Tag Archives: idolatria

Uma Diferença Brutal

31 dez

Vivendo-de-aparencia

Assim éramos enquanto estávamos na Igreja Apostólica: acreditávamos ser felizes, e fazíamos as pessoas acreditarem nisso também, mas somente hoje, conhecendo o verdadeiro Salvador de nossas almas, Jesus Cristo, é que somos felizes. E lutamos para que todos os nossos pobres irmãos apostólicos também tenham essa oportunidade, pois isso faz parte do “amor ao próximo” pregado pelo Mestre.

* * *

Quando éramos apostólicos, aprendemos e ensinamos muitas coisas erradas. Talvez uma das maiores, seja a de que a aparência é algo importante para Deus. Vivíamos de aparência. Para nós, pessoas que adoravam a Deus, eram aquelas que usavam roupas compridas e cabelos arrumadinhos. Que não usavam maquiagem e nem barba. Não é assim que funciona?

Apostólicos vivem de aparências. Idolatram um homem que sequer conheceram, mas que tem aparência de “bom moço”, e condenam pessoas que também nunca conheceram, também por causa da nova aparência.

*

Igreja Apostólica - Sacrifício de Tolo

Se engana quem acha que Deus olha roupas. Leia Mateus 23, onde Jesus condena os religiosos que posam de santos, com suas vestes longas, mas por dentro são vazios e podres como sepulcros. Falaremos sobre vestes, sob a perspectiva bíblica, em um futuro post.

* * *

Quantas vezes não vimos, presencialmente e também pela internet, mulheres ex-apostólicas serem xingadas por agora estarem usando calças, ou usando brinco ou maquiadas? Isso só demonstra que o amor ao próximo ensinado por Jesus, não é conhecido entre os apostólicos.

Quando conhecemos a Palavra de Deus, a Bíblia, aprendemos que aparência é o que menos importa para Deus. O que importa é aquilo que existe no coração da pessoa, se há a adoração sincera ao Pai, a crença na salvação que só o Filho pode dar, e na comunhão com o Espírito Santo. Isso é o que importa.

Veja, no exemplo abaixo, um dos maiores erros cometidos por nós, enquanto apostólicos, que é a exaltação e adoração de homens, ainda mais de um ser imundo como Aldo Bertoni:

* * *

* * *

Um monte de gente arrumadinha, bem vestidos, cantando para quê? Para quem? Sob qual propósito? Em Mateus 23, Jesus dá outra ordem expressa aos líderes religiosos, que eram os chefes da igreja daquele tempo, e que hoje é desrespeitada frontalmente pelos apostólicos:

* *

A ninguém na terra chamem ‘pai’, porque vocês só têm um Pai, aquele que está nos céus. Tampouco vocês devem ser chamados ‘chefes’, porquanto vocês têm um só Chefe, o Cristo.

Mateus 23:9-10

*

O tempo todo, chamam Aldo Bertoni de “Pai”. “Pai amado”, “Pai adorado”, é comum você ouvir isso nos hinos.

Nessa música, dizem que Aldo Bertoni “lutava” pela igreja. Luta? Que luta? Aldo tinha uma boa vida, dormia até tarde todos os dias, e depois que saia da igreja, ia para a farra com suas amantes até tarde da noite. Todos os funcionários da Sede sabem disso. Até vídeo disso que estamos dizendo tem gravado e disponibilizado no Youtube. Há décadas que não precisava trabalhar, pois tinha funcionários para lhe fazer de tudo. E tudo isso pago com a minha e a sua oferta. Então, de que luta estão se referindo?

Na música também dizem que Aldo é Adorado. Adorado? Vejam que blasfêmia contra o Senhor, trocam seu Filho, Jesus Cristo, por um homem que sequer respeitou a própria esposa e teve filhos com outras. Tudo comprovado para quem quiser ver.

Pastor do Rebanho? Só se for rebanho indo para o matadouro. Pois hoje pertencemos ao rebanho de Jesus Cristo, onde Ele próprio é o nosso pastor.

Mas o mais incrível é ouvir os apostólicos dizerem nesse hino que Aldo Bertoni fazia uma “sábia direção”. Tão sábia que só nomeou corruptos, já demitidos por justa causa, para lhe ajudarem na direção da igreja. Só nomeou pastores que supostamente estavam “traindo-o”. Permitiu que uma incrível máquina corrupta, se instalasse na direção da igreja, e ainda deixou os apostólicos altamente endividados com os próprios amigos particulares dele mesmo. Isso é ter feito uma “sábia direção”?

Mas vejam que enquanto os apostólicos adoram um ser tão imundo, um zombador das coisas de Deus, há pessoas que adoram ao Senhor do fundo do coração. No vídeo acima, você pode ver pelo rosto e semblante dos apostólicos, como cantam cabisbaixos, sem ânimo, sem empolgação. Parece até que suas consciências e almas sentem o peso da idolatria.

Quer ver um louvor de verdade, onde as pessoas se derramam para Deus? Nem é um coral enorme, as pessoas são simples, vestem o que bem entendem, porque sabem que para Deus o que vale é o que existe no coração, e não a aparência. É apenas um exemplo que encontramos no Youtube, mas vejam a diferença nos semblantes, na alegria de adorar ao Único Senhor e Salvador de nossas almas.

Verdadeiros adoradores cumprem o ordenamento existente no Salmo 150:

Louvai ao SENHOR. Louvai a Deus no seu santuário; louvai-o no firmamento do seu poder.
Louvai-o pelos seus atos poderosos; louvai-o conforme a excelência da sua grandeza.
Louvai-o com o som de trombeta; louvai-o com o saltério e a harpa.
Louvai-o com o tamborim e a dança, louvai-o com instrumentos de cordas e com órgãos.
Louvai-o com os címbalos sonoros; louvai-o com címbalos altissonantes.
Tudo quanto tem fôlego louve ao Senhor. Louvai ao Senhor.

Observe as feições, a alegria, o semblante de quem realmente adora ao Senhor, e compare com a situação dos apostólicos, quando louvam uma criatura imunda, no vídeo acima. É visível e brutal a diferença!

* * *

* * *

Meditem profundamente na letra do louvor acima. Fala muito aos corações de todos nós, que um dia estivemos na gaiola do profeta diabólico, Aldo Bertoni.

Fiquemos todos com Deus.

Sobre Idolatria

15 dez

Ídolos

Rosa Alves, Aldo Bertoni e a própria instituição Igreja Apostólica: os ídolos que dominam os corações dos apostólicos

* * *

Quando éramos apostólicos, e acreditávamos em todas as besteiras e mentiras pregadas dos púlpitos apostólicos, acreditávamos que para obter proteção divina e salvação, era necessário andarmos sempre com o uniforme imposto por Rosa Alves (a “vó” Rosa), cabelos nos cumprimentos também determinados por ela, acreditávamos que bastava não frequentar lugares “demoníacos” como cinemas, teatros, shows, etc, e acreditar piamente nos dois ídolos da Igreja Apostólica, a “santa vó Rosa” e o “santo irmão Aldo”.

Sem percebermos, e é assim que o diabo sempre age, nos mantínhamos longes de Deus, adorando quem certamente nunca mereceu aquilo que é devido apenas ao Criador. Por ironia satânica do destino, a Igreja que se diz “Apostólica“, não acredita quando o Apóstolo João ensina, sobre a visão que recebeu de Deus na ilha de Patmos:

JoaoApocalipse

“Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos que se prostituem, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.”
Apocalipse 21:7-8

– – –

Do que adianta usar saia arrastando no chão ou estar sempre de terno e gravata, quando cometem um dos pecados mais abomináveis a Deus, um dos pecados que lhes condenará ao lago que arde com fogo e enxofre?

É em vão o sacrifício ofertado pelos apostólicos, caros irmãos. Não vale nada! É como bem ensinou Jesus: os apostólicos erram por não conhecerem as Escrituras (Mateus 22:29). Nos últimos anos Deus tem lhes demonstrado claramente, e de muitas formas, que tudo o que crêem está errado, e não é da vontade Dele, mas os apostólicos insistem em adorarem seus ídolos.

Vejam a manifestação abaixo, captada em Rede Social e largamente difundida entre apostólicos:

ApostolicaTransparente81

Em algum momento você vê essa apostólica fanática falar em Deus? Agradecer a Jesus por mais um dia? É claro que não! Seu coração e sua mente estão tomados pelos ídolos! Este é apenas um exemplo, mas é muito comum ver esse tipo de manifestação entre apostólicos que ainda acreditam nos falsos santos!

* * *

Vejam abaixo uma excelente palavra sobre idolatria, proferida por Ed René Kivitz, pastor titular da Igreja Batista da Água Branca (São Paulo), em 19/04/2015. É uma mensagem que deveria ser ouvida e refletida por todos apostólicos e ex-apostólicos, pois retrata aquilo que a Bíblia mostra sobre o tema idolatria.

Você que ainda é apostólico, idólatra, seguidor do falso profeta Aldo Bertoni: invista 40 minutos de sua vida, assistindo ao vídeo abaixo e aprendendo algo de importância para você e para sua família, ao invés de ficar dando ouvidos para as besteiras escritas no Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica por dois corruptos interessados na sua oferta. Preste atenção e reflita em cada palavra, pois essa pregação parece ter sido feita para você!

 

 

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 15/01/2015

15 jan

Cristo de fora

Quando ensina a idolatria a homens, a Igreja Apostólica deixa Jesus Cristo do lado de fora de suas portas.

* * *

Caros irmãos e amigos, vejam o Boletim Interno Oficial da Igreja Apostólica dessa semana. Após acessá-lo, pedimos que leiam os textos intitulados “A Missão da Igreja Apostólica na Terra” e “O Verdadeiro Sentido da Família”.

*

BOLETIM DE 15/01/2015

* *

Você sabe qual tem sido a real missão da Igreja Apostólica na Terra? Claro, no Boletim escrito por dois corruptos cúmplices do falso profeta Aldo Bertoni, você lerá apenas sobre falsas maravilhas. Na vida real, a Igreja Apostólica tem sido uma daquelas seitas responsáveis por separar os homens de Deus. Não nos interessa falar sobre outras seitas, porque fomos enganados pela seita Apostólica. É dela que podemos falar.

No caso dos apostólicos, especificamente, essa separação entre Deus e os homens é causada de três formas:

– A primeira, se dá pela idolatria. Deus deixa claro, em sua Palavra, que não divide sua glória com ninguém (Isaías 42:8). Quando fazemos isso, estamos praticando idolatria, algo que os Apóstolos de Jesus combateram freneticamente (1 Corintios 10:14 – Efésios 5:5 – 1 Corintios 5:10-11 – 1 Corintios 6-10). Ironicamente, o nome da igreja é APOSTÓLICA, quando na verdade não conhecem e não obedecem nenhum dos ensinamentos dos APÓSTOLOS.

Mas o alerta mais enfático é feito em Apocalipse 21:8, quando o Apóstolo João relata parte da visão que Deus lhe mostrou, na ilha de Patmos:

“E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida. Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho. Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos que se prostituem, e aos feiticeiros, e aos IDÓLATRAS e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre; o que é a segunda morte.”

Portanto, quando a Igreja Apostólica ensina e pratica a idolatria, está afastando seus fiéis do Reino de Deus.

– A segunda forma se dá pela afastamento de sua Palavra. O Apóstolo Paulo nos advertiu: “ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, amaldiçoado seja!” (Gálatas 1:8). 

Isso era algo tão importante, que Paulo volta a repetir: “Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis.” (2 Coríntios 11:4).

O amado Apóstolo também ensina como resistir aos ataques do inimigo: “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.” (Efésios 6:11). A armadura de Deus, caros irmãos e amigos, como nos deixa claro o próprio Apóstolo, é a Palavra de Deus, a Bíblia. Quem se reveste da Palavra, nunca cai nas ciladas do diabo. Nós, apostólicos, caímos nessas ciladas porque nunca estivemos revestidos de tal armadura.

Então, quando a Igreja Apostólica ensina outra doutrina que não aquela ensinada pelos Apóstolos de Jesus, transforma seus fiéis em presas fáceis para o inimigo.

– A terceira forma se dá pela crença em homens. Com esse papo de “santos de Deus”, a Igreja Apostólica ensina que existem “homens superiores a outros”. A Bíblia nos ensina que todos são iguais, TODOS pecaram e destituídos estão da glória de Deus (Romanos 3:23).

Mas quando alimenta essa crença da fé em homens, a Igreja Apostólica abre muitas outras brechas para o inimigo. Vejam, por exemplo, o caso do imundo Aldo Bertoni, que apesar de quem o conheceu em sua vida particular saber que era um adúltero imundo, mentiroso, ladrão, um verdadeiro servo de satanás, os incautos apostólicos o tomam como um “santo de Deus”. Oram para ele, agradecem a ele, como se ele fosse algo mais que um defunto enterrado no cemitério da Lapa. Se esquecem de Deus, e endeusam um morto.

E essa crença em homens, pregada pela Igreja Apostólica, causa enormes decepções religiosas nas pessoas, quando descobrem a verdade. Das milhares de pessoas que já deixaram de ser apostólicas após a eclosão dos escândalos a respeito da vida particular do imundo falso profeta Aldo Bertoni, boa parte não quis mais saber de Deus.

Muitas delas, hoje declaram que não acreditam mais em Deus, tamanha a decepção que sofreram quando descobriram a verdade sobre o “maior de todos os profetas”. Ora, se o maior era esse ser imundo, imagine o menor? Esse é o pensamento que temos encontrado entre tais pessoas.

Esta é a missão da Igreja Apostólica na Terra, caros irmãos: separar os homens do verdadeiro Deus. Seja pelo afastamento de seu verdadeiro Evangelho, seja pela idolatria a homens, seja pela decepção religiosa. Você que nos encontrou após pesquisar sobre a Igreja Apostólica da Santa Vó Rosa ou pelo programa “A Hora Milagrosa”, saiba a verdade sobre esta instituição que se denomina a “única que salva”. Se quiser ir conhecer alguma filial da Igreja Apostólica, vá, e lá encontrará um amontoado de confusão, mentiras, falsidades e infidelidade.

*

Dulce Aparecida Bertoni

Aldo era exemplo de “sentido familiar”? Sua mulher, Dulce Aparecida Bertoni, já não morava com ele há mais de 20 anos, após descobrir os filhos que Aldo Bertoni tinha com outras mulheres. Como um homem desses pode ter ensinado alguma coisa de bom às famílias apostólicas?

* * *

No segundo texto que destacamos, intitulado “O Verdadeiro Sentido da Família”, é até uma piada, e sequer merece reflexão. Os apostólicos adoram Aldo Bertoni, cuja própria família, por conhecê-lo bem, nunca acreditou em sua suposta santidade. Aldo respeitava tanto a família, que fez filhos fora do casamento. Isso é exemplo de sentido familiar?

Continuemos em oração por nossos perdidos irmãos apostólicos.

Fiquemos todos com Deus.

Boletim de 23/10/2014

23 out

Caros irmãos e amigos, no Boletim desta semana, podemos “apreciar” a tradicional mensagem que será pregada por ocasião do aniversário de morte da dona Rosa Alves, a antiga “profetisa” da Igreja Apostólica.

*

BOLETIM DE 23/10/2014 (clique para acessar)

* *

O único destaque que gostaríamos de dar ao Boletim desta semana é o confronto entre o que os cúmplices do falso profeta diabólico Aldo Bertoni escreveram neste documento, que será pregado a todos os apostólicos no próximo fim de semana, com o que DEUS nos diz através de sua Palavra, que é imutável e permanecerá eternamente:

*

Destaque Boletim da Igreja Apostólica

TODA honra, glória, louvor e gratidão a dois seres humanos, que comiam, bebiam, ficavam doentes e defecavam como qualquer outro? É o que diz esse Boletim!

Mas o que diz a Palavra de Deus sobre isso?

*

Destaque Boletim da Igreja Apostólica

“Não darei a outro a minha glória”

* *

Destaque Boletim da Igreja Apostólica

Após dizer isso, será que Deus voltaria atrás e dividiria sua glória com humanos, ainda mais humanos tão corruptos e imundos como Aldo Bertoni?

* * *

Escritores Boletim Igreja Apostolica

Caro irmão apostólico que nos lê, você decide: vai acreditar nas palavras desses dois corruptos aí da foto (os escritores de Boletins, José Roberto Rozani e o falso pastor João Stancey), ou vai acreditar na Palavra de Deus?

Depois, quando estiver diante do grande tribunal, sendo julgado por Deus, não poderá dizer que nunca foi alertado! Pense nisso!

Fiquemos todos com Deus.

O Aniversário do Ídolo

31 ago

Aldo Bertoni, o ídolo apostólico

A Bíblia nos revela que a idolatria é algo que aborrece Deus desde o princípio. A idolatria foi um dos motivos que O levou a destruir o mundo com o dilúvio. Também foi um dos fatores determinantes para a destruição de Sodoma e Gomorra, assim como a destruição de muitos povos por Israel. Talvez o maior ícone do quanto a idolatria aborrece a Deus esteja ilustrado na passagem descrita no livro de Êxodo 32:1-8. 

Por ordem do Senhor, Moisés subiu no Monte Sinai para receber as tábuas contendo os 10 mandamentos. A Bíblia nos revela que entre ida, volta e tempo de permanência no monte, Moisés levou cerca de 40 dias. O povo de Israel havia ficado acampado nos pés do monte, e como Moisés demorava a retornar, começaram a questionar o que teria acontecido a Moisés, e começaram a clamar por deuses que eles pudessem ver e lhes conduzir. Começaram a exigir que o próprio irmão de Moisés, Arão, fizesse deuses para eles adorarem. Então juntaram brincos de ouro, fundiram, e fizeram um ídolo de ouro. Quando Moisés retornou, trazendo as tábuas com os mandamentos, dominado pela ira de ver tamanha blasfêmia ao Senhor, jogou as tábuas no chão, quebrando-as. O restante do acontecido, você poderá ler em sua Bíblia, e verá como a mão de Deus pesou contra os idólatras.

Vejam que o povo de Israel pecou seriamente porque não tinha fé suficiente para crer em um Deus que ninguém vê. Queriam um deus que pudessem ver, tocar. Você conhece um certo lugar onde é pregado que Deus, o Criador, precisa de representantes materiais aqui na Terra? Você conhece um certo povo que sempre foi ensinado que era preciso TER um representante que pudesse ser visto e tocado aqui na Terra?

Hoje, dia 31 de Agosto, podemos dizer que é o ápice da idolatria na Igreja Apostólica. É o dia do nascimento do falecido Aldo Bertoni. O homem morreu, e mesmo assim vão lhe dar uma festa de aniversário que nem se compara à que é dedicada ao nascimento do Filho de Deus, Jesus Cristo, o Salvador da humanidade, no dia do Natal. No dia 31 de Agosto, boa parte do povo apostólico do interior se reúne na Sede para adorar e idolatrar ao Aldo. No dia 25 de Dezembro, ninguém do interior se reúne na Sede para comemorar o natal de Jesus.

Muitos dizem que exageramos quando dizemos que os apostólicos simplesmente substituíram Jesus Cristo pelo imundo pecador Aldo Bertoni. Mas não é exagero algum, quem tem a oportunidade de conhecer a Igreja Apostólica, sabe que isso é verdade.

Vejam, por exemplo, o conteúdo do “livro de visitas” disponibilizado no site da Igreja Apostólica, onde é possível os fiéis deixarem seus comentário :

Clique nas imagens para ampliá-las

Livro de Visitas - Igreja Apostólica

“Aldo, te louvo de todo meu coração”. Pedido de fidelidade e confiança em Aldo, e não em Jesus. “Sem Aldo eu nada seria”. “TODA minha adoração ao Aldo”. “Quem não crer no ALDO, será condenado”. Vejam, não somos nós que estamos dizendo. É o próprio povo quem declara que Aldo é seu salvador. Onde está o Cristo que morreu por todos nós, nessa história? 

*

Livro de Visitas - Igreja ApostólicaAldo tomou sobre si nossas dores e enfermidades? Por acaso Aldo Bertoni foi sacrificado? Ou morreu de doença em um confortável hospital para ricos de São Paulo? Vejam no que estão crendo os fanáticos seguidores do bandido Aldo Bertoni, que muito prejudicou a todos nós, destruiu famílias e vidas inteiras com seus enganos e mentiras.

*

Fanatismo - Aldo Bertoni

Vejam esse outro exemplo: “O Senhor (Aldo) é meu pastor e nada me faltará”. Viram como estão substituindo o próprio Deus pelo imundo pecador Aldo Bertoni? Além da blasfêmia contra Deus e da idolatria, sabe o que é pior? Se Aldo tivesse sido uma pessoa boa, benigna, poderiam tentar justificar seu endeusamento. Mas Aldo foi perverso, mentiroso, enganador, dissimulado, zombador, características próprias de Satanás. E o incauto e perdido povo apostólico o coloca no lugar do próprio Deus!

*

Fanatismo - Aldo Bertoni

Você pode até morrer procurando, mas nunca encontrará um apostólico que faça isso pelo Senhor Jesus, Único Senhor e Redentor da humanidade. Único que se dispôs a dar seu sangue em sacrifício para que fôssemos perdoados. A esperança do mundo é Jesus, e não um defunto enterrado no Cemitério da Lapa!

* * *

É muito triste, caros irmãos e amigos, ver tudo isso acontecer mesmo depois da maior de todas as profecias do falso profeta Aldo Bertoni não ter se cumprido. A Palavra de Deus nos diz que os falsos profetas seriam revelados quando suas profecias não se cumprissem, e mesmo assim os apostólicos viram as costas para os ensinos de Deus, tudo em nome da defesa de seu ídolo, do seu “bezerro de ouro”.

Está acontecendo o mesmo que o Apóstolo Paulo verificou nos cristãos de Roma:

*

“Trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram a coisas e seres criados, em lugar do Criador, que é bendito para sempre”.

(Romanos 1:25)

*

Persistamos nas orações pela libertação desses pobres irmãos da escravidão espiritual a que estão aprisionados.

Fiquemos todos com Deus.

A Idolatria que Começa a Incomodar!

5 mar

Repressão Apostólica

Numa das raras vezes em que acesso nossa conta numa famosa rede social aqui na internet, deparo-me com o seguinte comentário escrito por uma irmã apostólica que, para mim, estava firme em sua crença no falso profeta e bandido Aldo Bertoni:

“POSTEI COISAS SOBRE DEUS E JESUS, E NINGUÉM CURTIU OU COMPARTILHOU. POSTEI SOBRE O IRMÃO ALDO, E 47 PESSOAS CURTIRAM OU COMPARTILHARAM. ESTOU COMEÇANDO A ACHAR QUE OS REBELDES TEM UM POUCO DE RAZÃO.

Essa irmã não escreveu diretamente a mim, escreveu em seu “mural”, de maneira muito espontânea, e só vi o texto porque estava navegando pelos perfis de pessoas conhecidas. Para que ninguém colocasse meu “achado” em dúvida, resolvi tirar uma cópia do comentário, mas no momento em que me preparava para fazê-lo, o comentário simplesmente foi apagado. Certamente essa irmã sofreu represália em particular de algum apostólico ou se arrependeu de ter se “rebelado” contra o falso profeta. Afinal, sempre fomos ensinados que todos aqueles que discordam ou desconfiam do Aldo Bertoni vão parar no inferno, sem nenhuma chance de perdão.

Quero destacar ao menos duas constatações nessa rápida experiência vivenciada no dia de hoje:

1. Graças a Deus não são todos os apostólicos que estão afogados na idolatria. Este é o primeiro passo para conseguirem enxergar como estão sendo enganados por uma quadrilha criminosa interessada unicamente no dinheiro dos apostólicos. Felizmente tem muita gente percebendo que não é normal uma igreja onde a adoração e o louvor é feita principalmente para homens, e não para Deus. Nem na Igreja Católica se vê isso, ainda que exista lá a veneração aos chamados “santos”, não passa nem perto do que fazem os apostólicos em relação ao criminoso e quase condenado Aldo Bertoni e à sua falecida tia Rosa.

2. A repressão contra a liberdade de expressão e opinião na Igreja Apostólica parece continuar a mesma. Se você não concordar com absolutamente TUDO que é ensinado, pregado ou falado ali, você é rebelde. Passa a ser discriminado por aqueles que lhe chamavam de “irmão”, e torna-se alvo preferencial de intensas fofocas e invenções sobre sua vida particular. Seus “irmãos” tornam a sua vida um inferno. Talvez por isso, muita gente que já sabe das falcatruas do Aldo Bertoni, ainda continue frequentando aquele lugar, por medo do intenso assédio moral e o desprezo que irá sofrer.

Meus caros, é através de pequenos acontecimentos como esse que podemos perceber Deus agindo para abrir os olhos dos apostólicos. Deus está incomodando os apostólicos, encurralando-os diante de argumentos inquestionáveis. Mas como Deus é Fiel aos seus princípios e à sua Palavra, não obriga ninguém a lhe ouvir, apenas lhes dá chances para que possam perceber como estão sendo enganados.

Continuemos em oração, para que nossos irmãos apostólicos consigam vencer o orgulho existente em seus corações, que os impede de admitir que estão errados, que sempre estiveram errados nesse processo todo, e crendo numa pessoa que na verdade os trai todos os dias, há 43 anos.

Fiquemos todos com Deus.