Tag Archives: Hélio Viana da Rocha

O Caráter dos Aliados

2 mar

Você que acompanha os bastidores da Igreja Apostólica, provavelmente já deve estar sabendo sobre a onda de demissões que estão ocorrendo na administração da igreja, na Sede em São Paulo.

Quase todos os demitidos estão perdendo o emprego devido a alguma falcatrua, é o que nos garante um assessor do Conselho Deliberativo. Entre os demitidos dessa leva, está um rapaz chamado JILSON ANDRÉ VIEIRA DE BARROS.

*

Jilson André

* *

Jilson era um fanático apostólico da congregação de Dourados, no Estado de Mato Grosso do Sul. Há alguns anos, foi convidado por Aldo Bertoni para trabalhar na Sede, e desde então passou a ter, além do emprego, a faculdade e o aluguel de sua casa bancados pelas nossas ofertas.

Assim como grande parte dos demais funcionários da Sede, Jilson era um rapaz pobre do interior, morador de uma cidade onde não havia grandes perspectivas de crescimento, e de repente é agraciado com um convite desses. Motivo e tanto para ficar grato ao “santo primaz”, não é? Só que assim como todos os outros funcionários que também passaram por esse processo, Jilson não era cego. A qualquer um que trabalhe no escritório da Sede, é impossível não descobrir quem é Aldo Bertoni de verdade.

Entende por que tanta gente teve seu curso superior universitário pago pela igreja e logo depois deixaram de ser apostólicos? Não é por serem ingratos, como os apostólicos gostam de dizer por aí, mas sim porque a partir do momento em que essas pessoas passaram a ter alguma possibilidade de conseguir sustento fora dos domínios do bandido Aldo Bertoni, procuraram fazê-lo. A faculdade paga não era para ajudar essas pessoas, e sim para COMPRAR seu silêncio e apoio.

Alguns corruptos optaram por continuar enganando o povo. Preferiram viver na “moleza” garantida pelas nossas ofertas. É o caso, por exemplo, de Rosa Stancey, advogada formada com o nosso dinheiro, que sabe de todas as falcatruas, e mesmo assim continua apoiando todas as mentiras a respeito do farsante falso profeta Aldo. Rosa não trabalha na igreja, exerce a advocacia, mas provavelmente defende Aldo para garantir o belo emprego de seu pai, o atual escritor de boletins e Conselheiro Administrativo da Igreja Apostólica, João Stancey, além dos empregos de seu irmão Joãozinho, sua irmã Rosana e seu cunhado João Marcos.

Mas o caso de Jilson é um pouco mais complicado, porque ele está sendo demitido por justa causa, acusado de ter roubado a Igreja Apostólica. Segundo esse mesmo assessor da direção da Igreja Apostólica que nos deu a informação, Jilson está sendo acusado de ter roubado uma das propriedades da igreja. Trata-se de uma casa que fica na própria Rua Baguari, que você pode ver na foto abaixo:

*

Casa Jilson - Igreja Apostólica

* *

Esta casa foi adquirida com o dinheiro de uma daquelas campanhas especiais promovidas para levantar recursos para a aquisição de propriedades ao redor da Sede da Igreja Apostólica. A casa custou R$ 450 mil para a igreja. Segundo o assessor que nos concedeu a entrevista, Jilson alega que Aldo Bertoni a revendeu a ele por R$ 60 mil, em suaves 120 parcelas.

Pior: todos os meses, a esposa de Jilson, chamada Lucia Galves, recebe um donativo da própria Igreja Apostólica no exato valor da prestação a ser paga pela casa! O donativo é pago a ela exatamente um dia antes do vencimento da prestação da casa. Interessante, não?

Agora sabemos de ao menos uma das pessoas “necessitadas” que os balanços da Igreja Apostólica dizem distribuir mais de 1 milhão de reais por ano a título de “donativos a necessitados”.

Mas o que é realmente difícil de acreditar, é que até o momento só se vê apostólicos que tomaram conhecimento do caso chamando o rapaz de “ladrão”, dizendo que a nova direção da Igreja Apostólica fez “justiça”. Em nenhum momento, questionam por qual motivo Aldo Bertoni colocou gente como ele no cargo em que estava, assim como não questionam por qual motivo o próprio Aldo assinou a transferência desse imóvel para o rapaz.

Aldo não era onisciente? Não conhecia os corações? Como você, apostólico que ainda acredita no ladrão Aldo Bertoni, consegue explicar mais essa situação?

Ou o seu cérebro continua travado pelo fanatismo religioso, de forma que tem medo, pavor ou qualquer outra coisa semelhante, de simplesmente pensar no caso?

Que Deus possa lhe ajudar a deixar de ser um escravo espiritual desses exploradores da fé alheia! Veja que Deus mais uma vez está mostrando às claras quem foi Aldo Bertoni, basta que vocês tenham a humildade de aceitar a realidade.

Continuemos em oração por nossos pobres irmãos apostólicos, que estão cegos pelo fanatismo religioso.

Fiquemos todos com Deus.

Tal Tio, Tal Sobrinho

28 fev

Aldo-HelioO falso santo Aldo Bertoni, e seu sobrinho Hélio Viana da Rocha

* * *

Alguns irmãos não conseguem entender nossa indignação, e talvez o faça por não compreender o quanto doamos nossas vidas para a causa da Igreja Apostólica. Para quem nunca deu nada ou quase nada, e aqui não estamos falando apenas de dinheiro, foi mais fácil superar tudo o que passou, quando soube de toda a roubalheira promovida justamente pelo “santo primaz”.

Imagine se por décadas você se sentisse moralmente obrigado a abandonar sua família todos os finais de semana para ir pregar gratuitamente no interior. Imagine se, pelo mesmo motivo, você tivesse abandonado praticamente toda sua vida social em nome da pregação de uma doutrina que agora você sabe que não passa de uma grande mentira. Ou, ainda, imagine que mesmo que fosse assalariado pela Igreja Apostólica, com o salário de fome que pagam para pastores e pregadores itinerantes, você tivesse que passar de 30 a 45 dias longe de sua família, enquanto cumpria sua escala, para estar com eles apenas por 15 dias de folga entre as escalas.

Você sabia que muitos casamentos e muitas famílias apostólicas hoje estão destruídas por causa desse distanciamento provocado pela “santa igreja”? Muitos pastores e pregadores sequer viram seus próprios filhos crescerem, e hoje possuem problemas de relacionamentos graves com os mesmos. Em muitos outros casos, o marido ficava tanto tempo fora, pregando para o Aldo Bertoni, que a esposa deu um jeito de arrumar outro. Isso quando ele próprio não arrumava outra(s) mulher(es) cumprindo suas escalas.

Mas se todo esse sacrifício ainda tivesse valido para alguma coisa, para por exemplo, trazer salvação para a humanidade, teria valido a pena. Mas não foi para nada disso que nos sacrificamos.

Quer ver para o quê foi que nos sacrificamos?

Veja os documentos abaixo, obtidos em um antigo processo que tramitava na justiça contra Aldo Bertoni:

* *

IMPOSTO DE RENDA – ALDO BERTONI – 1996 (clique aqui para abrir)

Esta é uma declaração do imposto de renda entregue à Receita Federal por Aldo Bertoni em 1997, referente ao ano de 1996. Portanto, 4 anos antes daquela outra declaração que já expomos aqui, que você pode relembrar CLICANDO AQUI. 

(Atenção: os arquivos estão em PDF e são pesados, podendo não abrir em celulares)

* * *

Vejam só. O ex-motorista pobre, que tinha apenas um carro, que desde 1970 não trabalhava fora e era um mero funcionário de uma igreja pobre, que vive em dificuldades financeiras, tornou-se um verdadeiro milionário.

Mas Aldo não estava só nesse “trabalho árduo”. Veja que seu sobrinho, colocado como administrador da Igreja Apostólica por Aldo Bertoni, em 1984, também era pobre quando chegou na igreja. Apesar de nunca ter sido apostólico, era o segundo homem mais poderoso na hierarquia da igreja. E também ficou rico fazendo isso. Quer ver?

* *

IMPOSTO DE RENDA- CONTADOR DA IGREJA APOSTÓLICA – 2001 (clique aqui para acessar)

Um apartamento em cada praia do litoral paulista? Preste atenção nas datas de aquisição e compare com a única fonte de renda declarada por Hélio Viana. Será milagre do seu “santo tio”?

* * *

Quando chegou na Igreja Apostólica, Hélio sequer tinha diploma universitário. Vejam, em sua declaração de imposto de renda de 15 anos atrás, que o homem já era milionário, APENAS TRABALHANDO NA IGREJA APOSTÓLICA.

Enquanto os otários aqui estavam se matando, sacolejando por horas em ônibus velhos para ir pregar aos apostólicos do interior, os espertões estavam mais preocupados em adquirir apartamentos na praia . E olha que nós, apostólicos, NUNCA fomos autorizados pela “santa direção” a ir na praia, sempre foi proibido e por esse motivo muita gente foi punida no passado.

Com que dinheiro você acha que fizeram isso, se os dois espertalhões, Aldo e Hélio, eram apenas funcionários assalariados da Igreja Apostólica?

Veja quanto Hélio ganhava há 15 anos atrás:

* *

SALÁRIO DO CONTADOR DA IGREJA APOSTÓLICA EM 2001 (clique aqui para acessar)

* * *

Você acha que com um salário de pouco mais de 4 mil reais, é possível montar um patrimônio imobiliário superior a 1 milhão de reais, e ainda manter os dois filhos estudando nos melhores colégios particulares da cidade de São Paulo?

Enquanto isso, nossos filhos, aqui dos imbecis contribuintes da igreja, estudavam em escolas públicas precárias. Isso quando estudavam, pois muitas de nossas filhas foram forçadas a abandonar a escola para não serem obrigadas a vestir calças para a aula de Educação Física! A “santa direção” dizia que isso era pecado grave!

Sabe quem pagou toda essa mamata para esses corruptos? Eu e você! Que sempre confiamos no falso santo Aldo Bertoni. Isso tudo é dinheiro que nós, pregadores voluntários ou itinerantes, íamos buscar na sua congregação todos os finais de semana!

E mesmo com tudo isso, caros irmãos e amigos, mesmo com Hélio sendo demitido por justa causa, por corrupção, sendo ele indicado e mantido no cargo pelo “onisciente” Aldo Bertoni, como é possível a atual diretoria da Igreja Apostólica, encabeçada por José Solyom Filho e por Wagner Ormanji, ainda pregar a suposta “santidade” do Aldo, e dizer que ele era honesto?

Alguém saberia nos explicar?

“Amados, não creiam em qualquer espírito, mas provem se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.”

1 João 4:1

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 19/02/2015

19 fev

Aldo BertoniAldo Bertoni: ele morria de medo da internet, pois temia ser identificado por amigos pessoais, que sempre imaginaram que ele era apenas um empresário bem sucedido. Você se lembra quando ele proibiu, em Boletim do ano de 2009, que todos os apostólicos postassem ou citassem qualquer coisa sobre a Igreja Apostólica na internet? Segundo ele, o  ridículo site da igreja já era “suficiente”.

* * *

Impressionante!

No Boletim divulgado hoje, nem uma nota sequer sobre um dos eventos mais importantes ocorridos na Igreja Apostólica nos últimos anos: a demissão, por justa causa, de seu administrador e contador!

Incrível a alienação do povo apostólico.

* *

Boletim da Igreja Apostólica – 19/02/2015

* * *

Continua tudo exatamente como Aldo Bertoni dizia a seus amigos:

“Não interessa ao povo o que acontece aqui (no escritório da igreja). A função deles é me obedecer e ofertar”.

Pelo jeito, a atual administração da igreja parece pensar da mesma forma!

O texto mais relevante deste Boletim é o intitulado “OS CUIDADOS QUE O APOSTÓLICO PRECISA TER COM OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO: COMPUTADOR, INTERNET E REDES SOCIAIS“.

Primeiramente, é preciso relembrar aos esquecidos irmãos apostólicos, que por volta do ano de 2009, Aldo Bertoni mandou publicar no Boletim que era terminantemente proibido aos apostólicos postar ou publicar qualquer coisa (textos, imagens ou vídeos) sobre a Igreja Apostólica na internet. Segundo esse mesmo Boletim, o conteúdo que já estava no site da igreja era suficiente. Uma pena não termos cópia deste Boletim.

Claro que hoje sabemos o verdadeiro motivo dessa proibição. Para a maioria dos amigos do Aldo Bertoni, ele era apenas um bem sucedido empresário do ramo automotivo, por isso ostentava tanto luxo. Ninguém sabia da sua profissão de “santo profeta”. Para preservar esse “lado sujo”, Aldo não queria ver seu nome citado na internet. Ainda em 2009, moveu ação contra o Google para tentar impedir que seu nome fosse pesquisado na ferramenta. Desistiu da ação logo no início, quando seus advogados lhe disseram ser impossível ganhar aquela causa.

* *

Destaque03-190515.jpgEnquanto nós, apostólicos tolos, cantávamos que o nome de Aldo Bertoni deveria ser conhecido em todo o mundo, o próprio Aldo movia ação contra o Google para que o site de busca não pesquisasse nada quando alguém digitasse o seu nome. Afinal, quem deve, teme! Aldo desistiu da ação quando viu que perderia. Você pode consultar o andamento desse processo no próprio site do Tribunal de Justiça de São Paulo.

(Clique na imagem para ampliá-la)

* * *

Quando começamos a publicar vídeos e fotos da seita no Youtube, por volta de 2010, foi aí que Aldo Bertoni perdeu o controle. Como nós publicávamos mostrando a verdade sobre a sujeira existente na igreja, vários fiéis fanáticos queriam publicar defendendo a seita. Quando os cúmplices do falso profeta perceberam, já havia centenas de vídeos, fotos e perfis sobre a igreja nas redes sociais. Aí era tarde demais para proibir de novo.

A maior parte dos amigos do “santo profeta” só descobriram sua verdadeira identidade quando saíram as reportagens da TV Record e da TV Bandeirantes. Foi aí que muitos desses “amigos” desapareceram, pois não queriam ter sua imagem associada a um abusador sexual de mulheres, um explorador religioso, que enriqueceu não por seu próprio trabalho, mas às custas da fé alheia.

*

Destaque01-190515Estão falando de nós?

* * *

Vejam que ao longo desse texto, pregam aos apostólicos fanáticos que “alguns criticam o trabalho da igreja com insinuações injustas e maldosas”. Dizem, ainda, que “muitos que estavam bem, espiritualmente falando, depois de darem ouvidos e atenção às mentiras, às fofocas e às intrigas, caíram da fé e deixaram de participar das reuniões”.

Ora, quanta insolência! Quem escreve este Boletim sabe muito bem que tudo o que é dito sobre Aldo Bertoni e a Igreja Apostólica neste Blog, NÃO É MENTIRA. Se muitas pessoas saíram da igreja após tomar conhecimento do que temos divulgado, é porque foram verificar a veracidade das informações! Sempre orientamos nossos leitores a NÃO ACREDITAR no que publicamos aqui, mas sim que fossem investigar tudo o que temos mostrado. Quem fez isso, hoje está liberto da falsa doutrina e da quadrilha criminosa que explora os apostólicos há tanto tempo.

Só continuam presos no engano da Igreja Apostólica, aqueles que são fanáticos religiosos, os que não tem acesso à internet ou não sabem manusear um computador, e aqueles que sofrem de algum tipo de deficiência psicológica.

* *

Destaque02-190515Ao invés de se preocuparem com as “mentiras” da internet, os apostólicos deveriam se preocupar com as MENTIRAS DO BOLETIM, que também são postadas no site da Igreja Apostólica. Se descobrirem quem os escreve, como é a vida pessoal dessas pessoas, vão ficar extremamente decepcionados e terão a oportunidade de serem libertos do fanatismo que os aprisiona! Seja mais cauteloso, povo apostólico!

* * *

A ideia que os cúmplices do falso profeta transmitem aos incautos apostólicos é essa: “ignorem tudo o que é falado e provado por aí. Acreditem somente no que nós publicamos”.

Você se lembra o que ensina o apóstolo Paulo, em sua primeira carta aos Tessalonicenses 5:21? “Analisem TUDO. Retenham o bem“. A igreja que se diz “apostólica”, ensina o contrário do Apóstolo. Ensina que você NÃO DEVE ANALISAR qualquer palavra que seja contrária à sua. Hoje sabemos que isso é puro medo, medo de que o fiel apostólico descubra a verdade e se liberte!

Continuemos a orar pelos nossos pobres irmãos apostólicos.

Fiquemos todos com Deus.

DEMITIDO!

17 fev

Contador da IA - HelioVianaHélio Viana da Rocha, sua esposa e filhos: sobrinho do Aldo Bertoni, foi o contador e administrador da Igreja Apostólica nos últimos 30 anos. Hélio nunca foi apostólico, mas era o único homem em quem Aldo Bertoni confiava para movimentar todo o dinheiro da Igreja Apostólica

* * *

Aconteceu algo que pensávamos que dificilmente aconteceria: foi demitido por justa causa, o contador da Igreja Apostólica durante quase toda a gestão do Aldo Bertoni, que também é seu sobrinho.

A demissão aconteceu por 6 votos a 2. Votaram pela permanência de Hélio na administração da igreja, os conselheiros Efigênia Joventino e João Stancey, por motivos óbvios.

Hélio foi levado para a Igreja Apostólica por Aldo Bertoni em 1984, o ano em que o Bispo Eurico Mattos Coutinho faleceu. Enquanto Eurico era o presidente da igreja, de fato, o contador era o pastor Carlos Alberto Trevisan, que agora voltou como Conselheiro Contábil da Igreja Apostólica. Mas na época, havia uma insatisfação com o trabalho que ele fazia, pois, além da contabilidade, que não passava de contas de somar e subtrair, ele também era responsável pelas contas a pagar da igreja e, como não mantinha controle das contas bancárias, muitos dos cheques liberados para pagamentos eram devolvidos por falta de fundos.

Quando a mãe de Trevisan faleceu, ele ficou muito abatido e depressivo, e teve de ser afastado do trabalho. Foi a deixa para Aldo Bertoni levar seus amigos para a contabilidade da igreja. O primeiro contador indicado por Aldo foi o irmão da falecida apresentadora Hebe Camargo, chamado Fêgo Camargo (tinha o mesmo nome do seu pai), que era amigo de Aldo e era formado em Contabilidade. Hebe não se dava com a mulher de Fêgo, pois sabia que a mulher traía seu irmão. Antigos motoristas do “santo profeta” nos contam que essa traição ocorreu até com o próprio Aldo Bertoni.

* *

Hebe CamargoHebe Camargo: um dos irmãos dela, Fêgo Camargo, já foi contador da Igreja Apostólica. Você sabia? Ou é só mais um pobre enganado que nem sequer conhece a história de sua própria igreja?

* * *

Assim que retornou de seu afastamento, Trevisan ficou só gravando o programa “A Hora Milagrosa”. Fêgo ficou na contabilidade da igreja por alguns anos. O Bispo Eurico o detestava, pois fumava “como chaminé” dentro do escritório da Igreja Apostólica, onde fumar era considerado um dos piores pecados, mas não podia falar nada porque Fêgo era protegido do “sucessor da santa vó Rosa”.

Em 1984, Aldo Bertoni trouxe seu sobrinho Hélio para trabalhar também na contabilidade. Porém, como o ex-pastor Paulo de Campos, que era o administrador da igreja, descobriu várias falcatruas do “primaz” e percebeu que nada do que estava sendo pregado a respeito dele era verdadeiro, em 1985 resolveu sair da igreja. Então, Aldo colocou Hélio em seu lugar, como administrador. Como dissemos, nessa época Hélio era apenas técnico contábil, título obtido depois de ter feito o antigo “colegial técnico”. A partir dessa época, ficaram Hélio na administração e Fêgo na contabilidade. Quando Fêgo saiu, Hélio também assumiu a contabilidade.

Vejam só como são as coisas: os dois cargos mais importantes na hierarquia administrativa da Igreja Apostólica, foram entregues por Aldo Bertoni a homens que não criam, não seguiam e não respeitavam nada da doutrina e disciplina apostólica. Até fumar dentro da igreja eles fumavam! Será que algum apostólico sabe nos explicar tamanha contradição?

Apesar de nunca ter crido em nada que se prega na Igreja Apostólica, desde então Hélio tornou-se a única pessoa em quem Aldo confiava para movimentar todos os recurso da igreja. Aldo Bertoni não confiava em NENHUM apostólico que dizia crer nele, mas confiava em alguém que nunca creu na suposta santidade dele. Você consegue entender isso?

Em 1988, Hélio começou a fazer faculdade de Direito na Universidade de Mogi das Cruzes, juntamente com a Rosa Stancey, filha do atual escritor de Boletins e Conselheiro Administrativo da Igreja Apostólica, João Stancey. Claro, com tudo pago pelas ofertas que eu e você doávamos para a igreja.

* *

Hélio Viana da Rocha - Igreja ApostólicaVocê se lembra desse episódio? Logo após a TV Record denunciar Aldo Bertoni em rede nacional de televisão, a TV Bandeirantes também fez matéria a respeito. Quando tentou entrevistar Aldo Bertoni, claro que o falso profeta covarde se recusou a falar, e escalou seu sobrinho para substituí-lo. Mas veja que durante a entrevista, Hélio se apresenta apenas como “advogado do Aldo”, nunca como sobrinho e administrador da Igreja Apostólica. Por que fez isso? Ficou com medo do apresentador Datena?

* * *

Graças às nossas ofertas, hoje Hélio também é advogado. Até 2008, Hélio nunca havia exercido a profissão. Se você consultasse os processos dos tribunais de justiça de qualquer Estado, não achava nenhum processo cujo advogado fosse Hélio Viana da Rocha, com exceção de um mísero processo de inventário da própria família Bertoni. Quando passamos a denúncia-lo juntamente com seu tio ladrão, em 2008, curiosamente começaram a surgir vários processos no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo onde Hélio figura como um dos advogados, mas nunca como único advogado de tais processos. Hélio acha que somos burros: quando viu que o Ministério Público estava investigando a Igreja Apostólica, tratou de tentar mostrar “algum trabalho” como advogado, provavelmente para tentar justificar seus bens, caso a justiça quebrasse seu sigilo fiscal.

Hélio sempre foi o homem que administrou a Igreja Apostólica. Aldo Bertoni apenas assinava a papelada, mas nós, apostólicos tolos, sempre ignoramos tudo isso. Como já dissemos anteriormente, os interesses de Aldo eram outros: suas namoradas, sua coleção de carros antigos, sua coleção de armas de fogo, entre outros “hobbies” exclusivos para milionários que não precisam trabalhar. E, claro, a principal função de Aldo era atuar no papel principal de “santo profeta”, pois disso dependia a manutenção da “galinha dos ovos de ouro” chamada Igreja Apostólica.

Mas e agora?

O que dirão os apostólicos?

Hoje é sabido que Hélio foi demitido por justa causa em função de várias irregularidades encontradas pela auditoria contratada por Wagner Ormanji. Perderá a multa do FGTS dos últimos 31 anos trabalhados e sujará sua carteira de trabalho. Foi demitido por CORRUPÇÃO.

Mas Hélio não era homem da estrita confiança do “onisciente profeta” Aldo Bertoni? Não foi empossado em seu cargo pelo próprio Aldo Bertoni?

Algum apostólico saberia nos explicar o que foi que aconteceu? Aldo era corrupto ou não sabia de nada, provando a mentiraiada que é cantada nos hinos e pregada nas reuniões?

Aguardamos manifestações.

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 12/02/2015

12 fev

Caros irmãos e amigos, vejam o Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica desta semana. Discutiremos apenas um ponto, pois há muito que ser dito sobre esse tema.

* *

BOLETIM DE 12/02/2015 (clique aqui para acessar)

* * *

Como você deve saber, apesar de Aldo Bertoni estar morto há 9 meses e a atual direção da igreja estar no poder desde então, somente há algumas semanas os integrantes do Conselho Deliberativo conseguiram de fato colocar as mãos sobre as finanças da igreja. Até então, os “queridinhos” do Aldo Bertoni estavam controlando tudo. Neste Boletim, publicaram uma das primeiras medidas dessa nova administração, que é encerrar as contas correntes da Igreja Apostólica no Banco HSBC. Vejam:

* *

Destaque01-120215 - Boletim da Igreja Apostólica* *

À primeira vista parece um procedimento administrativo corriqueiro, mas não é bem assim.

Desde que começamos a descobrir as falcatruas praticadas por Aldo Bertoni, temos tentado investigar todas as suspeitas. Um fato que nos chamava atenção, eram essas duas contas correntes que a Igreja Apostólica mantinha no Banco HSBC.

Contas Correntes - Igreja Apostólica

A figura está cortada porque quando captamos esta imagem, o objetivo era demonstrar outra questão, mas antes de excluírem as contas do HSBC do site da igreja, você encontrava aí duas contas correntes nesse banco.

Quando começamos a investigar as falcatruas do Aldo Bertoni mais profundamente, algumas questões sobre essas contas nos chamaram a atenção:

1. Por que a igreja mantinha duas contas no mesmo banco?

2. Por que manter duas contas em um banco que possui relativamente poucas agências espalhadas pelo país, mas que possuía alto custo para manutenção de cada uma das contas?

3. Em todos os outros bancos onde a Igreja Apostólica mantém conta corrente, as agências de relacionamento ficam no Tatuapé, o bairro onde está instalada a Sede da igreja. Curiosamente, as duas agências do HSBC onde a igreja mantinha conta, ficam do outro lado da cidade, a mais próxima das duas agências dista mais de 20 quilômetros da Sede. Por quê, se no bairro do Tatuapé também existe agência do Banco HSBC?

Por um bom tempo, ficamos sem resposta para essas questões. Entretanto, por volta do ano de 2008, quando o Ministério Público passou a investigar Aldo Bertoni e o falso profeta percebeu que poderia ter problemas com a justiça, Aldo mandou alguns de seus funcionários destruírem uma enorme quantidade de documentos que estava arquivado no escritório da Sede.

Mas veja como Deus age para desmascarar os mentirosos: dois desses funcionários, indignados por verem tantas coisas erradas, conseguiram desviar e guardar alguns desses documentos, e recentemente nos enviaram um saco de documentos velhos, que ainda estamos analisando.

São documentos que saíram diretamente dos arquivos da sala de Hélio Viana da Rocha, que é o contador da igreja e sobrinho do próprio Aldo Bertoni. Como você deve saber, Hélio foi levado para o escritório da igreja por Aldo, e lá empossado como o segundo homem mais importante na administração da Igreja Apostólica, apesar de não ser apostólico, de não acreditar em nada do que acreditam os apostólicos.

Hélio sempre foi o braço direito de Aldo Bertoni, com direito a procuração para movimentar todas as contas da igreja e tudo mais. Como Aldo Bertoni era semi-analfabeto, quem cuidava de sua vida financeira era seu sobrinho querido, Hélio Viana da Rocha. A preocupação de Aldo era apenas torrar o dinheiro, enquanto Hélio cuidava da parte burocrática.

Pois bem: as agências do HSBC onde a Igreja Apostólica mantinha conta corrente até há algumas semanas atrás eram as de número 0911 e 0337. A Agência 0911 fica localizada na Avenida Brigadeiro Faria Lima nº 2018, no riquíssimo bairro paulistano do Itaim Bibi, localizado há quase 20 quilômetros da Sede da Igreja Apostólica. Trata-se de um bairro que fica no meio do caminho entre a Sede da igreja e o bairro do Butantã, onde Aldo morou por muitos anos, até ser assaltado quando chegava em casa, no ano de 2001.

A agência 0337 fica na Av. Dr. Vital Brasil nº 214, no bairro do Butantã, bem próxima da antiga casa do falso profeta Aldo Bertoni. Portanto, fica há quase 30 quilômetros da Sede da Igreja Apostólica.

Por qual motivo a igreja deveria ter contas em agências tão distantes, quando possui agências do mesmo banco no mesmo bairro onde está sua Sede?

A resposta para essa pergunta veio na forma de alguns documentos que encontramos no meio da papelada que nos foi entregue.

Trata-se das mesmas agências onde Aldo Bertoni mantinha suas contas pessoais.

Desde que se tornou diretor da igreja, em 1978, Aldo Bertoni nunca mais precisou trabalhar. Não fazia absolutamente NADA, pois tinha funcionários para tudo. Até mesmo para resolver problemas corriqueiros com sua conta pessoal, não ia ao banco, apenas reclamava para seu sobrinho, Hélio, que elaborava um documento, Aldo assinava e o documento era entregue no banco pelo “boy de luxo” dos dois, o nosso conhecido escritor de Boletins, o “Robertinho”.

Veja os documentos abaixo:

*

Contas HSBC – Aldo Bertoni (clique para acessar)

 * *

Ao invés de trabalharem para a igreja, quando vemos tais documentos percebemos que Aldo, Hélio e sua corja estavam confortavelmente instalados nos escritórios da igreja para administrar suas vidas pessoais. Contratavam alguns poucos coitados para tomar conta das coisas da igreja, e todo o restante era direcionado para administrar suas atividades particulares. E tudo financiado com a nossa oferta! É enorme a quantidade de documentos pessoais e particulares que estavam arquivados na igreja, apesar de não terem nenhuma relação com nenhum tipo de atividade religiosa.

No documento acima você viu que um dos pedidos do falso profeta Aldo Bertoni era para que sua gerente transferisse um saldo para a conta de sua esposa, Dulce Aparecida Bertoni, que possuía conta na mesma agência. O que nos deixou perplexos foi o documento abaixo, que também estava no conjunto que nos foi entregue:

*

Conta HSBC Amante do Aldo BertoniClique aqui para baixar este documento

* * *

Vejam só que caras de pau! Na agência 0337, Aldo Bertoni mantinha a conta de sua esposa oficial, Dulce Bertoni. Na agência 0911, mantinha a conta de sua amante Maria Angela Bavaresco. E nas duas agências, mantinha contas em nome da Igreja Apostólica, que agora foram encerradas pela nova direção da igreja, além de suas próprias contas pessoais. E TUDO ISSO ERA ADMINISTRADO DE DENTRO DO ESCRITÓRIO DA SEDE DA IGREJA APOSTÓLICA, pelo seu sobrinho e contador Hélio Viana da Rocha.

* * Aldo Bertoni e sua amante Maria Angela BavarescoAldo Bertoni e sua amante Maria Angela Bavaresco, mãe de sua filha Brune Bertoni, que recém descobrimos: até as contas pessoais dela eram administradas de dentro dos escritórios da Sede da Igreja Apostólica. É para isso que dávamos ofertas?

* * *

No meio da papelada também encontramos um extrato bancário do Aldo Bertoni, referente à sua movimentação no Banco HSBC no mês de novembro de 2002.

Você se lembra o que estava acontecendo na Igreja Apostólica nesse período? Sim, a igreja estava em “profunda crise financeira”, conforme vinham nos boletins. Todas as semanas vinham exortações para que os apostólicos ofertassem cada vez mais, pois o dinheiro doado não estava sendo suficiente para manter a igreja! Lembram-se disso?

Nessa época, estávamos no campo, pregando para os irmãos do interior. Nos lembramos que por umas três ocasiões, veio a ordem da Sede para que as ofertas daqueles finais de semana fossem depositadas preferencialmente nas contas do Banco HSBC. Cegos como éramos, só obedecíamos sem questionar. Hoje começamos a entender o motivo dessas ordens.

Mas vejam que para Aldo Bertoni não existia crise financeira. Crise, só para a igreja!

* *

EXTRATO HSBC – ALDO BERTONI – NOVEMBRO/2002

(clique para baixar – arquivo pesado – 4 Mb)

* * *

Sobre o conteúdo desse extrato, é necessário fazermos as seguintes observações:

1. Esta não era a única conta pessoal do Aldo Bertoni, era uma delas. Aldo possuía contas pessoais em vários outros bancos, como você mesmo pôde ver na Declaração de Imposto de Renda dele que já divulgamos aqui, mas usava essa conta do HSBC para a “ostentação”, pois não pegava bem um milionário como ele ficar circulando por aí com cartões dos “populares” Bradesco, Itaú, Caixa ou Banco do Brasil. Quem entende do mercado bancário, sabe que o HSBC é um banco para a população de mais alta renda, para empresários e suas empresas. E Aldo Bertoni era cliente HSBC Premier, segmento de conta voltado para clientes de altíssima renda.

2. Lendo o extrato, também podemos depreender que Aldo Bertoni era, no mínimo, muito BURRO. Vejam que mesmo tendo mais de 75 mil reais na poupança, devia mais de 21 mil reais no cheque especial. Considerando que nessa época a taxa de cheque especial girava em torno de 10% ao mês, significa dizer que Aldo Bertoni estava pagando ao banco cerca de 2 mil reais de juros, sem necessidade, pois tinha muito mais dinheiro parado na poupança, que não paga nem 1% ao mês. Ou talvez Aldo Bertoni não fosse burro, talvez fizesse isso porque o dinheiro caía tão fácil em suas mãos, que estava pouco se importando onde era gasto.

3. Vejam que Aldo Bertoni, o “HUMILDE” profeta, era bem quisto no Banco HSBC. Tinha R$ 60.900,00 de limite no cheque especial e mais R$ 20.000,00 de limite nos cartões de crédito American Express Gold, Mastercard Premier e Visa Gold. Para conseguir tais limites, certamente apresentou comprovantes de renda muito superiores àquele comprovante salarial de R$ 12 mil que já publicamos neste Blog. Vejam que estamos falando de um extrato bancário de 13 anos atrás!

4. Na página 5 do Extrato, veja que Aldo Bertoni, aquele que mandava eu e você confiar e orar para ele próprio para sermos protegidos do mal, pagava dois seguros residenciais. Ou seja, ele próprio não confiava na tal “segurança dos céus”, mas mandava eu e você confiar!

5. Você notará que não há pagamentos de outras contas pessoais lançadas nesse extrato. É claro que isso não ocorria, POIS TODAS AS DESPESAS PESSOAIS DE ALDO BERTONI E SUA FAMÍLIA, ERAM PAGAS DIRETAMENTE PELA TESOURARIA DA IGREJA APOSTÓLICA.

Sabe o que é mais revoltante, caros amigos e irmãos apostólicos?

Nessa época nós, pastores e pregadores, estávamos empenhados em “salvar” a igreja da falência. Fazíamos insistentes apelos, às vezes passávamos mais de meia hora da reunião tentando explicar a péssima situação financeira da igreja, tentávamos enfiar a famigerada “Campanha da Recomposição do Caixa da Igreja” goela abaixo de todos os irmãos apostólicos das congregações por onde passávamos, por ordem e orientação do Aldo Bertoni e da Efigênia Joventino. Enquanto isso, o vagabundo estava “doando juros” para o Banco HSBC, como você mesmo pôde ver neste extrato.

Abandonávamos nossas famílias em quase todos os finais de semana, para ir pregar voluntariamente, com a única finalidade de abastecer o caixa de um bando de vagabundos em São Paulo.

Não é motivo para se revoltar?

Em breve, divulgaremos novos “achados” entre os documentos que recebemos.

Fiquemos todos com Deus.

Os Sustentáculos da Farsa Apostólica – Parte 3

26 jan

José Roberto RozaniJosé Roberto Rozani, o “Robertinho”.

Você sabia que ele é um dos dois que escrevem os “santos Boletins”, que você ACHA ser palavra de Deus “fresquinha”?

* * *

Entre os anos de 2011 e 2012 iniciamos a publicação de uma série de postagens a respeito de quem eram as pessoas mais importantes, os pilares centrais, na manutenção da farsa sobre o falso profeta e abusador sexual Aldo Bertoni. Na Parte 01, você pôde conhecer melhor Efigênia Joventino, secretária do falecido Aldo e, hoje, a Segunda Secretaria da Igreja Apostólica. Na Parte 02 você pôde conhecer melhor o sobrinho do Aldo Bertoni, contador e administrador da igreja que quase todos os apostólicos nunca conheceram, lá colocado pelo próprio Aldo, pois dizia ser a única pessoa em quem tinha confiança para administrar os recursos da igreja. Relembre estas matérias, clicando nos links abaixo:

* *

Os Sustentáculos da Farsa Apostólica – Parte 1

Os Sustentáculos da Farsa Apostólica – Parte 2

* * *

Pois bem, agora você poderá conhecer outra peça fundamental na manutenção dessa farsa. Trata-se de José Roberto Rozani, mais conhecido na Sede como “Robertinho”.

* *

Leitura do Balanço 2011 - Igreja ApostólicaRobertinho nunca abandona o chefão Hélio Viana!

Foto tirada durante a leitura do balanço financeiro fraudulento de 2011

* * *

Robertinho é assistente administrativo na Igreja Apostólica desde 1986, onde ingressou quando tinha por volta de 27 anos de idade. A família do rapaz era de Votuporanga (SP), e Aldo Bertoni prometeu emprego de motorista ao pai do Robertinho, conhecido como “seu Julinho”. Acontece que quando a família chegou a São Paulo, o cargo de motorista já estava ocupado pelo João Marcos Antônio de Campos, hoje genro do atual Conselheiro Administrativo, João Stancey, o nosso outro escritor de Boletins.

Quando o pai de Robertinho chegou a São Paulo e viu que não teria o emprego, arrumou a maior briga com João Marcos, o ocupante de sua prometida vaga. Para remediar a situação, Aldo Bertoni ofereceu uma vaga de assistente administrativo no escritório da Sede ao seu filho, o Robertinho, o que foi aceito pela família.

* *

RobertoemBuenos Aires2Robertinho passeando por Buenos Aires

* * *

No início, Robertinho fazia de tudo no escritório, mas com o tempo foi se tornando um tipo de “secretário” do Hélio Viana da Rocha, que por ordem do seu tio Aldo Bertoni, havia assumido a contabilidade da igreja no lugar do hoje Conselheiro Contábil, Carlos Alberto Trevisan. Formado em Letras, naquela época era um dos funcionários mais “letrados” do escritório, e caiu nas graças de Hélio quando mostrou que não se importava com as sacanagens praticadas por Aldo Bertoni, e se dispôs a ajudá-los em troca de benefícios financeiros.

E Robertinho foi muito bem recompensado pelo seu trabalho. Mora em confortável apartamento no bairro do Tatuapé, que lhe foi dado por Aldo Bertoni, com recursos da igreja, claro. Há cerca de 12 anos atrás, ganhou uma belíssima EcoSport zero quilômetro do “santo profeta”. Mesmo sendo um mero assistente administrativo de uma igreja pobre e falida, já viajou o mundo inteiro, como você pode ver nas fotos ao longo deste post, e possui hobbies refinadíssimos, como colecionar obras de arte e quadros comprados até em leilões internacionais, além de também colecionar relógios da marca Rolex. Os apostólicos que já foram ao apartamento dele, sabem do que estamos falando.

* *

RobertoemFortalezaRobertinho na cabine do avião, indo para Fortaleza

* * *

Segundo denúncia oferecida ao Ministério Público, que tivemos acesso, Robertinho era o responsável por “enquadrar” toda a contabilidade do Hélio Viana às despesas do “santo profeta”. Por exemplo:

– Quando Aldo Bertoni pagava as “mesadas” mensais e regulares às suas amantes Edith Gonçalves e Maria Angela Bavaresco, com cheques da igreja, Robertinho era o responsável por classificar essa despesa como “donativos a necessitados”. Todas as outras despesas particulares de Aldo e sua família, também eram classificadas por Robertinho dentre as contas apresentadas no balanço fraudulento, que sempre ouvimos nas Assembleias de prestação de contas da igreja, por tantos anos.

Ele era o responsável por todas as classificações contábeis do balanço. Hélio apenas assinava.

Por sua formação em Letras, Robertinho também era o revisor do “santo” Boletim, escrito por João Stancey. Nos últimos anos, quando Stancey viajava para pregar ou resolver algum assunto da igreja, era ele sozinho quem escrevia o Boletim.

* *

robertoemPompeia-ItaliaRobertinho em Pompéia, na Itália

* * *

Robertinho também é muito conhecido na agência do Bradesco onde a Igreja Apostólica mantém conta. Por ordem de Hélio Viana, quase todos os dias Robertinho ia ao Bradesco, com os seguranças da igreja, sacar altos valores, de 10 a 20 mil por dia, e entregava a Hélio e Efigênia, que depois repassava para o próprio Aldo. Vários funcionários do escritório da igreja são testemunhas disso.

Robertinho é homossexual assumido. Já namorou diversos homens, entre eles alguns apostólicos. Seu mais conhecido caso é o atual maestro da OFIA (Orquestra Filarmônica da Igreja Apostólica), Aldo Duarte, o filho do pastor “Zé do Café”, de Aquidauana (MS). Por seu relacionamento com Robertinho, Aldo Duarte também foi contratado por Aldo Bertoni para trabalhar no escritório da igreja.

Em 2005, Robertinho e Aldo Duarte viajaram juntos para Paris, com tudo pago pela Igreja Apostólica. Ou seja, eu e você, fiéis apostólicos, é que pagamos a viagem do “casal”. Temos testemunhas que VIRAM a farsante Efigênia Joventino, hoje empossada na direção da igreja, entregar um maço de notas de Euros para Robertinho poder viajar com seu namorado.

* *

AldoDuarte03Aldo Duarte, o ex-namorado de Robertinho, e atual regente da OFIA

* * *

O mais engraçado é que tentaram esconder isso, como se as pessoas fossem cegas e burras. Na extinta rede social Orkut, quando você entrava no perfil de Robertinho, via fotos dele sozinho em determinados pontos turísticos de Paris. Quando entrava no perfil de Aldo Duarte, também o via sozinho em várias fotos, tiradas EXATAMENTE nos mesmos lugares onde Robertinho havia sido fotografado.

Algum tempo depois dessa viagem, os dois brigaram, se separaram, e Aldo Duarte foi morar com uma coralista da Sede conhecida como Tica.

Também temos duas testemunhas que presenciaram Robertinho, em dois anos diferentes, participando da “Parada Gay”, que é realizada todos os anos em São Paulo. Uma delas, uma ex-coralista da Sede, nos conta que estava trabalhando em uma loja na Avenida Paulista, em um domingo em que aconteceu o evento, e o viu passar com “três colegas” no meio da multidão de homossexuais e simpatizantes. Nossa outra testemunha, um ex-diácono da Sede, estava voltando da igreja num domingo à noite em que acontecia a Parada Gay, quando cruzou com Robertinho na Estação República do metrô de São Paulo, ponto final da parada, acompanhado de vários colegas vestidos “a caráter” para a marcha.

Não temos nada contra a Parada Gay, acreditamos que todos tem o direito de se manifestarem da forma que bem entenderem, faz parte do livre arbítrio que nos foi dado por Deus e da Constituição Federal, mas lembramos que com grande frequência, símbolos cristãos são zombados nesta Parada.

* *

robertonovaticanoRobertinho, no Vaticano. Enquanto a maioria dos contribuintes apostólicos nunca saiu do Brasil, o assistente administrativo da igreja já percorreu o mundo!

* * *

Robertinho participava da Parada Gay no domingo, e na quarta-feira escrevia o “santo Boletim” para nós, que acreditávamos ser “palavra de Deus”. Essa seita diabólica é ou não é o fim do mundo?

Queremos ressaltar que de forma alguma estamos discriminando os rapazes por sua orientação sexual. Pensamos que cada um tem sua vida e que faça dela o que bem entender. Nossa crítica é em relação à corrupção praticada por Robertinho, pois ele sempre soube qual era a origem do dinheiro que recebia, e nunca se opôs ou discordou das safadezas praticadas por Aldo Bertoni e seu sobrinho Hélio Viana da Rocha. Se fosse pessoa honesta, no mínimo recusaria se esbaldar em tanto luxo, proveniente das ofertas de tantas pessoas pobres e humildes, sobretudo do interior.

Portanto, nossa crítica é feita em função de sua falta de caráter, e não em função de sua opção sexual.

* *

RobertoemBuenosAiresRobertinho, ainda em Buenos Aires

* * *

Caros amigos e irmãos apostólicos, é nesse tipo de gente que você anda depositando sua fé cega. Todos eles também defendem Aldo Bertoni, mesmo sabendo de toda a sujeira do falso profeta. Foram colocados em seus cargos justamente por Aldo. É são os responsáveis por alimentar em você um fanatismo horrendo em torno de um ser corrupto como Aldo Bertoni.

Será que mesmo com tudo isso tão exposto, você não consegue perceber a farsa da qual fomos vítimas? Tudo bem que a maioria sempre esteve suficientemente longe da Sede para poder saber de tudo isso, mas há anos temos exposto todos esses fatos! Que “macumba” tão forte é essa, lançada sobre vocês, caros irmãos apostólicos que ainda acreditam na farsa do Aldo Bertoni?

Nossa oração é para que Jesus os ajude a serem libertos dessa “macumba” tão bem feita por Aldo Bertoni.

Na quarta e última parte dessa série de postagens, você conhecerá a quarta coluna que sustenta toda a mentira a respeito do falso profeta e bandido Aldo Bertoni. Não perca!

Fiquemos todos com Deus.

OUÇA AQUI A REUNIÃO

4 dez

Igreja Apostólica

 Mentiras, falsidades, brigas, ameaças de morte, idolatria a mortos, abusos sexuais, roubo e enganação. O que mais se pode esperar da Igreja Apostólica? Não somos nós que estamos dizendo, é o próprio Presidente da igreja quem diz, ouça a gravação!

* * *

Ouça aqui a gravação de tudo o que foi discutido na reunião ocorrida em 26/11/2014 na sede da Igreja Apostólica, entre seu presidente, José Solyom Filho, e um grupo liderado por Wagner Rodrigues, filho do cantor Clérizon Rodrigues. A reunião foi motivada, segundo os próprios convocantes, por denúncias de corrupção que estamos fazendo através deste Blog há 5 anos, mas só agora, depois da morte do bandido chefe, Aldo Bertoni, começaram a ser questionadas por fiéis apostólicos que sempre combateram nosso trabalho.

Ouçamos:

* * *

Alguns questionamentos e considerações que gostaríamos de fazer à tal comissão questionadora, e a todos os apostólicos em geral, que finalmente estão percebendo que sempre tivemos razão em tudo o que dissemos. Para melhor organização das questões, iremos numerá-la conforme seu tempo no vídeo:

– 2 minutos e 40 segundos: Caro Pastor Solyom, será que mesmo com tudo o que está vendo que aconteceu na “santa gestão” do Aldo Bertoni à frente da igreja, ainda continua orando para esse calhorda, como se ele fosse um “representante de Deus”? O senhor está mesmo decidido a continuar a levar o povo apostólico para o inferno? Cuidado, Pastor Solyom, pois Deus poderá lhe cobrar muito caro por isso. Foi-se o tempo em que o senhor era apenas um funcionário administrativo, agora tem acesso a todas as falcatruas cometidas por Aldo Bertoni e seu sobrinho Hélio Viana da Rocha. Por que não toma nenhuma atitude contra todas os mal feitos de Aldo Bertoni e seus cúmplices? Claramente se vê que o senhor é honesto, então o que o impede de agir? Também está com medo de ser ameaçado de morte?

– 4 minutos e 50 segundos: Temos de concordar com o questionamento do Sr. Wagner Rodrigues. O Sr. João Marcos só estava presente nessa reunião para tomar parte e levar todas as conversas ao “poderoso chefão” Hélio Viana da Rocha. Não faz o menor sentido um mero motorista da igreja estar presente ali. Mas na verdade não se trata de um “mero motorista”, João Marcos é da família de João Stancey, corruptos de alto escalão, pois sabem de toda a sujeira e mesmo assim continuaram a defender o bandido Aldo em troca de benefícios financeiros.

– 7 minutos e 52 segundos: Muitos apostólicos fanáticos nos acusam de só falar em dinheiro. Mas será que agora conseguirão compreender que sempre falamos nisso porque DINHEIRO é o maldito motivo que levou Aldo Bertoni a nos enganar e nos explorar por décadas? Vejam como começa essa reunião, com o presidente cobrando dinheiro de um pastor que não repassou a totalidade do butim. Percebem que o único assunto que realmente importa no escritório da Rua Baguari nº 158 são as ofertas do povo? Aliás, ninguém nem precisaria ouvir essa gravação para chegar a essa conclusão, basta ver a ordem dos assuntos nos Boletins semanais.

– 9 minutos e 49 segundos: A revelação de que Wagner Ormanji, vice-presidente da Igreja Apostólica, recebeu ameaças de morte por ter pedido uma auditoria das contas da Igreja Apostólica. Caros irmãos apostólicos, sabe qual a diferença entre nós e Wagner Ormanji? A diferença é que nós fomos ameaçados de morte diretamente pelo próprio Aldo Bertoni, a quem podemos chamar de BANDIDO sem qualquer sombra de dúvida, e também por seus cúmplices, que muito nos perseguiram através de telefonemas na madrugada, perseguição de carros, e até ameaça de sequestro de filhos na escola. Wagner Ormanji foi ameaçado por cúmplices do “santo profeta”. Aliás, quem ameaçou Wagner Ormanji? Poderiam dar esse esclarecimento ao povo? Outra diferença entre nós e Wagner Ormanji, é que ele resolveu pedir uma licença e ficar quieto, enquanto nós resolvemos botar a boca no trombone, para que o maior número possível de apostólicos pudessem tomar conhecimento de tudo o que acontece nos bastidores da Igreja Apostólica.

– 11 minutos e 30 segundos: MENTIRA! A tal “auditoria” que Solyom diz já ter sido contratada pela igreja, não passa de uma empresa de fachada de amigos do contador da igreja, o “santo sobrinho” Hélio Viana da Rocha. É a mesma empresa que em 2009 foi contratada para fazer a tal auditoria e passou um falso atestado de regularidade das contas da igreja, sem ter analisado nenhuma conta ou despesa. Se querem uma auditoria de fato, devem criar um comitê composto por fiéis apostólicos DO INTERIOR, pois a Sede está totalmente corrompida, e que tenham formação nas áreas de administração, contabilidade ou economia.

– 12 minutos e 50 segundos: o pregador Luis Gustavo afirma que “o primaz agia de forma diferente”. Agia mesmo! Com Aldo Bertoni ainda no comando, essa reunião nunca teria acontecido! Porque com Aldo, era na “base da bala”. Quem ousasse questioná-lo, era ameaçado, obrigado a se calar e saia da igreja como “rebelde”, como aconteceu conosco. Isso só não aconteceu ainda com Wagner Rodrigues e seus amigos, porque Aldo Bertoni ESTÁ MORTO!

– 16 minutos e 15 segundos: Quanta inocência! Pedem a demissão de Hélio Viana da Rocha, mas não falam nada sobre o fato dele ter sido colocado lá pelo seu tio Aldo Bertoni? Querem apurar casos de corrupção na Igreja Apostólica, sem atingir ao grande corrupto, que roubou e deixou roubar, o falso profeta Aldo Bertoni? Se insistirem nisso, nunca terão uma igreja honesta.

Hélio Viana da Rocha - Igreja Apostólica

Hélio Viana da Rocha: ele era da absoluta confiança do seu titio Aldo Bertoni. Por que agora os apostólicos da tal comissão querem tirá-lo de lá? O que descobriram e não querem contar ao povo apostólico?

* * *

– 20 minutos e 30 segundos: Podemos chamar de igreja um lugar onde pessoas que deveriam se chamar de “irmãos” desconfiam uns dos outros? Um lugar onde reina a traição? Como é que os apostólicos podem continuar a confiar numa administração tão corrompida, e ainda achar que Deus está na direção?

– 25 minutos e 35 segundos: Novamente voltam a discutir por conta da demissão de Hélio Viana da Rocha. Esqueçam, caros irmãos, esse homem não será demitido enquanto vocês não admitirem que o grande corrupto que roubou e deixou roubarem a Igreja Apostólica chama-se Aldo Bertoni. Só quando admitirem isso, essa “limpa” que tanto desejam ocorrerá. Sabe por quê? Porque o próprio Hélio Viana da Rocha ameaça contar a verdade sobre seu tio Aldo Bertoni ao povo, caso seja demitido. Se isso ocorrer, será o fim da Igreja Apostólica, e os corruptos que atualmente estão no poder não querem perder seus empregos, suas casas, seus almoços grátis, suas viagens grátis por todo o Brasil.

– 32 minutos: Solyom se recusa a comentar sobre a ação judicial movida pelo Conselheiro Financeiro da Igreja Apostólica, Orlando Arantes, mas em momento algum nega a originalidade da carta assinada por Aldo Bertoni e por seus advogados transferindo a direção da igreja para Orlando. Em breve, divulgaremos matéria a respeito do assunto.

– 34 minutos e 18 segundos: Solyom nega a briga, com agressões físicas, entre Orlando Arantes e Nilson Cairolli. É MENTIRA. Temos várias testemunhas visuais do ocorrido. O que de fato aconteceu é que SOLYOM não estava na igreja no momento do ocorrido.

– 40 minutos e 15 segundos: O povo está solicitando cópia do novo Estatuto, que já deveria ter sido distribuído a todas as congregações há muito tempo? Ora, basta baixar no nosso Blog! Trata-se do mesmo documento! Para que dar essa despesa à igreja?

– 42 minutos e 20 segundos: Os jovens apostólicos não querem ouvir o Boletim? Grande novidade! E o que há de interessante, que os atraia, nas repetitivas mentiras escritas semanalmente pelos cúmplices João Stancey e José Roberto Rozani?

– 48 minutos: Pregador Juvenal, por qual motivo Hélio Viana da Rocha não pode ser demitido? A Igreja Apostólica é uma entidade privada, pode admitir e demitir quem bem entender, sem nenhum problema legal. Qual o impedimento?

– 1 hora, 3 minutos e 4 segundos: Pregador Luis Gustavo, sabe porque tudo discutido aí “vaza”? Porque não há mentira que ficará encoberta, isso está na Palavra de Deus!

– 1 hora, 4 minutos e 43 segundos: Solyom diz que “espiões são uma preocupação no escritório da igreja”. Ora, se Aldo Bertoni era onisciente, porque nunca perguntaram a ele quem somos nós, e acabaram de uma vez com esse problema? Ou admitem que a tal “onisciência” do Aldo era só mais uma mentira para amedrontar o povo e fazer todos lhe obedecerem?

– 1 hora, 5 minutos e 24 segundos: Quer dizer que o assistente de informática da igreja, Valdemar C. Santos,  tem o poder de movimentar todas as contas da igreja? Será que o povo apostólico sabe disso? Temos certeza que não! Afinal, nem o próprio presidente da igreja sabia!

*

Valdemar C. Santos - Igreja Apostólica

Valdemar C. Santos: Salário de 16 mil reais por mês, e controle sobre todas as contas correntes da Igreja Apostólica. Você, apostólico contribuinte, sabia que esse homem, juntamente com o sobrinho do Aldo Bertoni, é quem movimentam o dinheiro que você coloca na sacolinha azul ou deposita nas contas da igreja?

* * *

– 1 hora, 7 minutos e 58 segundos: Pregador Jango Vervical, por qual motivo o senhor acha que a Polícia Federal iria nos importunar? Que crimes cometemos? Desde quando denunciar criminosos é crime no Brasil? Será que o senhor é tão fanático que não se dá conta que tudo o que denunciamos aqui, temos provas? Será que não se dá conta que é atrás de Aldo Bertoni, e não de nenhum de nós, que a justiça estava correndo?

– 1 hora, 11 minutos e 10 segundos: Pregador Jango Vervical, como assim, “não somos contra o trabalho do irmão Aldo, e sim contra os fraudulentos que atuam em nome do irmão Aldo”. Não entendemos sua absurda fala. Está querendo dizer que não foi Aldo Bertoni quem colocou os tais “fraudulentos” em seus cargos? Será que você ignora que essa prerrogativa era só do Aldo e ninguém mais tinha poder de colocar ninguém em cargo algum? Poderia se explicar melhor?

– 1 hora, 11 minutos e 25 segundos: Querem fazer auditoria de apenas 6 meses? Que piada de mau gosto é essa? Se querem encontrar fraudes cabeludas, devem fazer auditoria minuciosa e todas as entradas, saídas e folhas de pagamento dos últimos 15 ANOS, pelo menos! Pois a corrupção existe na Igreja Apostólica desde que Aldo Bertoni tomou posse nos Estatutos, mas se intensificou a partir do momento em que a Missionária Odete caiu doente na cama. Foi a partir daí que se iniciaram as milionárias campanhas, cuja arrecadação total foi desviada por Aldo e seus cúmplices. Investigar nos últimos 6 meses ou no último ano, vão achar muito pouco, pois nesse período já não era mais o Aldo Bertoni quem assinava nada, pois já se encontrava muito adoentado.

– 1 hora, 15 minutos e 55 segundos: Quanta inocência do Pregador Luis Gustavo! Diz que “o irmão Aldo lutou tanto para não deixar o nome dessa igreja cair na lama”. Ora, que absurdo! Foi o próprio Aldo Bertoni, e sua escandalosa vida particular, quem jogou o nome da Igreja Apostólica nos anais da vergonha perante todo o Brasil! Basta fazer uma rápida pesquisa na internet, e você descobrirá que a Igreja Apostólica é conhecida como “a igreja do profeta tarado”. Quer vergonha maior do que esta, causada pelo próprio Aldo Bertoni?

– 1 hora, 16 minutos e 10 segundos: Ainda bem que o Pregador Jango Vervical tem a clareza de admitir que Aldo Bertoni ia ser condenado pela justiça se não tivesse morrido. Muito diferente da postura de muitos pregadores de mentiras, que viviam dizendo ao povo que Aldo já havia sido inocentado.

– 1 hora, 17 minutos e 20 segundos: Que notícia maravilhosa! Então admitem que a Igreja Apostólica está perdendo fiéis em larga escala por conta dos escândalos provocados pelas mentiras do Aldo Bertoni? Glória a Deus por este povo liberto! A frequência de Cuiabá caiu de 800 para pouco mais de 300 pessoas? Mas que boa notícia, contada por um pregador da própria Igreja Apostólica, para ninguém dizer que é mentira!

– 1 hora, 17 minutos e 36 segundos: Novo abuso sexual praticado por cúmplices do Aldo Bertoni? Quem é esse rapaz de Xanxerê citado nas gravações?

– 1 hora e 20 minutos: Pregador Jango Vervical diz “ai daquele que promove escândalo”. Será que o senhor tem noção, senhor Jango, do que aconteceu com o escandaloso Aldo Bertoni?

– 1 hora, 25 minutos e 18 segundos: Vejam só o absurdo. Estão perseguindo pastores que “estão falando só de Jesus”. Agora é oficial, a pedido de Aldo Bertoni, estão perseguindo os pastores que falam de CRISTO, pois os “deuses apostólicos” são vó Rosa e Aldo Bertoni, dois mortos enterrados no cemitério da Lapa. Ouçam esse trecho, e ficarão escandalizados! Nivelam o Filho de Deus, que por nos foi sacrificado na cruz, a humanos corruptos! Blasfêmia!

– 1 hora e 30 minutos e 30 segundos: Pregador Juvenal informa que as ofertas caíram 50%. Com toda essa queda, continua funcionando. Então o que era feito com os outros 50% quando Aldo Bertoni era vivo? Algum apostólico sabe responder?

– 1 hora, 31 minutos e 8 segundos: Muita gente está abandonando a Igreja Apostólica? Glória a Deus! É óbvio que isso aconteceria, boa parte do povo está cego pelo fanatismo religioso, mas não há fanatismo que resista à verdade! Aos poucos, Deus vai mostrando a verdade aos apostólicos e eles certamente vão ser libertos!

– 1 hora e 33 minutos: A esposa do pregador Jango presenciou que as ofertas de FIM DE ANO doadas para a igreja, não são contabilizadas no caixa. Solyom diz não saber de nada.

– 1 hora, 34 minutos e 5 segundos: Pregador Jango afirmou que ISMAEL BERTONI recebe da igreja um salário de 10 Mil Reais da igreja. E é proprietário do Restaurante Canarinho e da lanchonete Baguari. Fica com toda a arrecadação das empresas e ainda a Igreja paga mais um Salario de 10 Mil reais? Enquanto para Pastores Itinerantes, o salário não chega a 1.600 reais. O pregador Jango afirma que Efigenia recebe 10 Mil reais, Valdemar 16 Mil e Helio 20 Mil reais.

– 1 hora, 37 minutos e 43 segundos: Solyom afirma que a Igreja paga um aluguel de 2.900 reais de Aluguel do apartamento para o Sr. Clerizom, pai do “rebelde” Wagner Rodrigues.

– 1 hora, 40 minutos e 18 segundos: Nosso Blog tem que sair do ar, Sr. Jango Vervical? Por qual motivo? Quer que toda a corrupção que denunciamos há 5 anos, e que vocês só “descobriram” agora, se mantenha na Igreja Apostólica? Não consegue perceber que todo e qualquer avanço realizado nos últimos 5 anos, só aconteceu graças às nossas denúncias? Antes de publicarmos diversos materiais na internet, raras construções no interior podiam avançar sem que Aldo Bertoni mandasse parar as obras para que fosse enviado mais dinheiro para a Sede. Vocês nem sequer podiam publicar nada sobre a igreja na internet, isso saiu em Boletim como ordem de Aldo Bertoni, e se hoje vocês podem divulgar hinos e pregações nas redes sociais e no Youtube, foi graças a nós, que publicamos os primeiros vídeos. Não se esqueça, Sr. Jango, sem o nosso Blog, a Igreja Apostólica continuará nas trevas!

– 1 hora, 40 minutos e 31 segundos: Solyom admite que não possui qualquer controle sobre as contas correntes da Igreja Apostólica. Então, quem as possui? Você, apostólico contribuinte, sabe dar essa informação? Ou estão dando seu dinheiro para ladrões se fartarem?

Há diversas outras questões a serem expostas e discutidas. Em breve, publicaremos nova postagem questionando outros pontos. Será que agora aparecerá algum apostólico com dignidade suficiente para nos responder?

Que Deus continue nos abençoando.