Tag Archives: Fanatismo

Mentes Doentias ou Amarração Espiritual?

6 maio

Velório Aldo Bertoni

Apostólicos no dia do sepultamento do bandido Aldo Bertoni. O que os faz tão cegos?

* * *

Esta é uma pergunta recorrente quando ex-apostólicos se encontram. O que faz com que tantos irmãos apostólicos ignorem completamente a realidade para viverem a fantasia instalada em suas mentes? O que os deixa tão fechados para a realidade e tão obcecados em seus delírios fanáticos?

Essas são perguntas difíceis de responder até por nós mesmos, que já fomos como eles. Numa leitura apressada da situação, somos tentados a botar a culpa desse fanatismo à falta de cultura geral do povo apostólico. A maior parte do povo, especialmente no interior, possuem escolaridade baixa e formação cultural próxima a zero, principalmente por conta das amarras da disciplina inventada por Aldo Bertoni. Somente nos últimos anos, graças à melhoria das condições econômicas para as classes menos abastadas, centenas de filhos de apostólicos passaram a ter acesso à faculdade.

Mas temos tido provas de que estudo não é tudo. Muitos apostólicos tidos como inteligentes, que vemos como capazes de entender a realidade, com condições financeiras para empreender uma investigação sobre tudo o que temos denunciado a respeito da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, ainda continuam ostentando um fanatismo absurdo.

Parte desse fanatismo doentio pôde ser visto há exatos dois anos, enquanto Aldo Bertoni ainda era velado na sede da Igreja Apostólica. Você se lembra?

Apostólicos de todos os cantos do país passaram a ver “sinais”. O seu desespero por verem as profecias do Aldo Bertoni eram tão grandes, que procuravam qualquer sinal que reafirmasse, em suas mentes, aquilo que haviam aprendido por todas as suas vidas na Igreja Apostólica.

Começaram a ver “rios de sangue”, “mar de sangue”, “luas de sangue”. Um postava isso nas redes sociais, e centenas de outros imediatamente curtiam e comentavam, considerando aquilo um sinal miraculoso.

*

Mentiras Apostolicas

Clique na imagem para ampliá-la

*

Mas os tais “sinais” não resistiam à primeira análise. O tal “rio de sangue”, não passava de um córrego na cidade de Bauru que havia sido inundado pelo vazamento criminoso de uma substância de uma fábrica de doces da cidade. O tal “mar de sangue”, era na verdade uma notícia de 2012, de um fenômeno na China causado por um tipo de alga existente naquela região. A tal “lua de sangue”, era um tipo de eclipse lunar chamado “Tétrade”, cujo fenômeno ocorreu por diversas vezes entre os anos de 2014 e 2015.

*

Mentiras Apostolicas

Mentiras Apostólicas

Vejam que a notícia do “mar de sangue” era de 2012, dois anos antes de Aldo Bertoni morrer

*

Relembre esse caso clicando nos links abaixo:

Mentiras Apostólicas – 07/05/2014

Fanatismo ou Má Fé? – 13/05/2014

Então, como justificar tal comportamento dos nossos irmãos apostólicos?

Cremos se tratar de algum tipo de amarração ou opressão espiritual. Não é novidade para ninguém que conheceu Aldo Bertoni, que o falso santo tinha crenças pagãs, em orixás e entidades de religiões de origem africana. Foi dessa sua crença, que inventou a história do fantasma de sua tia Rosa lhe aparecer. Também não é mais segredo que Aldo Bertoni enviava todos os pedidos de oração dos apostólicos à sua Mãe de Santo, com quem ele chegou a brigar em 2003. Seu sobrinho, Hélio Viana da Rocha, que era o todo poderoso gerentão da Igreja Apostólica enquanto Aldo estava vivo, possui crenças semelhantes às do seu tio, que você pode conferir clicando AQUI.

Portanto, caros irmãos e amigos, a nós só resta continuar orando a Deus pela libertação de nossos pobres e dominados irmãos apostólicos, que neste momento se reúnem na sede da Igreja Apostólica para prestar homenagem e adoração a um bandido, um criminoso morto há exatos 2 anos.

Fiquemos todos com Deus.

ATENÇÃO: Neste Blog não praticamos nenhum tipo de intolerância religiosa. Falamos, como ex-vítimas da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, de fatos que ocorrem e podem ser devidamente provados. Nos reservamos ao anonimato devido às constantes ameaças – inclusive de morte – recebidas de comparsas do criminoso Aldo Bertoni. Este site está completamente de acordo com a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos da América, país onde encontra-se hospedado.

Fanatismo ou Má Fé?

13 maio

Fanatismo-Pregador

Clique na imagem, para ampliá-la

Primeiro, foram os “rios e mares de sangue”. Depois foi a “lua vermelha”. Veja essa agora!

Esta nos foi enviada por alguns irmãos de São Paulo. Trata-se de uma publicação feita por um “pregador” (pastor) da Igreja Apostólica na rede social Facebook, alguém que aparentemente não é da turma dos corruptos, mas dos fanáticos.

Vejam que o rapaz, cujas publicações são acompanhadas e apreciadas por mais de uma centena de apostólicos, entre eles pessoas humildes do interior, compartilhou um álbum de fotos montado e divulgado pelo Portal R7, de propriedade da TV Record, a mesma que fez a primeira reportagem sobre os crimes sexuais praticados pelo falecido falso profeta Aldo Bertoni.

O álbum de fotos compartilhado, caros irmãos e amigos, é intitulado “À Caça de Tempestades”, e são fotos registradas por um fotógrafo norte-americano no sul dos Estados Unidos, ao longo de vários anos.

Mas para o “santo pregador”, que inacreditavelmente também é professor da rede pública de ensino, estas fotos são SINAIS DA CHEGADA DE ALDO BERTONI AOS CÉUS. Vejam que ele divulga, e dezenas de apostólicos “curtem” e compartilham como se fosse verdade!

Não sabemos se o rapaz faz propositalmente ou se é apenas um ato desesperado de sua mente fanática, à busca de justificativas para o não acontecimento das falsas profecias pregadas por 44 anos na Igreja Apostólica, mas o fato é que em qualquer uma das duas situações, a atitude do “pastor apostólico” é grave.

Se o faz propositalmente, apenas prova o que temos dito aqui há 5 anos: TODOS que estão a serviço do Aldo Bertoni são pessoas diabólicas, comprometidas com a mentira, são mentes perversas cujo único objetivo é continuar a enganar milhares de inocentes que sempre moraram longe da Sede Apostólica o suficiente para não terem a chance de saberem quem realmente foi Aldo Bertoni.

Se o faz por fanatismo, é um indicativo de que essas pessoas precisam urgente de tratamento psicológico, pois nos recusamos a acreditar que alguém com capacidade para dar aulas para jovens, um professor da rede oficial de ensino, em sã consciência, saia por aí distorcendo a realidade dessa forma.

Oremos por estas pessoas, especialmente pelos nossos irmãos apostólicos que engolem facilmente toda a mentira propagada por pregadores servos da mentira e do engano. Que Deus os ajude a perceber como estão sendo enganados, não agora, mas há décadas, por uma falsa doutrina de uma falsa igreja erroneamente chamada de Apostólica.

Fiquemos todos com Deus.

Família contra Família

13 fev

Com a divulgação da lista de testemunhas arroladas para o julgamento dos crimes de abuso sexual do falso profeta Aldo Bertoni, podemos constatar algo que há muito tempo temos exposto neste blog: a gigantesca capacidade de desagregar famílias que Aldo Bertoni possui.

Vejam a situação abaixo:

Pais contra filhos, irmãos contra irmãos, sogros contra noras, sobrinhos contra tios, marido contra mulher, cunhado contra cunhado. Por diversas vezes mandou ensinar Aldo Bertoni, através dos boletins: se alguém “falar mal dele”, era para se afastar daquela pessoa, mesmo que fossem seus familiares. Aldo Bertoni conseguiu desunir até o casal de fundadores da Igreja Apostólica, e quem leu o livro “Nossa História, Nossas Vitórias”, de autoria da falecida Missionária Odete Correa Coutinho, sabe do que estou falando.

Entendem por que, entre outros motivos, chamamos Aldo Bertoni de profeta diabólico? O homem é exatamente o contrário do que Jesus Cristo prega no Evangelho!

“Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa“. (Atos 16:31)

Um dos principais valores que podemos extrair do evangelho, é a importância que a unidade familiar tem para Deus. O alvo principal do diabo é a família. E por que o diabo quer destruir a família? Porque Deus criou a família para ser o Reino de Deus aqui na terra. A palavra de Deus diz que o diabo vem senão a matar, roubar e destruir. E é isso que ele está fazendo nos lares. Matando os sonhos, roubando a paz e destruindo a união, a harmonia. Se a família é unida, coesa, nessa família ele não consegue entrar, mas numa família dividida ele faz bagunça, destruição.

Porém, é preciso destacar alguns pontos no mínimo esquisitos, por trás dessa estratégia dos advogados do Aldo Bertoni.

1. Consultamos alguns desses familiares arrolados como testemunhas de defesa, e vários deles sequer sabiam que estavam sendo indicados pelo advogado do réu. Vários deles disseram que se forem convocados, deporão CONTRA Aldo Bertoni.

2. O caso mais grave descoberto até agora é o do pai da Sra. Cleudete Regina Pereira Leal. Enquanto ela é testemunha da acusação, seu pai, Antônio Pereira, foi arrolado como testemunha de defesa. Ao ligar para o pai e tentar saber por que aquilo estava ocorrendo, ficou sabendo que o pai, homem simples e pouco letrado, fora instruído por um pastor de Cuiabá, chamado Luis Pereira, a assinar um documento declarando APENAS que havia convivido com a filha. Por orientação do pastor, em quem confiava, com dificuldade leu apenas o começo do documento e o assinou, com firma reconhecida em cartório. Diante da surpresa da convocação como testemunha de defesa do Aldo Bertoni, o pai foi pedir a outra pessoa que lesse a sua cópia do documento na íntegra e ficou surpreso ao constatar que no documento existem mentiras que ele NUNCA proferiu contra a própria filha. Ou seja: fraude processual. Estão forjando documentos!

3. Já as testemunhas que não possuem grau de parentesco com as vítimas ou com as testemunhas de acusação, são todas elas dependentes financeira e/ou psicologicamente do Aldo Bertoni. Muitos deles são apenas FANÁTICOS mesmo, pessoas que nunca sequer conversaram mais do que dois minutos com o Aldo Bertoni em suas vidas inteiras e NÃO o conhecem em sua vida particular. Pergunto: o que essas pessoas têm condições de testemunhar? O que terão a dizer para o juiz, visto que não poderão mentir por estarem sob juramento? Vão dizer que “o santo irmão Aldo é bonzinho e é um velhinho muito bonitinho”? Ridículo!

4. Me recuso a acreditar que os advogados do Aldo Bertoni, muito bem pagos para defendê-lo, estejam dando um possível tiro no próprio pé com a convocação dessas testemunhas. Estão correndo o risco de boa parte das testemunhas de defesa transformarem-se em testemunhas de acusação. Também sabem que todas essas testemunhas são desqualificáveis, visto o poder psicológico que Aldo exerce entre os fiéis da igreja.

Então, a única leitura que podemos ter desses fatos é que estes advogados apenas estão tentando TUMULTUAR o processo. Indicam muitas testemunhas desqualificáveis, que provavelmente serão descartadas pelo juiz dada a irrelevância do depoimento delas, e com isso criam um fato consumado para utilizar em um possível recurso em segunda instância, alegando que tiveram a defesa cerceada pelo juiz. Pode ser, ainda, que a intenção ao convocar 56 pessoas para testemunharem, seja protelar o julgamento do processo, empurrando todos os crimes para mais próximo da tão sonhada prescrição.

Se alguém vislumbra alguma outra hipótese, por favor, deixe sua opinião.

A verdadeira intenção dos advogados do réu, meus caros amigos, provavelmente descobriremos até meados do próximo mês, mas desde já é importante que fiquemos todos de olho no que está sendo feito por eles, haja vista que está em jogo a justiça contra o bandido Aldo Bertoni que tanto buscamos há quase três anos.

Fiquemos todos com Deus, em oração pelo fim desta causa.