apostólicos mais ignorantes é que acreditam em tal afirmação. 

Boa parte dos apostólicos se acham muitos espertos, principalmente estes que com frequência nos atacam com mentiras a respeito de pessoas que deixaram a Igreja Apostólica por descobrirem toda esta podridão. Se acham tão espertos, mas ignoram que Aldo Bertoni só era casado no papel, pois sua esposa Dulce o havia abandonado há muitos anos, desde quando descobriu que Aldo possuía filhos fora do casamento. Quanta hipocrisia! Dizem que Aldo Bertoni recomendava não se separarem, mas ele próprio era separado da esposa, por traição à mesma! Podemos chamar isso de “respeito mútuo”, como está no Boletim?

E vejam que também É MENTIRA quando seus cúmplices dizem que Aldo Bertoni ensinou os casais a não se separarem. Se isso fosse verdade, poderíamos dizer que boa parte dos apostólicos são rebeldes, pois estão se tornando raros os casos de jovens apostólicos cujos casamentos duram mais que alguns poucos anos. Além do mais, sabem o que Aldo Bertoni recomendou à jovem abaixo, quando esta foi atendida pelo falso profeta em sua sala?

*

Ilmara Bonatto, outra amante do Aldo Bertoni

* *

Sim, esta é Ilmara Rosa Bonato, para quem não se lembra ou nunca acompanhou este Blog. Ex-frequentadora das congregações de Panorama (SP), Presidente Epitácio (SP) e Monte Mor (SP). Era casada com Eurico Rogério Minoru Riogi, com quem tem uma filha, e foi à São Paulo conversar com Aldo Bertoni porque desconfiava que o marido, que estava trabalhando no Japão, estava traindo-a. Chegou à Sede de ônibus, com pouco dinheiro, e admiravelmente foi atendida bem rápido por Aldo Bertoni. Quando expôs seu problema, sabe qual foi a resposta de Aldo Bertoni? “SEPARE-SE DELE, E FIQUE COMIGO”. Perguntamos aos apostólicos: vocês acham que o mesmo homem que recomendou isso à moça, pode ser esse que o Boletim se refere e diz ensinar aos casais apostólicos para não se separarem?

Alguns dias depois, os funcionários da Sede perceberam que a fiel pobrezinha, que havia chegado há pouco com praticamente apenas as roupas do corpo, passou a circular em dois carrões de propriedade de Aldo Bertoni, com motorista particular, passou a ostentar roupas caras e foi morar próximo ao bairro do Butantã, onde Aldo Bertoni possuía propriedades.

Ilmara Bonato é a pessoa que você pode ver no vídeo abaixo, que foi gravado por um detetive pago por nós, e flagrou Aldo Bertoni saindo da casa da moça por 3 madrugadas seguidas, entre os dias 25 de junho e 1º de julho de 2009, que você pode assistir abaixo:

*

* *

Jesus condenou veementemente os fariseus hipócritas, que submetiam o povo a enormes sacrifícios, mas eles mesmos não seguiam nada do que pregavam. Fujam desse servo de satanás, caros irmãos apostólicos, enquanto é tempo. Chegará o tempo em que você não terá mais a oportunidade de dizer a Deus que o adora em espírito e em verdade, ao invés de adorar esse ídolo diabólico chamado Aldo Bertoni.

Que Deus abençoe a todos nós.

Boletim de 18/09/2014

18 set

Mais uma contradição da Igreja Apostólica

Mais uma contradição da Igreja Apostólica que nenhum apostólico sabe explicar: se os Boletins são fonte de doutrina, por que o conjunto de todos os Boletins antigos não estão disponíveis para consulta do povo apostólico? Leia a resposta no texto abaixo.

* * *

Caros irmãos e amigos, divulgamos o Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica desta semana, de autoria dos farsantes João Stancey e José Roberto Rozani.

*

BOLETIM DE 18/09/2014

* * *

São pessoas que sabem de toda a farsa sobre Aldo Bertoni, e mesmo assim continuam mentindo para você. Portanto, são pessoas que não merecem nosso respeito.

Como sempre, nada novo, apenas palavras bonitas escritas com objetivos escusos, escritas por pessoas hipócritas, cujo único interesse é amealhar a sua oferta para continuarem no conforto em que vivem.

O texto é tão repetitivo, que se o explorarmos novamente, nossa postagem também se tornará repetitiva.

Talvez o único destaque que possamos fazer sobre este Boletim seja o tema intitulado Os Ensinos de Jesus e da Santa Vó Rosa são a garantia da felicidade e da vitória do povo apostólico. Vejam que nesse texto, afirmam o seguinte:

“Através dos Boletins Internos de nossa igreja, publicados semanalmente, o santo irmão Aldo nos deixou ensinos preciosos…”.

Ocorre que os Boletins antigos não estão disponíveis para consulta de nenhum apostólico. Ora, como uma publicação pode ser fonte de consulta de ensinos, se ninguém tem acesso à ela?

*

Mas sabe porque isso acontece? É para que você, fiel apostólico, possa ser manipulado com mais facilidade. Como ninguém tem acesso aos supostos ensinos de Aldo Bertoni, tais ensinos podem ser modificados ao sabor das novas ideias dos corruptos da Sede. Também serve para mascarar as contradições existentes na falsa doutrina apostólica.

*

Quer um exemplo? Lembra-se de um determinado Boletim, em que Aldo Bertoni proíbe totalmente que fosse divulgado qualquer material na internet à respeito da Igreja Apostólica, que não fosse através do site da própria igreja? Aldo deu essa ordem porque não lhe interessava ser conhecido pela sociedade, sempre morreu de medo, por exemplo, da imprensa. Mas foi só o homem ficar doente, deram um jeito de sumir com esse Boletim, e a ordem do falso profeta foi esquecida.

Outro exemplo é aquele Boletim em que Aldo Bertoni ordena aos fiéis apostólicos que REPUDIEM E SE AFASTEM DE QUALQUER PESSOA QUE “FALAR MAL” DELE, MESMO QUE SEJAM FAMILIARES OU AMIGOS ÍNTIMOS. Se alguém conseguir resgatar os Boletins antigos, achará essa ordem. É de uma hipocrisia brutal ler nos Boletins atuais que os “apostólicos devem ser amorosos com todos”, quando o próprio profeta diabólico ordenou a divisão familiar e entre amigos simplesmente por estes ousarem dizer a verdade sobre ele.

Que Deus possa abrir os olhos de nossos pobres e cegos irmãos apostólicos.

Fiquemos todos com Deus.

O Ainda Poderoso Chefão

16 set

Hélio Viana da Rocha - contador da Igreja ApostólicaHélio Viana da Rocha – o homem que, de fato, mandava na Igreja Apostólica há vários anos

* * *

Caros irmãos e amigos, nas nove postagens anteriores, você pôde conhecer melhor quem são os eleitos para sucederem o falso profeta Aldo Bertoni na direção da Igreja Apostólica.

Entretanto, quem ainda manda na igreja, de fato, é o sobrinho do Aldo Bertoni. Mesmo sendo tão próximo do seu tio, a ponto de Aldo lhe passar procuração para movimentar todas as contas da igreja e até mesmo suas próprias contas pessoais, incluindo aí sua aposentadoria, Hélio nunca foi apostólico. É dono do maior salário da Igreja Apostólica, e mesmo assim não crê em nada do que sempre foi pregado ali.

Nos últimos anos, Aldo Bertoni estava mais interessado em curtir a vida, se relacionar com suas namoradas, aumentar e exibir sua coleção de carros antigos, usufruir do dinheiro desviado da Igreja Apostólica. Quem cuidava da “operação”, era ele, seu sobrinho, advogado e técnico contábil. Pergunte a qualquer funcionário ou ex-funcionário da Sede ou das lanchonetes Baguari e Canarinho, e eles lhes confirmarão o que estamos dizendo.

Muito curioso: Aldo Bertoni nunca confiou em nenhum apostólico fiel e sincero, daqueles que oravam para ele, mas confiava piamente em um familiar que nunca creu em sua suposta santidade. Será que algum apostólico saberia explicar por quê? Veja aqui a procuração que Aldo Bertoni passava para seu sobrinho fiel e querido, anualmente:

*

PROCURAÇÃO ALDO BERTONI – HÉLIO VIANA DA ROCHA

(clique para baixar)

* * *

Sabe por quê Hélio nunca acreditou em seu tio? Pelo simples motivo de que Hélio conhecia Aldo Bertoni em sua intimidade. Como é tão desonesto e pilantra como o tio, administrava e ainda administra o patrimônio da igreja em favor de sua família.

Creiam no que estamos dizendo: o conselheiro que não se enquadrar nas ordens e desmandos do sobrinho do falso profeta, não durará muito tempo no cargo.

Em breve, postaremos novas matérias sobre esse homem.

Os Eleitos: O Conselheiro Ministerial

15 set

José Francisco de PaulaJosé Francisco de Paula

Conselheiro Ministerial

* * *

Segundo o Artigo 13 do novo Estatuto da Igreja Apostólica, compete ao Conselheiro Ministerial chefiar os regentes, pregadores, pastores, diáconos e diaconisas da igreja. É o responsável, também, pela elaboração da escala das pregações no interior.

Zé de Paula, como é chamado, é oriundo do Estado do Paraná, e sua característica marcante, que lhe garantiu um bom cargo no escritório da igreja, era ser extremamente fanático e puxa-saco do Aldo Bertoni. O falso profeta sempre gostou de funcionários assim, gente que mesmo vendo coisas estranhas, nada questiona e obedece piamente a toda e qualquer ordem.

Não era do time dos corruptos, e até onde sabemos, não leva vantagem direta com as ofertas dos apostólicos. Mas podemos dizer que deixou de ser considerado um homem honesto a partir do momento em que mesmo vendo com os próprios olhos toda a corrupção e as mentiras praticadas por Aldo Bertoni, se calou para manter seus benefícios financeiros, como o bom salário que somente uma “igreja pobre” poderia lhe pagar, o aluguel de confortável apartamento nos arredores da sede da igreja, emprego na igreja para alguns de seus familiares, além de outros benefícios menores, como refeições grátis no Restaurante Canarinho, viagens grátis por todo o Brasil, etc.

É um dos “comprados” por Aldo Bertoni, que sempre adotou essa prática de trazer pessoas fanáticas do interior, que em suas cidades natal não teriam muitas condições de construir suas vidas, para trabalhar no escritório da igreja. Podem reparar: hoje, a maior parte dos funcionários da Sede, são apostólicos do interior, que substituíram gente de São Paulo que sabia demais para permanecer calados em seus cargos.

Zé de Paula também é um dos autores da famigerada “Cartilha para Obreiros”, lançada por volta do ano de 2006, que você pode relembrar acessando o link abaixo:

CARTILHA PARA OBREIROS (clique aqui para baixar)

É autor de algumas frases e ensinamentos absurdos, principalmente sabendo que vem de alguém que teve todas as oportunidades de ver com os próprios olhos que tudo o que é ensinado na Igreja Apostólica é a mais pura mentira. Vejamos algumas pérolas do Conselheiro Ministerial da Igreja Apostólica:

1.O irmão Aldo é a cabeça do corpo que é a igreja(página 2 da cartilha). Jesus ensinou que ELE, e somente ELE, é a cabeça da igreja.

2. A santa vó Rosa é a coluna principal desta obra aqui na Terra e continua em espírito e como Deus sempre precisou de um representante num corpo físico, ela preparou o irmão Aldo, dando continuidade neste governo com toda a segurança, por isto a santa vó Rosa garante a vida física do nosso estimado irmão Aldo, seu sucessor (página 4 da cartilha). O que aconteceu, Sr. José Francisco de Paula? Rosa deixou de “garantir a vida física” do seu imundo sobrinho Aldo Bertoni?

3. Vejam como Zé de Paula é contraditório em sua cartilha: primeiro, na página 8, afirma que em 1967 (três anos antes de Rosa morrer), o falecido Bispo Eurico já havia dito, numa aula aos obreiros, que Jesus revelou através da vó Rosa que havia uma única possuidora dos dons e qualidades dela, inclusive era um sobrinho da própria vó Rosa. Mas vejam que logo em seguida, na página 9, diz que pouco antes de morrer Rosa sondou muitos obreiros de nossa igreja para ver se podia fazer algum deles o seu sucessor. Oras, que contradição é essa, Sr. Zé de Paula? Se Rosa já sabia que seu sucessor seria o seu sobrinho, como o sr. mesmo afirma na página anterior,  por qual motivo afirma que Rosa sondou obreiros em busca de um sucessor? Poderia explicar tamanha contradição ao povo apostólico que nos lê?

 4. Na mesma página 9, Zé de Paula afirma que o sucessor da vó Rosa teria que “ser forte para para resistir aos apelos materiais e morais que a vida iria lhe oferecer“. Então, como explicar o súbito enriquecimento pelo qual passou o ex-taxista Aldo Bertoni, após ser incluído como diretor nos estatutos da Igreja Apostólica? E os filhos fora do casamento que Aldo Bertoni possui, como explicá-los, Sr. José Francisco de Paula? Estes não são sinais de que tudo  não passou de uma farsa, já que Aldo não resistiu a nenhum “apelo” material e moral que a vida lhe ofereceu?

5. “Cumpriu-se no irmão Aldo, a palavra de Jesus que diz [Haverá um só rebanho, e um só Pastor]– página 12 da cartilha. Parece-nos que o Sr. Francisco de Paula só se esqueceu de ler o restante da fala de Jesus, em João 10:16. Antes dessa fala, por duas vezes, nos versículos 11 e 14, Jesus diz que ELE próprio é o único Pastor. Poderia explicar aos nossos leitores, Sr. Chefe dos pastores apostólicos, por qual motivo está torcendo a Palavra de Deus?

6. Na página 13, o agora Conselheiro Ministerial da Igreja Apostólica afirma que “quem vê o irmão Aldo, está vendo a Deus“. Mais uma absurda blasfêmia contra o Senhor Jesus Cristo. Mais uma vez, roubam mais um atributo de Jesus para o imundo ídolo Aldo Bertoni.

Há muitos outros apontamentos que podemos fazer nos textos de co-autoria do Sr. Zé de Paula, mas deixaremos para fazê-los em outra oportunidade.

Percebem, caros irmãos e amigos, por que não vemos qualquer expectativa de mudança, da mentira para a verdade, nas ações do Conselheiro Ministerial da Igreja Apostólica?

Os Eleitos: O Conselheiro Patrimonial

14 set

Luiz Carlos dos SantosLuiz Carlos dos Santos

Conselheiro Patrimonial

* * *

Luiz Carlos dos Santos, juntamente com Wagner Ormanji, são os dois “novatos” na administração da Igreja Apostólica. Também nunca fez parte da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, aquele grupo de pessoas que mesmo sabendo de todas as mentiras a respeito do “santo primaz”, sustentavam essas mentiras junto ao povo apostólico, especialmente aqueles do interior, em troca de benefícios financeiros pessoais que o falso profeta lhes concedia.

Sua eleição também foi uma péssima notícia para os quadrilheiros, especialmente para Hélio Viana da Rocha, que mantém o controle sobre a maior parte dos integrantes do Conselho Deliberativo. Para seu lugar, a intenção era eleger José Caffaro Neto, outro que mesmo sabendo de toda a sujeira, se mantém calado apenas para manter seus benefícios pessoais, como salário e o aluguel de seu apartamento. Mas, quando aberta as urnas, o resultado foi inverso ao que esperavam os quadrilheiros.

Luiz Carlos sempre foi mais um inocente, assim como éramos nós, que procurava ajudar de todas as formas a “santa igreja”, e há muitos anos era pregador voluntário da Igreja Apostólica, sem qualquer vínculo empregatício.

Há alguns anos, Aldo Bertoni se valeu de uma tragédia familiar para “capturar” de vez o coração de Luiz Carlos: seu filho adolescente morreu vítima de um acidente automobilístico. Segundo muitos irmãos apostólicos, se envolveu em um “racha”, e perdeu a vida.

Aldo Bertoni era expert em nos enganar. Sabia aproveitar todas as oportunidades e toda a nossa fragilidade para nos fanatizar. E foi isso que Aldo fez com Luiz Carlos: se aproveitou da dor pela qual passava Luiz Carlos, para dizer que havia conversado com o espírito de seu filho morto, e que ele estava muito bem, no céu.

Imagine você, fiel nas mentiras do Aldo Bertoni, passando pela dor da perda de um filho, receber uma notícias dessa do homem que dizia ir ao trono de Deus conversar com o próprio Pai? Era reconfortante demais! E foi a partir desse momento, que Luiz Carlos aumentou sua devoção por Aldo Bertoni, numa busca por conforto para sua alma, pela imensa perda sofrida.

Aldo Bertoni sabia muito bem como nos enganar. Não foi à toa que escondeu suas mentiras por quase 40 anos.

Agora imagine a situação atual, onde um homem honesto como Luiz Carlos assume responsabilidades na administração da Igreja Apostólica. De acordo com o Artigo 14 do novo Estatuto da igreja, compete a Luiz Carlos gerir todo o ativo imobiliário da igreja.

E agora? Como agirá Luiz Carlos, diante da descoberta de que a maior parte dos imóveis doados para a igreja, estão no inventário do Aldo Bertoni? O que fará quando descobrir, por exemplo, que a Igreja Apostólica paga aluguéis para a própria família Bertoni, por imóveis que eram da igreja e hoje estão no nome do falecido Aldo?

São perguntas como essas que nos fazem crer que Luiz Carlos, assim como Wagner Ormanji, não durarão muito tempo em seus cargos, ao menos enquanto a administração da igreja estiver entupida de corruptos cúmplices do bandido Aldo Bertoni.

Os Eleitos: O Conselheiro Contábil

13 set

Carlos Alberto Trevisan

Carlos Alberto Trevisan

Conselheiro Contábil da Igreja Apostólica

* * *

Quando Aldo Bertoni ingressou de fato na diretoria da Igreja Apostólica, em 1978, o chamado “pastor Trevisan” era o contador da igreja, homem da confiança do Bispo Eurico. Sua formação é de técnico contábil, mas a verdade é que não entende nada de contabilidade. Depois que Aldo assumiu, começou a procurar formas de substituir pessoas que eram da confiança do presidente da igreja, e Eurico era obrigado a aceitar essas trocas, afinal, era “ordem da vó Rosa”.

Na primeira vez que em que Trevisan cometeu um erro relevante, Aldo aproveitou para substituí-lo, e em seu lugar colocou Fêgo Camargo, irmão da falecida apresentadora Hebe Camargo, e que era seu “amigo de bebida”. Fêgo ficou pouco tempo na contabilidade da igreja, e então Aldo Bertoni trouxe Hélio Viana da Rocha, recém casado com sua sobrinha Sueli Bertoni Viana, homem que ainda hoje é o mais poderoso na Igreja Apostólica. Vale destacar que, na época, Hélio possuía apenas o curso técnico em contabilidade, mesma formação de Trevisan.

Desde que foi afastado da contabilidade da igreja, Trevisan exercia apenas a função de pastor. Foi afastado também dessa função quando se envolveu em um episódio polêmico: impediu uma noiva de se casar na sede da igreja alegando que ela estava “maquiada demais”. A igreja foi processada e teve que pagar 60 mil reais aos noivos. Detalhe: a noiva é irmã de um funcionário do escritório da igreja, chamado Natanael Soares.

*

Trevisan impede noiva de se casar - Igreja Apostólica

RELEMBRE O CASO DA NOIVA CLICANDO AQUI

* * *

Na época, vários veículos da imprensa tentaram ouvir representantes da igreja, mas como Aldo Bertoni sempre morria de medo de repórteres, escalou o atual presidente da igreja, José Solyom, para ficar na porta da igreja recebendo os repórteres. Em outras palavras: Aldo Bertoni exigia disciplina dos apostólicos, mas não era homem para defender essa disciplina perante a sociedade. Deixava essa função para os tapados fanáticos.

Aldo Bertoni sempre descartou qualquer um que ameaçasse o sossego do seu “reinado”, e dessa vez não foi diferente: afastou Trevisan de todas as suas funções, que acatou as ordens sem reclamar. Desde então, era um simples membro que aos domingos se sentava nos últimos bancos da sede da igreja.

Portanto, caros irmãos e amigos, Trevisan também não representa qualquer perigo à quadrilha do Aldo Bertoni, por ser apenas “massa de manobra” dos corruptos.

Os Eleitos: O Conselheiro Financeiro

12 set

Orlando Arantes

Orlando Arantes Marques

Conselheiro Financeiro da Igreja Apostólica

* * *

Orlando Arantes era motorista de ônibus urbano da cidade de São Paulo, até ser “convocado” pela Missionária Odete para ser pregador. Desde o princípio, sempre foi extremamente fanático e “puxa-saco” da “santa direção”. Talvez seja um daqueles pregadores que mais trouxeram “comunicados” do interior. 

Tanta “devoção” lhe proporcionou alguns bons benefícios financeiros concedidos por Aldo Bertoni: arrumou emprego na igreja, que lhe paga muito mais do que a empresa de ônibus, e ainda ganhou o aluguel de uma casa bem em frente à porta de serviços da Sede da Igreja Apostólica. Sua garagem fica exatamente em frente à porta da sala onde Aldo Bertoni realizava suas práticas criminosas, na sede da igreja.

Mas vejam que esse fanatismo sempre aparentou ter seu fundo de interesse: há alguns anos atrás, a filha de Orlando Arantes, juntamente com seu genro, abriram um “boteco” na Rua Tuiuti, no mesmo quarteirão onde ficava a antiga sede da Igreja Apostólica. Quem passasse por lá em alguns dias da semana à tarde, poderia encontrar Orlando Arantes atrás do balcão, servindo “uma Brahma” aos clientes de sua filha. Alguns meses mais tarde, não sabemos se pelo negócio não ter dado certo ou se pela má exposição que o bar estava concedendo à família Arantes perante muitos apostólicos que passavam por ali, o bar foi fechado. Será que alguém realmente fanático serviria cerveja aos fregueses de sua filha, como nós mesmos presenciamos algumas vezes?

No escritório da igreja, Orlando era conhecido como “a pele mais fina do saco do Aldo Bertoni”, segundo relatos dos próprios funcionários da igreja. Também era chamado de “Bispo 2”, pois em suas pregações tentava imitar o falecido fundador da Igreja Apostólica, o “Bispo” Eurico Mattos Coutinho.

Justamente por esse fanatismo e “puxa-saquismo” (com o perdão do uso da palavra inexiste em nosso vocabulário), Orlando foi nomeado por Aldo Bertoni como Tesoureiro da igreja, função que exercia há muitos anos. Mas não pense que Orlando tinha qualquer poder sobre as finanças da igreja, sua função era simplesmente coordenar as prestações de contas dos pastores e pregadores. Quem realmente sempre fez movimentações financeiras da igreja eram Aldo Bertoni, seu sobrinho Hélio Viana da Rocha e seu assistente José Roberto Rozani, o vulgo “Robertinho”.

Sendo seu fanatismo real ou não, não temos qualquer esperança de Orlando Arantes ser alguém que busque a verdade na direção da Igreja Apostólica. Sua função será apenas continuar a ser manipulado pelos verdadeiros bandidos, o “núcleo duro” das falcatruas do Aldo Bertoni, que são o quinteto João Stancey, Efigênia Joventino, Hélio Viana da Rocha, José Roberto Rozani e Valdemar C. Santos. 

Boletim de 11/09/2014

11 set

No Boletim de mentiras desta semana, como sempre, nada de novo para a edificação das famílias apostólicas, apenas a mesma ladainha repetitiva que observamos há anos na Igreja Apostólica.

*

BOLETIM DE 11/09/2014

* * *

Como sempre, o documento é aberto com o assunto que realmente interessa aos cúmplices do Aldo Bertoni: pedido de dinheiro! Parece besteira, mas observem que a ordem dos temas denota o que é prioridade para quem escreve o Boletim.

Escrevem no Boletim: Saibam que suas contribuições são de grande valor para a obra desta igreja (…). Mas é óbvio que as ofertas são de grande valor, afinal, sem elas, como é que vão manter as regalias dos cúmplices do profeta bandido? Como vão pagar o aluguel e condomínio dos confortáveis apartamentos dessa gente? Como vão pagar a faculdade dos filhos deles? Como vão bancar as viagens grátis interior afora? Não tem como as contribuições não possuírem “grande valor” para essa gente corrupta, que esconde a verdade dos apostólicos do interior em troca dessas regalias. Podem até se arregalar aqui, mas não temos a menor dúvida de que Deus lhes cobrará a fatura pelo que estão fazendo com tantas pessoas inocentes.

O segundo destaque é o lançamento do “Formulário para Falecimento”. Como agora ofício é liberado para todos, e não apenas para aqueles que puxavam o saco do Aldo Bertoni, estão tentando apenas tomar conhecimento de quem foram os mortos agraciados com o “santo ofício”.

Palavra de Deus, a Bíblia

Caros irmãos e amigos, quem conhece a idoneidade e os interesses dos escritores desse Boletim, sabem que essas palavras foram escritas para enganar e iludir, mesmo parecendo ser lindas palavras. Nossos pobres irmãos apostólicos continuam engolindo veneno como se fosse o “manjar dos deuses”, e fazem isso porque desconhecem o alimento bom, que fortifica e cura a alma. Quando não conhecemos a boa comida, a ruim parece boa, e é justamente isso que acontecia conosco quando também éramos enganados por Aldo Bertoni e sua quadrilha.

Persistamos na oração pela libertação de nossos pobres e enganados irmãos apostólicos.

Fiquemos todos com Deus.

Os Eleitos: O Conselheiro Administrativo

10 set

João Stancey

João Stancey

Conselheiro Administrativo da Igreja Apostólica

* * *

Imagine a seguinte situação: você tem um galinheiro, e estão sumindo galinhas. A suspeita é que raposas estão subtraindo suas galinhas. Então você tem a brilhante ideia de colocar alguém para vigiar o galinheiro, e quem você escolhe? Uma raposa.

Imaginou a situação acima? Então você também deve conseguir imaginar o que continuará acontecendo com suas galinhas, correto?

Pois bem, é exatamente isso que fizeram quando escolheram João Stancey para ser o Conselheiro Administrativo da Igreja Apostólica. De acordo com o Artigo 12 do novo Estatuto da Igreja Apostólica, compete ao Conselheiro Administrativo ser o chefe dos Recursos Humanos. É o responsável por contratar e demitir funcionários.

Antes de ser chefe de alguma coisa, João Stancey já era o “pastor” que mais emprega familiares na Igreja Apostólica. Seu filho João Stancey Filho, sua filha Rosana Stancey e seu genro João Marcos Antônio de Campos são todos dependentes das ofertas dos apostólicos. Imagine agora então!Quantos familiares não serão admitidos a partir de agora, que Stancey é o “todo poderoso” do RH da igreja?

*

Famíllia Stancey - Igreja Apostólica

Quase a família toda empregada na igreja. É um caso para fazer notícia sobre nepotismo em órgãos públicos parecer brincadeira!

* * *

Caros irmãos e amigos, vocês acham que uma família tão dependente das finanças da igreja iriam contar a verdade sobre Aldo Bertoni ao povo apostólico? Nunca! Como não são pessoas que conhecem a Palavra e o Amor de Deus, não espere esse tipo de atitude nobre da parte deles!

João Stancey é o escritor dos Boletins há 15 anos. Há pelo menos 10 anos, escrevia o texto e colava a assinatura digitalizada do Aldo Bertoni, muitas vezes sem que o falso profeta ao menos soubesse o que estava escrito ali. Nesse período, Aldo estava mais preocupado com seus hobbies preferidos, carros e mulheres, nessa ordem. Nos últimos anos, quem mandava no Boletim eram João Stancey e Efigênia Joventino, com a colaboração e revisão de José Roberto Rozani, o “Robertinho”.

Seu filho, chamado João Stancey Filho, e conhecido como “Joãozinho”, foi motorista do Aldo Bertoni por muitos anos. Sabe de tudo, pois era quem dirigia o carro do patrão para a casa das amantes, sabia que Aldo andava armado no carro, sabia que tudo sobre sua suposta santidade era uma farsa.

“Joãozinho” estava com Aldo quando foram assaltados no dia 30 de Março de 2001, portanto, é um dos que sabem de todas as falcatruas do falso profeta e se cala para o povo apostólico, mente para o povo, em troca de manter seu emprego, sua bela casa cujo aluguel é paga com ofertas dos irmãos, e todas as suas demais regalias.

RELEMBRE O CASO DO ASSALTO CLICANDO AQUI

Outro fato bastante interessante e que com certeza não é de conhecimento do povo apostólico, é a sociedade entre a família Stancey e Aldo Bertoni.

*

Strauss - Aldo BertoniCLIQUE AQUI PARA OBTER O DOCUMENTO COMPLETO

* * *

Sim! Já foram sócios numa empresa de viagens chamada STRAUSS AGÊNCIA DE VIAGENS E TURISMO LTDA. Eram sócios Aldo Bertoni, Rosana Stancey e João Marcos. Essa empresa encontra-se em processo de dissolução, entretanto, responde a ação na justiça por conta de um acidente com um ônibus da sua frota, no Paraná, em 1996, que acabou matando uma passageira e ferindo gravemente outros sete passageiros, entre eles o autor da ação, que moveu um processo solicitando indenização contra a agência Strauss e seus sócios, entre eles, Aldo Bertoni.

*

Processo Strauss - Igreja Apostólica

Clique na figura para aumentá-la. Você também pode consultar o processo diretamente no site do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

* * *

Entendem os motivos que levam a família Stancey a defenderem Aldo Bertoni, mesmo conhecendo toda sua sujeira e podridão? Dinheiro! Este é o maldito motivo pelo qual ajudam a enganar todo o povo apostólico, especialmente os irmãos do interior.

Juntamente com Efigênia Joventino, podemos dizer que João Stancey faz parte da “banda podre” do Conselho Deliberativo da Igreja Apostólica.

Os Eleitos: A Segunda Secretária

9 set

Efigênia JoventinoEfigênia Joventino

Segunda Secretária da Igreja Apostólica

* * *

Agora começamos a falar sobre a banda podre do Conselho Deliberativo da Igreja Apostólica. Se existisse um ranking enumerando quem está mais envolvido com a corrupção e a mentira na Igreja Apostólica, Efigênia estaria entre as primeiras pessoas desta escala.

Efigênia sempre fez parte do tripé que sustentou os crimes do Aldo Bertoni. Efigênia sabe de tudo, tudo e mais um pouco, sobre o que Aldo aprontava: sabe sobre suas amantes, sabe que ele se aproveitava sexualmente de fieis inocentes, sabe que ele financiava as drogas do filho Alex com dinheiro das ofertas, sabe que as lanchonetes Canarinho e Baguari eram utilizados para desviar recursos da igreja. Enfim, podemos dizer que Efigênia Joventino é uma das mais fiéis cúmplices do criminoso Aldo Bertoni.

Ela também é a responsável pela “onisciência” do falso profeta. Por ser uma “leva e trás” profissional, e por passar boa parte do seu tempo atendendo telefonemas das congregações do interior, Efigênia montou um poderoso sistema de informações que lhe permitia saber sobre quase tudo o que acontecia com as famílias apostólicas.

Um de nossos irmãos, quando descobriu a verdade sobre Aldo, foi tentar falar com ela e obter mais explicações. Sabem o que ela fez? Simplesmente o ignorou, era como se ele falasse com o vento. Nosso irmão, ficando nervoso e indignado pelo tratamento recebido, pressionou-a contra a parede, e então ela se manifestou, chorando, admitindo ser tudo verdade, mas que ela não tinha outra opção pois dizia também ser ameaçada pelo Aldo.

Vocês acreditariam nessa história? Nós também fomos ameaçados por Aldo Bertoni e seus capangas, e nem por isso passamos a apoiá-lo em seus crimes contra o povo apostólico. Isso não passa de conversa para tentar justificar sua falta de ética, seu mau caráter. Quem é honesto, sempre será independentemente da situação em que vive.

*

Efigênia Joventino TranstornadaLembra-se desse flagrante? Refresque sua memória clicando no link abaixo:

A Face do Transtorno

* * *

Há muitos anos Efigênia sequer assistia às reuniões junto com o povo. Normalmente ficava trancada com Aldo Bertoni em sua sala enquanto acontecia a reunião, e só saia de lá para dar algum recado ao pastor. O que faziam juntos? Possivelmente trocando informações sobre acontecimentos no interior, para Aldo poder dar suas “profetadas”.

Isso nos faz lembrar de um caso: há alguns anos a congregação de Americana (SP) passou por uma grande reforma. Entre os detalhes da obra, houve até a mudança de local onde o púlpito estava instalado. Nós vimos quando um dos irmãos membro de Americana chegou e contou para Efigênia como estava ficando a igreja. Ela ouviu atentamente, e entrou para dentro da sala.

Ao final da reunião, Aldo Bertoni saiu na porta que dá acesso ao escritório da igreja. Então o irmão responsável pela obra entrou na fila para cumprimentá-lo, e quando chegou sua vez, antes de dizer qualquer coisa, Aldo lhe disse que a “vó” tinha lhe mostrado como estava ficando a igreja e teve a cara de pau de elogiar a mudança do púlpito de lugar! O pobre irmão ficou maravilhado, espantado, com a suposta “onisciência” do Aldo Bertoni.

Logo depois, esse irmão veio nos falar, todo feliz e contente, que “a vó Rosa tinha mostrado a obra ao primaz e ele havia aprovado”. Nós tínhamos visto que, na verdade, outro irmão já tinha contado para Efigênia o que estavam fazendo naquela obra, mas como também éramos fanáticos e desejávamos ver o engrandecimento do nome do Aldo Bertoni, ficamos quietos para não estragar a alegria e a fé do irmão de Americana.

Este exemplo que vivenciamos, caros irmãos e amigos, mostra como era o “modus operandi” da dupla Aldo & Efigênia. Sorrateiramente a informação é obtida de um lado, e depois é utilizada para fomentar a crença de outras pessoas. E assim criou-se a lenda do “santo profeta”.

Inquerito Efigenia Joventino

Essa sabe das coisas. Sempre esteve diretamente envolvida em todas as negociatas do seu patrão, feitas com dinheiro desviado da Igreja Apostólica. Se acontecesse um milagre e ela se tornasse uma pessoa honesta e resolvesse contar aos apostólicos tudo o que sabe, não sobraria pedra sobre pedra na falsa crença da “santidade” do bandido Aldo Bertoni.

* * *

Efigênia também é uma das mulheres mais bocas sujas com quem tenhamos conversado. Certa vez, sem querer, ouvimos alguns minutos de sua conversa com o filho do João Stancey, o motorista Joãozinho. Era um tal de “filho da p***” para cá e para lá, para deixar qualquer cristão horrorizado. Aprendeu direitinho com seu “patrão”, que longe dos ouvidos apostólicos, adorava usar palavreado torpe e de baixo calão.

Não temos dúvida alguma de que Efigênia Joventino está no Conselho Deliberativo apenas para continuar a encobrir a corrupção e as mentiras do seu falecido patrão.

Os Eleitos: O Primeiro Secretário

8 set

Nilson CairolliNilson Bittencourt Cairolli

Primeiro Secretário da Igreja Apostólica

* * *

Nilson Cairolli é uma das figuras mais conhecidas na Igreja Apostólica. Casado com a filha dos fundadores da igreja, sempre foi bem quisto por todo o povo apostólico não apenas pelo seu parentesco importante, mas também porque possui boa oratória, discurso eloquente e sabe fazer uma oração daquelas para quase fazer o povo chorar.

Nilson é um daqueles curiosos casos onde se misturam uma dose exagerada de fanatismo religioso com o uso do povo apostólico para a exploração de benefícios particulares. Não acreditamos que Nilson faça parte da turma dos corruptos, mas não há como a família Cairolli negar desconhecer as falcatruas praticadas por Aldo Bertoni. Se isso ocorreu, podemos afirmar categoricamente que são ingênuos demais para liderarem qualquer tipo de organização.

Seus familiares estão quase todos fora da igreja. Mesmo sendo da família fundadora da “santa igreja”, sua família não serve como exemplo para nenhum apostólico. Seus dois filhos se casaram, e já se separaram, um deles inúmeras vezes. Seu filho Luizinho saiu da igreja há muitos anos, quando percebeu o jogo do Aldo Bertoni. Nenhum de seus netos estão na igreja, ou não estão como apostólicos de verdade, basta você mesmo verificar nas redes sociais.

Desde que a Missionária Odete caiu doente na cama, no ano 2000, até sua morte em 2010, Nilson e sua esposa Odil foram os responsáveis pela enferma. Para ficarem caladinhos, sem nada questionar sobre a falta de poder do Aldo Bertoni para curar a fundadora da igreja, a segunda integrante da “santa direção”, receberam normalmente o salário da Missionária nos 10 anos em que ela esteve doente, que era de aproximadamente 7 mil reais por mês.

Missionária Odete, já doente, no ano de 2003Missionária Odete: enquanto esteve doente, recebeu salário da Igreja Apostólica normalmente, além de ter o serviço médico e de enfermagem 24 horas também bancado pelas ofertas da igreja

* * *

Quando a Missionária morreu, em 2010, perderam a “boquinha”, o que fez Nilson ter que se mexer para manter o padrão financeiro da família. Então, começou a utilizar sua popularidade e suas viagens grátis para pregar por todo o Brasil, para vender produtos da marca “Forever” e formar uma rede de revendedores de tais produtos. Cremos que muitos irmãos do interior hão de se lembrar.

Certa vez, ouvimos Nilson dizer claramente para irmãos do interior que havia sido curado de um câncer. Mas você acha que ele dizia que era a “santa vó Rosa” quem o havia curado? Que nada! Dizia para todos ouvirem que havia sido curado por produtos FOREVER com Aloe Vera em sua composição!

Outra questão para que todos reflitam, é o fato de Nilson Cairolli até hoje não saber explicar por qual motivo seu sogro, o Bispo Eurico, e sua sogra, a Missionária Odete, terem negado Aldo Bertoni quando estavam no final de suas vidas.

Quer relembrar o caso? Clique no link abaixo:

*

Eles Foram Traidores?

* * *

Em 2011, quando todo o mundo soube quem era Aldo Bertoni através das reportagens na TV, Nilson parece ter vislumbrado uma grande oportunidade de obter alguma vantagem defendendo Aldo Bertoni, de ficar “bem na fita” com o povo fanático do interior. Passou a defender fanaticamente o bandido Aldo Bertoni, e foi o autor da célebre entrevista na TV Record, em que chamou a todas as vítimas do falso profeta de “porcos”.

Nilson também tentou liderar uma campanha para impedir que divulgássemos a verdade sobre Aldo Bertoni na internet. Fez uma campanha em que arrecadou 35 mil reais do povo para pagar advogados numa ação judicial para tentar nos incriminar. Na época alertamos ao povo que seria um dinheiro perdido, pois não estamos cometendo crime algum, já que sempre provamos tudo o que temos dito.

Não adiantou, muitos incautos depositaram seu dinheiro, e como era previsto, perderam tudo. Nilson entrou com a ação judicial, e como era perfeitamente previsível, perdeu a causa. Afinal, dizer a verdade nunca foi crime. O resultado é que continuamos na internet, com cada vez mais audiência, e os incautos fanáticos apostólicos ficaram 35 mil reais mais pobres.

Você se lembra disso? Veja o que postamos em 20 de Outubro de 2011, logo após a notícia sobre o abusador sexual Aldo Bertoni ter saído na televisão:

*

Querem Nos Calar a Qualquer Custo! (clique aqui para acessar)

* * *

Nilson CairolliSabe qual foi o resultado desse processo? Nada. Apenas um prejuízo de R$ 35.000,00 para muitos apostólicos fanáticos e incautos. E nada poderia nos acontecer mesmo, afinal, não cometemos nenhum crime, pois só estamos falando a verdade sobre Aldo Bertoni!

* * *

Por conta de todo o exposto, caros irmãos e amigos, não cremos que Nilson Cairolli poderá ajudar na transformação da seita apostólica numa igreja de verdade, mas certamente também poderá ser outra pedra no sapato dos corruptos, pois até onde sabemos e investigamos, não está envolvido com as falcatruas promovidas por Aldo Bertoni na administração da Igreja Apostólica.

Os Eleitos: O Vice-Presidente

7 set

Wagner Ormanji

Wagner Ormanji

Vice-Presidente da Igreja Apostólica

* * *

Wagner Ormanji é a grande incógnita neste jogo. Ainda procuramos entender sua eleição para a vice-presidência da Igreja Apostólica, pois rapidamente pode se tornar uma grande pedra no sapato dos corruptos. Algo que eles não esperavam.

Filho de um casal de apostólicos tradicionais, da época da fundação da igreja, que sempre foram muito próximos da Missionária Odete, Wagner era coralista da Sede até cerca de 10 anos atrás, quando pediu para fazer o teste para pregador. Wagner é um dos poucos eleitos que nunca dependeram de nenhum centavo da igreja, e também é o único que possui curso superior, além de Nilson Cairolli.

Wagner tem uma carreira profissional promissora. É engenheiro numa multinacional brasileira, uma das maiores e mais conceituadas empresas do setor petroquímico do país. Trabalha numa daquelas organizações que prezam pelos valores éticos de seus profissionais. Wagner nunca fez parte da quadrilha do Aldo Bertoni, e nunca trabalhou na Igreja Apostólica, onde poderia ter tido contato com essa dura realidade.

Dono de uma oratória impecável, bem articulado, foi chamado para conduzir o funeral de Aldo Bertoni. Foi o maior erro dos corruptos. Isso deu grande visibilidade a Wagner, perante os pastores, pregadores, diáconos e diaconisas da igreja, tanto os presentes no velório quanto os que acompanhavam pela internet, e que viriam a ser os futuros eleitores do Conselho Deliberativo. O resultado foi que Wagner sagrou-se como o mais votado na eleição para o Conselho.

Há um fato que não podemos deixar de mencionar. O irmão de Wagner também é bastante conhecido na Sede e nas congregações da Grande São Paulo. Trata-se de Maurício Ormanji, ex-trompetista da orquestra da Sede (na nossa humilde opinião, por muito tempo foi o melhor deles, diga-se de passagem), também foi regente das congregações de Suzano, Juquitiba e na própria Sede.

Maurício Ormanji

Fonte: www.triunfais.com.br

O rapaz era o típico apostólico fiel, músico dedicado, e foi o responsável por inovar nas apresentações de casamentos na Sede. Até que resolveu fazer da música, um instrumento de trabalho. Como avançava em seu aprimoramento técnico, começou a tocar em casamentos, e ganhava por esse trabalho. Quando foi descoberto pelos puxas-saco do Aldo Bertoni, perdeu o cargo de regente, função a qual muito se dedicava. O rapaz ficou bastante chateado com isso, e para “compensá-lo”, foi chamado para trabalhar algum tempo na equipe de segurança do Aldo Bertoni.

Foi o maior erro do Aldo Bertoni. Aliás, esse era o maior erro do bandido Aldo: acreditar que todas as pessoas eram corruptas como ele, e se vendiam pelo dinheiro fácil dos apostólicos. Quando Maurício passou a ter contato com a vida particular do “santo profeta”, logo começou a perceber a arapuca em que estava, e não demorou muito, saiu da Igreja Apostólica.

Um de nossos irmãos teve uma longa conversa com Maurício Ormanji há algum tempo atrás, e em breve postaremos partes dessa entrevista. Temos certeza que muitos se indignarão com os relatos de injustiça, em uma “igreja” que se diz santa e verdadeira, mas onde os “mafiosos” tudo podem fazer, e os fiéis inocentes nada podem fazer.

* * *

Maurício Ormanji

O que será que o irmão do vice-presidente da Igreja Apostólica, Maurício Ormanji, viu de tão grave na vida particular do Aldo Bertoni, quando fez parte da equipe de segurança do “santo profeta”, que o levou a perder a fé instantaneamente na Igreja Apostólica, sair da igreja, e se batizar na Igreja Católica? Você já se fez essa pergunta?

* * *

A grande questão é a seguinte: por que Maurício saiu enquanto Wagner assume um dos postos mais importantes da igreja? Na nossa opinião, a resposta é que enquanto o primeiro trabalhou diretamente para o Aldo Bertoni e ficou exposto à verdade sobre sua vida particular, o segundo apenas participava das atividades religiosas da igreja. Portanto, nunca teve acesso à realidade.

Fica evidente que não se conversa sobre esse tema na família Ormanji, assim como ocorre em muitas outras famílias apostólicas. Mas e quando Wagner começar a descobrir o que Maurício já descobriu? Será que também sairá da Igreja Apostólica? E quando isso acontecer, será que os eleitores de Wagner Ormanji também passarão a tratá-lo como “rebelde”?

O Artigo 8º do novo Estatuto enumera as funções que Wagner exercerá na Igreja Apostólica, e podemos dizer que suas atribuições o colocam como a pessoa com mais poderes na igreja. Será sua função, por exemplo, escrever o “Regimento Interno”, que será a disciplina oficial da igreja. Hoje, não existe nada escrito, desde que Aldo Bertoni mandou queimar os livros do Bispo Eurico e da Missionária Odete.

Aí que mora o problema. O que fará um homem que sempre foi honesto e trabalhador, como Wagner, quando se defrontar com a bandidagem instalada na administração da Igreja Apostólica? 

O que fará, por exemplo, quando descobrir que a maior parte dos imóveis doados à igreja por famílias apostólicas, estão em nome do falecido Aldo Bertoni, sendo herdados por seus familiares, que nunca sequer foram apostólicos? O que irá fazer, por exemplo, quando descobrir que cheques da Igreja Apostólica abasteciam as contas correntes das amantes do Aldo Bertoni? Temos certeza que Wagner dará muito trabalho aos corruptos que operavam todas as falcatruas para o bandido Aldo Bertoni.

Vamos aguardar para ver.

Os Eleitos: O Presidente

6 set

José Solyom

José Solyom Filho

Presidente da Igreja Apostólica

* * *

Conhecido como “pastor Solyom”, José Solyom Filho é funcionário da Igreja Apostólica desde a década de 70. É bastante conhecido pelo povo do interior por ter atuado bastante em várias congregações, e também por ser o narrador de testemunhos do programa radiofônico “A Hora Milagrosa”.

O que podemos dizer desse homem?

Não o consideramos como sendo parte dos corruptos. Não amealhou bens vultuosos trabalhando na Igreja Apostólica, e nem emprega seus familiares na igreja. É o tipo de homem reservado, que sempre fez vista grossa e ouvidos moucos para o que acontece ao seu redor, tudo em nome da estabilidade, da manutenção das coisas como estão. Está sempre “na dele”. Sua missão sempre foi fazer seu trabalho, e ao final ir para casa. É o típico funcionário padrão, o “cachorrinho obediente”, que faz tudo o que o dono manda, e ao final da tarefa recebe seu osso.

Mas apesar disso, não podemos considerá-lo inocente. É um homem inteligente, não é um “coitado”, como são a maioria dos pregadores apostólicos do interior. Então, como não percebeu toda a sacanagem que existe no ambiente em que trabalha todos os dias?

Solyom não foi o mais votado no dia 29/08/2014. Foi o segundo mais votado, sendo superado por Wagner Ormanji. Mas Ormanji, bom político como é, cedeu às pressões dos mais antigos para que a Igreja Apostólica fosse dirigida por algum “pastor ungido”, algo que Wagner não é. Por isso, cedeu a posição de Presidente ao segundo mais votado.

Você sabe o que é um “pastor ungido”? São aqueles que foram ungidos com óleo numa Reunião de Unção. Antigamente, essa cerimônia acontecia todos os anos na Igreja Apostólica. A última aconteceu em 1983, e foi conduzida pelo falecido Bispo Eurico Mattos Coutinho. Depois de sua morte, Aldo Bertoni nunca mais autorizou a unção de ninguém. Afinal, ele próprio nunca foi ungido a nada.

Entendemos que sua escolha para a presidência da igreja representa a opção por um “mandato tampão”, haja vista a avançada idade em que se encontra, apesar de sua boa condição física atualmente.

No Artigo 7º do Estatuto da Igreja Apostólica, que divulgamos para o conhecimento de todos, você poderá conferir quais as funções de Solyom no exercício do cargo para o qual foi eleito.

O NOVO ESTATUTO

5 set

Igreja Apostólica

Em nome ao respeito que temos por nossos irmãos apostólicos, à transparência e clareza que sempre acreditamos ser uma condição inegociável para a gestão de entidades que vivem do dinheiro de pessoas simples e humildes, como é o caso da Igreja Apostólica, divulgamos o NOVO ESTATUTO DA IGREJA APOSTÓLICA para que todos os fiéis e membros tenham conhecimento, pois acreditamos que, como sempre, tal documento não será divulgado pela direção da Igreja Apostólica para que fique cópia em cada congregação.

* * *

NOVO ESTATUTO DA IGREJA APOSTÓLICA (clique aqui para acessá-lo)

Atenção: O arquivo possui 7 Mb, e poderá demorar para carregar, a depender do tipo de conexão utilizada

* * *

Como dissemos anteriormente, este Estatuto tem vários pontos semelhante ao “Estatuto Democrático” que sugerimos para a igreja há cerca de 5 anos atrás. Fomos tão combatidos por isso, fomos acusados de várias leviandades, e agora os próprios apostólicos que tanto nos criticaram, aprovaram um documento semelhante. Vejam, caros irmãos e amigos, como o mundo dá voltas, e como Deus faz valer aquele velho ditado popular: “quem cospe para cima, recebe cuspe na cara”.

Em futuras postagens, discutiremos vários aspectos deste Estatuto, inclusive quanto às sanções disciplinares, que agora voltam para aterrorizar e amedrontar os fiéis apostólicos.

Fiquemos todos com Deus, e boa leitura!

Boletim de 04/09/2014

4 set

Atendendo a pedidos, divulgamos o Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica desta semana, já que a “santa igreja” não o divulga por temer ser ridicularizada perante a sociedade.

* * *

BOLETIM DE 04/09/2014 (clique para visualizar)

* * *

O que os fiéis podem aprender com esse pedaço de papel imundo, escrito por obreiros de Satanás? Absolutamente nada. Enquanto os apostólicos engolem veneno doutrinário, desprezam as preciosidades que Deus nos deixou em seu manual da vida, a Bíblia.

No último batismo, tivemos 340 incautos se batizando em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo E DO CONSOLADOR, e sob “as bençãos” do fantasma do falecido Aldo Bertoni. A maioria crianças, que ainda não tiveram a oportunidade de saber mais sobre o verdadeiro Salvador delas e de todos nós, e alguns incautos de pequenas cidades, onde não possuem acesso à informação, pela baixa escolaridade e pela falta de recursos. O que foi bom mesmo foi a arrecadação financeira para a família Bertoni, que continua explorando os apostólicos, e seus espertos cúmplices.

Fiquemos todos com Deus.

Repercussão da Morte do Falso Profeta

3 set

Se você procurar na internet, encontrará muitas manifestações sobre a morte do Aldo Bertoni. 

Quem não conhecia sua vida particular – a absoluta maioria dos apostólicos – o defendem. 

Quem conhecia sua vida particular, expressa alívio por sua morte, pois é um malfeitor a menos no mundo.

Mas o interessante é ver a forma como seus fanáticos e incautos defensores se manifestam. Xingamentos, palavrões, maldições, ameaças, será que é só isso que os fanáticos apostólicos sabem fazer? Mostrar sua verdadeira face?

Quer ver um exemplo? Acesso o link abaixo, e veja os comentários dos fanáticos apostólicos no artigo publicado neste Site de apologética:

* * *

http://www.ia-cs.com/2014/08/igreja-apostolica-santa-vo-rosa.html

 * * *

Cada um diz aquilo que transborda do seu coração. Veja o há no coração da maior parte daqueles que defendem fanaticamente o falecido bandido Aldo Bertoni.

Fiquemos todos com Deus, multiplicando nossas orações pela libertação de nossos pobres irmãos apostólicos.

Ata da Assembleia

1 set

Pela primeira vez na história da Igreja Apostólica, pessoas puderam se manifestar contrariamente à decisão dos líderes sem serem punidas por isso. Vejam, clicando no link abaixo, a Ata da Assembleia ocorrida na sexta-feira, dia 29 de Agosto de 2014. Presente à Assembleia, estavam apenas 35,6% dos obreiros (diáconos, diaconisas, pregadores e pastores) com direito a voto, um total de 455 votantes. Desses, 2,3% tiveram a liberdade de votar pela não aprovação do Estatuto, algo que seria impensável até alguns dias atrás. Antigamente, se você se manifestasse contra numa assembleia da igreja, corria o risco de ser expulso. Mas vejam que isso só foi possível pelo instrumento do voto secreto. Se fosse aberto, duvidamos que alguém teria a coragem de se manifestar contrariamente.

* * *

ATA DA ASSEMBLEIA – CLIQUE AQUI PARA ACESSÁ-LA

* * *

Conheça, acessando o documento abaixo, quem são as pessoas eleitas para suceder o bandido Aldo Bertoni na direção da seita Igreja Apostólica:

QUALIFICAÇÃO DO CONSELHO DELIBERATIVO

* * *

Veja, no link abaixo, o Termo de Compromisso e Posse dos Membros do Conselho. Vejam, nesse documento, por que a Igreja Apostólica continuará não dando certo, e continuará afastada de Deus: firmaram um compromisso “perante” o falecido bandido Aldo Bertoni. Também ignore o fato de terem conseguido a proeza de escrever a palavra “conselho” com a letra “c” (CONCELHO), em um documento tão importante:

* * *

TERMO DE COMPROMISSO DOS ELEITOS – CLIQUE AQUI PARA ACESSAR

* * *

Por fim, vejam quem foram os incautos obreiros responsáveis pela aprovação e que continuam a dizer “amém” a todos os atos dos bandidos cúmplices do Aldo Bertoni nessa atividade de enganar a todos nós, que um dia cremos nos fundadores da Igreja Apostólica.

* * *

ASSINATURAS ASSEMBLEIA – IGREJA APOSTÓLICA

(O arquivo é pesado – poderá demorar para carregar)

* * *

A T E N Ç Ã O

Antes que tirem conclusões precipitadas, informamos que NÃO apoiamos nenhum membro e nenhuma ideia proposta pelos novos integrantes da direção da Igreja Apostólica. Entendemos que enquanto houver uma única palavra de defesa do Aldo Bertoni e suas invenções religiosas, a seita apostólica nunca poderá ser uma igreja de verdade, pois Deus não pode estar onde houver uma única mentira, por menor que seja, imagine um lugar onde quase tudo é mentira. Não compactuamos, em hipótese alguma, com a mentira. Temos amor às nossas almas e desejamos a salvação.

.

Que Deus abençoe os irmãos apostólicos nesse momento de redefinições. Que possam finalmente enxergar a verdade, e perceber o recado que Jesus Cristo está lhes enviando há anos. Que tenham forças para, finalmente, aceitar Jesus Cristo como o Pastor de suas almas.

.

Fiquemos todos com Deus.