Os Eleitos: O Conselheiro Ministerial

15 set

José Francisco de PaulaJosé Francisco de Paula

Conselheiro Ministerial

* * *

Segundo o Artigo 13 do novo Estatuto da Igreja Apostólica, compete ao Conselheiro Ministerial chefiar os regentes, pregadores, pastores, diáconos e diaconisas da igreja. É o responsável, também, pela elaboração da escala das pregações no interior.

Zé de Paula, como é chamado, é oriundo do Estado do Paraná, e sua característica marcante, que lhe garantiu um bom cargo no escritório da igreja, era ser extremamente fanático e puxa-saco do Aldo Bertoni. O falso profeta sempre gostou de funcionários assim, gente que mesmo vendo coisas estranhas, nada questiona e obedece piamente a toda e qualquer ordem.

Não era do time dos corruptos, e até onde sabemos, não leva vantagem direta com as ofertas dos apostólicos. Mas podemos dizer que deixou de ser considerado um homem honesto a partir do momento em que mesmo vendo com os próprios olhos toda a corrupção e as mentiras praticadas por Aldo Bertoni, se calou para manter seus benefícios financeiros, como o bom salário que somente uma “igreja pobre” poderia lhe pagar, o aluguel de confortável apartamento nos arredores da sede da igreja, emprego na igreja para alguns de seus familiares, além de outros benefícios menores, como refeições grátis no Restaurante Canarinho, viagens grátis por todo o Brasil, etc.

É um dos “comprados” por Aldo Bertoni, que sempre adotou essa prática de trazer pessoas fanáticas do interior, que em suas cidades natal não teriam muitas condições de construir suas vidas, para trabalhar no escritório da igreja. Podem reparar: hoje, a maior parte dos funcionários da Sede, são apostólicos do interior, que substituíram gente de São Paulo que sabia demais para permanecer calados em seus cargos.

Zé de Paula também é um dos autores da famigerada “Cartilha para Obreiros”, lançada por volta do ano de 2006, que você pode relembrar acessando o link abaixo:

CARTILHA PARA OBREIROS (clique aqui para baixar)

É autor de algumas frases e ensinamentos absurdos, principalmente sabendo que vem de alguém que teve todas as oportunidades de ver com os próprios olhos que tudo o que é ensinado na Igreja Apostólica é a mais pura mentira. Vejamos algumas pérolas do Conselheiro Ministerial da Igreja Apostólica:

1.O irmão Aldo é a cabeça do corpo que é a igreja(página 2 da cartilha). Jesus ensinou que ELE, e somente ELE, é a cabeça da igreja.

2. A santa vó Rosa é a coluna principal desta obra aqui na Terra e continua em espírito e como Deus sempre precisou de um representante num corpo físico, ela preparou o irmão Aldo, dando continuidade neste governo com toda a segurança, por isto a santa vó Rosa garante a vida física do nosso estimado irmão Aldo, seu sucessor (página 4 da cartilha). O que aconteceu, Sr. José Francisco de Paula? Rosa deixou de “garantir a vida física” do seu imundo sobrinho Aldo Bertoni?

3. Vejam como Zé de Paula é contraditório em sua cartilha: primeiro, na página 8, afirma que em 1967 (três anos antes de Rosa morrer), o falecido Bispo Eurico já havia dito, numa aula aos obreiros, que Jesus revelou através da vó Rosa que havia uma única possuidora dos dons e qualidades dela, inclusive era um sobrinho da própria vó Rosa. Mas vejam que logo em seguida, na página 9, diz que pouco antes de morrer Rosa sondou muitos obreiros de nossa igreja para ver se podia fazer algum deles o seu sucessor. Oras, que contradição é essa, Sr. Zé de Paula? Se Rosa já sabia que seu sucessor seria o seu sobrinho, como o sr. mesmo afirma na página anterior,  por qual motivo afirma que Rosa sondou obreiros em busca de um sucessor? Poderia explicar tamanha contradição ao povo apostólico que nos lê?

 4. Na mesma página 9, Zé de Paula afirma que o sucessor da vó Rosa teria que “ser forte para para resistir aos apelos materiais e morais que a vida iria lhe oferecer“. Então, como explicar o súbito enriquecimento pelo qual passou o ex-taxista Aldo Bertoni, após ser incluído como diretor nos estatutos da Igreja Apostólica? E os filhos fora do casamento que Aldo Bertoni possui, como explicá-los, Sr. José Francisco de Paula? Estes não são sinais de que tudo  não passou de uma farsa, já que Aldo não resistiu a nenhum “apelo” material e moral que a vida lhe ofereceu?

5. “Cumpriu-se no irmão Aldo, a palavra de Jesus que diz [Haverá um só rebanho, e um só Pastor]– página 12 da cartilha. Parece-nos que o Sr. Francisco de Paula só se esqueceu de ler o restante da fala de Jesus, em João 10:16. Antes dessa fala, por duas vezes, nos versículos 11 e 14, Jesus diz que ELE próprio é o único Pastor. Poderia explicar aos nossos leitores, Sr. Chefe dos pastores apostólicos, por qual motivo está torcendo a Palavra de Deus?

6. Na página 13, o agora Conselheiro Ministerial da Igreja Apostólica afirma que “quem vê o irmão Aldo, está vendo a Deus“. Mais uma absurda blasfêmia contra o Senhor Jesus Cristo. Mais uma vez, roubam mais um atributo de Jesus para o imundo ídolo Aldo Bertoni.

Há muitos outros apontamentos que podemos fazer nos textos de co-autoria do Sr. Zé de Paula, mas deixaremos para fazê-los em outra oportunidade.

Percebem, caros irmãos e amigos, por que não vemos qualquer expectativa de mudança, da mentira para a verdade, nas ações do Conselheiro Ministerial da Igreja Apostólica?

Uma resposta to “Os Eleitos: O Conselheiro Ministerial”

  1. Simplismente a verdade 05/01/2015 às 18:21 #

    Esse cidadão José Francisco de Paula foi a uma congregação realizar casório e disse aos noivos, familiares e membros presentes que devem confiar e amar o “profeta” Aldo.

    Deixou os visitantes confusos sem entender nada de sua medíocre pregação!

    Como pode uma pessoa que se diz líder ministerial da igreja falar uma coisa dessa em plena cerimônia de casamento com vários visitantes?

    Fanático, sem noção religiosa e anti Cristo, pois desprezou a Deus e seu Reino ao proclamar a falsa santidade de uma pessoa (Aldo Bertoni) que morreu deixando um péssimo exemplo de moral e conduta na sociedade.

    leitor@uol.com.br

    Curtir

Após seu comentário, digite seu e-mail para que outros participantes tenha a oportunidade de entrar em contato com você.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: