Tag Archives: Programa A Hora Milagrosa

Aldo Bertoni: Aniversário de Morte

5 maio

Hoje, 05 de Maio de 2019, fazem 5 anos que o criminoso, mentiroso, enganador e falso profeta Aldo Bertoni faleceu, após alguns meses de internação em um dos hospitais mais caros do país. Desde então, felizmente muitos apostólicos se libertaram das mentiras da Igreja Apostólica, principalmente por perceberem que nada do que a Igreja Apostólica nos ensinou a vida toda, estava se cumprindo. Era apenas mais um falso profeta. Porém, infelizmente muitos ainda continuam no caminho do engano e da escravização de mentes e corpos, e nesse momento, pasmem, estão comemorando esse evento em que Deus mostrou que homem nenhum pode zombar do Senhor e sair impune.

* * *

Mas sabe o que é mais impressionante? É a cara de pau e a falta de caráter da atual direção da Igreja Apostólica. Cada um deles, e é importante citarmos os nomes de cada um desses filhos de satanás, sabem de toda a verdade sobre Aldo Bertoni. E continuam enganando alguns poucos milhares de incautos, ingênuos e fanáticos, em troca de poder e dinheiro.

Será que José Solyom Filho, Wagner Ormanji, Carlos Alberto Trevisan e Efigênia Joventino não tem medo do inferno que lhes espera se continuarem a zombar de Deus, propagando tantas mentiras a respeito de Aldo Bertoni? A impressão que temos é de que estas pessoas não acreditam em Deus. Não acreditam na justiça de Deus. Se acreditassem, não estariam fazendo o que fazem. Estas pessoas SABEM que Aldo Bertoni nunca foi quem dizia ser, SABEM que Aldo Bertoni roubou a Igreja Apostólica por 44 anos, SABEM que entre outras aberrações, Aldo Bertoni sustentava amantes com o dinheiro das nossas ofertas e abusava sexualmente de algumas fiéis incautas que iam procurar sua ajuda.

Eles sabem de tudo isso, mas continuam mentindo para VOCÊ, apostólico fanático e incauto. Mentem porque sabem que se você souber a verdade, sairá da Igreja Apostólica, deixará de dar sua oferta, e isso, perder poder e dinheiro, não interessa nem um pouco a nenhuma dessas pessoas.

Veja aqui a quantidade de mentiras que escreveram no Boletim desta semana, que foi pregado neste final de semana em todas as quase 300 filiais da Igreja Apostólica:

* *

BOLETIM DE 02/05/2019 (clique para abrir)

* * *

Como nossa “homenagem” aos 5 anos da morte do homem que nos roubou e enganou por décadas, publicamos abaixo um documento obtido em um dos processos judiciais que envolvem Aldo Bertoni. Quem nos enviou esse documento foi um precioso irmão da cidade de Marília (SP), que fez chegar até nós a informação de que não se importa do seu nome ser divulgado neste Blog. Trata-se do irmão Édio Rocha, que foi excluído da Igreja Apostólica há poucos meses por simplesmente ter questionado o Conselho Deliberativo acerca de documentos, como este, que havia obtido cópia em processos judiciais que envolvem o falso profeta Aldo Bertoni.

Agradecemos ao precioso irmão pela colaboração, e ficamos felizes em saber que apostólicos do interior, claramente as maiores vítimas de toda essa trama, estão checando em cartórios e tribunais informações que divulgamos neste Blog desde aproximadamente o ano de 2009, quando também descobrimos isso que estes irmãos estão descobrindo agora, e até fomos ameaçados de morte pelo próprio Aldo Bertoni caso essas descobertas viessem a público.

Se você também teve acesso a documentação sobre Aldo Bertoni e seus comparsas da Igreja Apostólica que ainda não foram divulgadas neste Blog, incentivamos que também nos enviem para que possamos divulgá-lo aqui. Apesar de praticamente mantermos este Blog inativo desde o ano de 2015, ainda registramos em média cerca de 400 acessos diários originados em dispositivos (IPs) diferentes, o que nos permite concluir que, em média, diariamente cerca de 400 pessoas diferentes consultam nosso Blog, sobretudo publicações antigas, da época em que o criminoso Aldo Bertoni ainda estava vivo.

Para nos contatar, basta escrever para o e-mail acordapovoapostolico@gmail.com.

O documento abaixo nada mais é que o processo judicial em que uma filha adotiva de Aldo Bertoni, cuja mãe era amante do “santo profeta”, pede sua inclusão no milionário inventário de Aldo Bertoni, e é atendida pela justiça.

Caro amado irmão e amigo apostólico, leia o documento, tire suas próprias conclusões, e questionem o Conselho Deliberativo sobre os filhos que Aldo Bertoni teve fora de seu casamento. Mas não faça isso sozinho, reúna um bom número de pessoas para questionar o tal Conselho, caso contrário acontecerá com você exatamente o que aconteceu com o irmão Édio Rocha, da congregação de Marília: será sumariamente excluído da Igreja Apostólica.

Fiquem com Deus, e boa leitura.

*

PROCESSO CASO BRUNE BERTONI (CLIQUE PARA DOWNLOAD)

* *

ATENÇÃO: Neste Blog não praticamos nenhum tipo de intolerância religiosa. Falamos, como ex-vítimas da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, de fatos que ocorrem e podem ser devidamente comprovados. Nos reservamos ao anonimato devido às constantes ameaças – inclusive de morte – recebidas de comparsas do criminoso Aldo Bertoni. Este site está completamente de acordo com a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos da América, país onde encontra-se hospedado.

Anúncios

Seguindo os Passos de Aldo Bertoni

13 dez

Se você acompanhou algum noticiário hoje, deve ter se deparado com a reportagem acima. No post anterior, quando dissemos que a história dos abusos sexuais cometidos pelo falecido Aldo Bertoni estava se repetindo, mas agora protagonizada por um outro falso profeta, não era força de expressão.

Até o desenrolar dos fatos está idêntico. Os dois abusaram de mulheres fiéis, que acreditavam em seus supostos dons sagrados, por anos a fio. Os dois diziam a elas coisas parecidas: “não conte nada para ninguém”, “se você contar ninguém vai acreditar em você, todos vão acreditar em mim”, “isso que estou fazendo é para curar você, você não pode duvidar”. Nos dois casos, as mulheres se calaram por anos, com medo da represália que poderiam sofrer, inclusive de seus próprios familiares, mas principalmente a represália vinda dos fanáticos seguidores dos falsos profetas.

Nos dois casos, eles se dizem (ou diziam, no caso do falecido Aldo Bertoni) inocentes. Para “provar” que são inocentes, até voltam a circular entre seus fanáticos fiéis, mas correm de medo da imprensa. Nos dois casos, o Ministério Público só foi pedir prisão dos acusados depois que a denúncia saiu na imprensa.

 

Vejam se as duas reportagens, a de 14/09/2011 sobre Aldo Bertoni e essas agora sobre João de Deus, não são parecidas. Parece que só trocaram o nome do acusado, o enredo é o mesmo!

* * *

O que aconteceu com Aldo Bertoni você já sabe. Logo depois de denunciado, o Ministério Público pediu sua prisão e a justiça a concedeu. Mas aí seus advogados, alegando que o indiciado era idoso, pediu a substituição da prisão por medidas cautelares, o que foi concedido no caso do ídolo da Igreja Apostólica. Em novembro de 2011, Aldo Bertoni teve a prisão preventiva substituída pelo pagamento de uma fiança de R$ 109.000,00 (tudo bancado pelas ofertas doadas para a Igreja Apostólica), proibição de sair da cidade de São Paulo, obrigação de se apresentar no fórum mensalmente e retenção do passaporte.

Em 2012 iniciou-se o julgamento de Aldo Bertoni, que passou a apresentar atestados médicos para faltar às audiências, o que atrasou severamente o julgamento, já que cada vez que uma audiência era cancelada pela ausência do réu, uma nova audiência era marcada para meses depois. Em 2013, houveram três tentativas de audiências, e nas três Aldo Bertoni faltou, só compareceram seus advogados portando atestados médicos que afirmavam que ele não conseguia nem falar, quanto mais andar. Até que Aldo morreu em maio de 2014 sem ter o julgamento concluído. E boa parte de seus fanáticos fiéis, continuam repetindo, como papagaios de pirata, que Aldo era inocente, e que as vítimas é que não prestam.

Querem apostar quanto que o enredo da história de João de Deus será idêntico?

Fiquemos todos com Deus.

João de Deus e Aldo Bertoni: A História Se Repete

9 dez

E o caso volta a acontecer: mulheres fiéis são abusadas sexualmente pelo “santo líder”, inquestionável, irrepreensível, o que as faz se calarem por anos, diante das ameaças de serem desacreditadas, diante da vergonha em denunciar. Relembre aqui o caso Aldo Bertoni e veja como é idêntico ao caso João de Deus.

* * *

Esta semana novamente o Brasil se estarreceu com mais um caso de líder religioso acusado de abusar sexualmente de várias de suas fiéis. Trata-se do médium espírita João Teixeira de Faria, conhecido nacionalmente e internacionalmente como “João de Deus”, cujo templo sede fica na cidade de Abadiânia, Estado de Goiás.

Se você é ou já foi apostólico, ou conhece o caso Aldo Bertoni, temos certeza de que foi inevitável a comparação entre os dois casos, pela enorme semelhança do que aconteceu. Claro que o caso de João de Deus terá muito mais repercussão, pois a quantidade de pessoas que dizem professar a fé espírita é incomparavelmente maior que a quantidade de pessoas que seguem a Igreja Apostólica, mas trata-se de uma oportunidade ímpar de relembrar uma história que até hoje a Igreja Apostólica não admite e esconde de seus membros, apesar dos atuais líderes saberem das minúcias do caso e vários deles terem certeza de que tudo realmente aconteceu.

Vejam como os casos se parecem:

  • João de Deus até essa semana era um líder espiritual inquestionável. Atribui-se a ele muitas curas e isso fazia com que pessoas, desesperadas em suas causas pessoais, o procurassem para obter algum alívio ou mesmo a cura. Assim como Aldo Bertoni, fazia isso há mais de 40 anos.
  • Vejam na reportagem do Fantástico abaixo o impressionante relato de algumas mulheres sobre como foram abusadas por João de Deus. Depois vejam a reportagem do Repórter Espetacular, de 7 anos atrás, sobre Aldo Bertoni, e vejam como a dinâmica dos abusos se repetem. Tanto Aldo Bertoni como João de Deus davam as mesmas instruções às suas vítimas: “você não pode contar nada do que acontece aqui para ninguém”, “preciso fazer isso para você ser curada”.
  • Até agora, há relatos de mulheres que foram abusadas desde os anos 90. Assim como no caso de Aldo Bertoni, elas se calaram por medo de ninguém acreditar nelas, diante do poder do líder religioso sobre seus seguidores.
  • Exatamente como aconteceu na Igreja Apostólica, muitos fiéis de João de Deus simplesmente dizem que as vítimas são mentirosas, estão inventados fatos para incriminar o “santo líder”.
  • Da mesma forma como aconteceu no caso Aldo Bertoni, não há provas concretas para incriminar o réu, haja vista o tempo passado desde a ocorrência dos fatos e a dificuldade de se provar tais crimes. Tanto João de Deus quanto Aldo Bertoni, sabiam e se aproveitaram disso.
  • Quando a primeira vítima do abusador Aldo Bertoni resolveu denunciá-lo e isso se tornou público, várias outras vítimas logo surgiram e também denunciaram, ao perceber que o caso não tinha ocorrido somente com elas. Oficialmente, 15 mulheres denunciaram Aldo Bertoni no Ministério Público do Estado de São Paulo, mas sabemos de dezenas de outros casos de mulheres que sentem vergonha em fazer isso, ou temem a represália de familiares apostólicos.

 

Vejamos a reportagem do Fantástico sobre João de Deus:

 

 

Agora relembremos a reportagem sobre Aldo Bertoni, e constate como os casos se parecem:

 

 

Até quando isso ocorrerá em nosso país? A Bíblia responde: “Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta seu coração do SENHOR!” (Jeremias 17:)

Fiquemos todos com Deus, sempre em oração para que assim como desejamos que nossos irmãos apostólicos sejam libertos da idolatria e da mentira, os irmãos espíritas também possam ter um encontro pessoal com Jesus Cristo, o único que pode lhes trazer verdadeiro alívio, cura para suas feridas e salvação para suas almas.

O Que Melhorou?

26 fev

Falso Profeta Aldo Bertoni

Ele morreu, e repentinamente começou a sobrar dinheiro para a compra de grandes imóveis ao redor da sede da Igreja Apostólica. E isso acontece ao mesmo tempo em que houve uma queda brusca na arrecadação de ofertas, já que centenas de apostólicos descobriram a fraude e saíram da seita ao longo dos últimos anos. Há congregações, como Cuiabá, em que a frequência diminuiu em 50% nos últimos anos. Será que nenhum apostólico inteligente notou isso?

*

Quem conhece os bastidores da Igreja Apostólica, possivelmente discordará do que iremos dizer aqui. Sim, algo melhorou na Igreja Apostólica nesses quase 3 anos desde que o bandido Aldo Bertoni morreu.

Não considere isso um elogio ao tal Conselho Deliberativo, porque só iremos fazer isto no dia em que José Solyom, Wagner Ormanji e companhia, dizerem a verdade ao povo apostólico sobre quem foi Aldo Bertoni. O que vamos fazer aqui é apenas uma constatação dos fatos.

Antes, quando Aldo era o diretor e seu sobrinho, Helio Viana da Rocha, era o gerente da Igreja Apostólica, todo dinheiro que sobrava no caixa após o pagamento das despesas da igreja, era desviado para fins particulares da família Bertoni e de alguns cúmplices. Agora, com tanta gente de olho nessa questão financeira, nos parece que as ofertas finalmente estão sendo aplicadas no crescimento patrimonial da própria Igreja Apostólica.

Isso era mais que previsível que aconteceria. Afinal, com o grande ladrão fora do caminho, era óbvio que o dinheiro passaria a sobrar. A Igreja Apostólica sempre foi superavitária, ou seja, sempre arrecadou mais do que gastava. Na última vez que tivemos acesso à contabilidade, em 2008, a sobra girava em torno de 400 mil reais mensais. Nos meses de dezembro, o superávit beirava 1 milhão de reais. Todo esse dinheiro era desviado pela família Bertoni, com o conhecimento de vários integrantes do atual Conselho Deliberativo.

Se tivesse uma administração honesta, teria crescido absurdamente nos últimos 40 anos. Mas o que vimos foi o contrário, quase uma centena de congregações que “não davam lucro” foram fechadas por Aldo Bertoni, após a morte do fundador da igreja.

Vejam que os atuais administradores da igreja conseguiram fazer em apenas 3 anos tudo aquilo que Aldo prometia há 44 anos e nunca fez. Todos os prédios que compunham a sede da Igreja Apostólica até pouco tempo antes do falso profeta morrer, haviam sido construídos quando Eurico Mattos Coutinho, o Bispo, era o presidente da igreja. Depois da morte de Eurico, em 1984, mais nada foi comprado ou construído na Rua Baguari.

E vejam que durante a década passada, de 2000 a 2010, Aldo Bertoni mandou fazer diversas campanhas para arrecadar dinheiro a fim de expandir a sede da igreja. Mas, conforme já expusemos exaustivamente aqui, todo o dinheiro simplesmente “sumiu”. Lembra-se? Campanha de Recomposição do Caixa, Campanha do Jubileu, Campanha da Motivação, Campanhas para compra de 11 imóveis ao redor da sede, entre outras campanhas em que os maiores contribuintes foram justamente os irmãos do interior. E sabe o que foi comprado com todas essas campanhas? Apenas algumas casas e um apartamento para que capangas do Aldo pudessem morar de graça.

Mas agora, com o grande ladrão morto, vejam que repentinamente o dinheiro começou a render. Hoje são muito menos apostólicos contribuindo, já que nos últimos anos muitos e muitos irmãos apostólicos tiveram seus olhos abertos e pularam fora dessa “fraude apostólica”. Mesmo muitos que ficaram, ressabiados com tantas barbaridades, hoje contribuem com muito menos do que contribuíam antigamente ou não contribuem com mais nada.

Mas a pergunta que deixamos para sua reflexão é: igreja grande significa igreja com vários imóveis? Para que a Igreja Apostólica quer tantos imóveis, se seu povo vem diminuindo ano a ano? Algumas congregações só tem crescido porque apostólicos costumam ter muitos filhos. A sede só diminui ano a ano, de forma que só conseguem encher as instalações promovendo festas e incentivando o fretamento de ônibus para São Paulo.

Entendam uma coisa, caros dirigentes apostólicos: MENTIRA TEM PERNA CURTA! Hoje vocês mentem para o povo por medo das ofertas cessarem, mas não adianta ficarem reforçando uma doutrina baseada numa grande mentira, a tendência é que cada vez mais os brasileiros tenham acesso à informação através da internet, e tenham cada vez mais educação e cultura.

Ou seja, em qualquer congregação que você olhar, hoje a maioria são jovens e crianças, pessoas que nunca tiveram outra opção na vida porque já nasceram apostólicas, mas conforme forem crescendo e se desenvolvendo em uma sociedade onde há mais oportunidades de acesso à informação, muito provavelmente também descobrirão quem foi Aldo Bertoni, e então verão que devotam sua fé em uma grande fraude.

*

plantaia-antes

ANTES…

Estes eram os imóveis que compunham a sede da Igreja Apostólica até bem pouco tempo antes de Aldo Bertoni morrer. Esses imóveis foram adquiridos quando o Bispo Eurico era o presidente da igreja, e desde que Aldo assumiu, mais nada havia sido comprado ou construído.

*

plantaia-depois

…E DEPOIS

Agora, vejam a quantidade de imóveis adquiridos em apenas 3 anos, mesmo com a acentuada queda na arrecadação. Quase triplicaram o tamanho da propriedade. Será que nem assim os cegos e fanáticos apostólicos conseguem perceber o que ocorria quando Aldo Bertoni e sua família mandavam e desmandavam na tesouraria da igreja?

*

E então, o que fará a Igreja Apostólica com tantos prédios vazios? Foi-se a época em que era possível impressionar pessoas pelo tamanho de seus templos, hoje as pessoas PESQUISAM onde estão entrando ou o que estão lhe apresentando. E a tendência é que esse comportamento avance cada vez mais entre os brasileiros, pelos mesmos motivos já apresentados anteriormente.

O ídolo Aldo Bertoni, falso profeta, não resiste à mínima pesquisa sobre sua vida particular. Por extensão, as pessoas também acabam descobrindo que “vó Rosa” também é outra fraude, haja vista que sua santidade foi inventada pelo próprio bandido Aldo, seu sobrinho.

Se hoje, em que apenas metade da população brasileira possui acesso regular à internet e sabe usar um computador ou celular, já é muito raro a Igreja Apostólica conseguir algum novo adepto, imagine quando a maior parte da população tiver acesso à internet e seu uso estiver massificado?

E então, o que sobrará da Igreja Apostólica? Nada! A não ser um povo minguado e grandes prédios vazios. Um prato cheio até que algum novo espertalhão surja e tome o controle da igreja, e volte a se valer das ofertas para tornar-se milionário, como fez Aldo Bertoni e sua família.

Hoje vimos o que consideramos que melhorou nesses últimos 3 anos na Igreja Apostólica, mas nas próximas postagens você descobrirá o que continua igual e o que PIOROU, e muito.

Fiquemos todos com Deus, e permaneçamos em orações pela libertação espiritual de nossos pobres e enganados irmãos apostólicos.

* * *

ATENÇÃO: Neste Blog não praticamos nenhum tipo de intolerância religiosa. Falamos, como ex-vítimas da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, de fatos que ocorrem e podem ser devidamente comprovados. Nos reservamos ao anonimato devido às constantes ameaças – inclusive de morte – recebidas de comparsas do criminoso Aldo Bertoni. Este site está completamente de acordo com a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos da América, país onde encontra-se hospedado.

A Origem das Campanhas

19 maio

Missionário-RR-SoaresAcredite: foi esse homem, o Missionário R. R. Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus, quem inspirou Aldo Bertoni a criar a primeira “Campanha” na Igreja Apostólica, no ano 2000.

* * *

Caro irmão e amigo, para que você compreenda o que está levando a Igreja Apostólica a lançar mão, novamente, de uma campanha de arrecadação de dinheiro para projetos que você sequer sabe quais são, é necessário que voltemos um pouco no tempo.

Certamente os apostólicos mais jovens desconhecem completamente a maioria dos fatos que vamos relatar aqui, afinal, na Igreja Apostólica, você não pode questionar nada, deve apenas acreditar cegamente nos emissários de São Paulo, confiar e obedecer a “santa direção”. Mas os mais antigos, principalmente os frequentadores da Sede, vão se lembrar de muitos dos acontecimentos.

Até o ano 2000, nunca havia existido nenhum tipo de “campanha” na Igreja Apostólica. Não com esse nome. O que havia, eram pedidos especiais de ofertas para projetos específicos. Por exemplo: durante anos, os pedidos de dinheiro eram direcionados para a construção do “Lar Apostólico”, um asilo para os idosos carentes da igreja, que só foi ficar pronto depois que o ladrão Aldo Bertoni morreu. Falaremos sobre o Lar Apostólico em uma postagem especial que será publicada em breve.

Outro exemplo de pedido especial de ofertas, foi para a compra de um ônibus para a igreja, para levar a “santa comunhão” às filiais. Durante quase um ano, foi pedido dinheiro para esse fim. De fato, o ônibus foi comprado, utilizado por algum tempo, e depois Aldo Bertoni e seu cúmplice João Marcos, o genro do Conselheiro João Stancey, deram um fim no ônibus, sem avisar e nem prestar contas a ninguém.

Houve insistentes pedidos de ofertas até para comprar um gerador de energia elétrica para a Sede, durante a crise energética (o “APAGÃO”), no ano 2000, você se recorda? O dinheiro foi arrecadado, porém, o tal gerador NUNCA foi comprado.

Esse ano, 2000, coincide com o período em que Aldo Bertoni comprou sua concessionária de carrões importados da marca Mitsubishi, a DANZEN MITSUBISHI, que ficava na cidade de São Bernardo do Campo (SP) e cuja história você já deve ter lido neste Blog.

Corrupto e péssimo administrador como era, Aldo Bertoni logo conseguiu colocar as finanças da concessionária em situação precária, tanto é que alguns anos depois ela faliu, e os apostólicos pagaram a conta dessa aventura empresarial do falso profeta Aldo Bertoni.

Quem nos contou essa história sobre as campanhas, foi nosso saudoso irmão Sérgio Isaías, genro do regente Francisquinho, da Sede, e famoso ex-cantor apostólico, que já descansa no Senhor. Se você tem alguma fita da Igreja Apostólica gravada até o ano de 1999, com certeza tem algum hino de autoria ou cantado por Sérgio Isaías.

*

adoracao-ciaO saudoso irmão Sérgio Isaías, genro do regente Francisquinho da Sede, famoso ex-cantor apostólico e ex-funcionário da falida concessionária de carrões importados do Aldo Bertoni, foi quem nos revelou como o falso santo profeta foi inspirado a lançar a CAMPANHA DE RECOMPOSIÇÃO DO CAIXA na Igreja Apostólica, no ano 2000

* * *

Nesse período, nosso querido irmão Sérgio Isaías havia sido contratado para trabalhar na concessionária pelo outro sócio (minoritário) do Aldo Bertoni, o ex-pastor apostólico Antônio Jair.

Nos contava Isaías que, após ter consciência de quem era Aldo Bertoni de verdade, pelo que via no dia a dia da concessionária, deixou de frequentar a Igreja Apostólica no dia seguinte ao seu casamento com uma das filhas do regente Francisquinho.

Nesse período específico em que acontece a narrativa, Isaías e sua esposa frequentavam a Igreja Internacional da Graça de Deus, liderada pelo Missionário R. R. Soares, que estava realizando uma CAMPANHA para arrecadar recursos a fim de reformar seu novo Templo Sede na Avenida São João, no Centro de São Paulo.

Um dia, Isaías deixou sobre sua mesa um envelope da tal campanha. Quando Aldo Bertoni passou pela mesa de seu funcionário, perguntou o que era aquilo, e ele explicou sobre como era a campanha. Aldo Bertoni achou muito interessante, fez algumas perguntas e logo depois se retirou. Na semana seguinte, foi lançada na Igreja Apostólica a CAMPANHA DE RECOMPOSIÇÃO DO CAIXA, a primeira “campanha” da igreja.

Depois disso, diante dos resultados muito bons da “Campanha de Recomposição do Caixa”, Aldo Bertoni virou fã de campanhas. No final de 2003, lançou a “Campanha do Jubileu”. Em 2005, lançou a “Campanha da Motivação”, que em algumas congregações chegaram a pedir mil reais por fiel. Depois disso, as campanhas promovidas pela Sede, para compra de imóveis, virou uma constante nos Boletins. O problema é que pediam dinheiro para comprar, por exemplo, 11 imóveis ao redor da Sede, e ao final da campanha tinham comprado apenas 2 apartamentos, para cúmplices do Aldo Bertoni morarem gratuitamente, às custas dos contribuintes da igreja.

O resultado é que após inúmeras “Campanhas”, quase nada foi construído ou comprado pela Igreja Apostólica, apesar dos milhões de reais arrecadados.

Assim, caros irmãos e amigos apostólicos, surgiram as “campanhas” na Igreja Apostólica. De semelhante com aquela campanha da Igreja Internacional da Graça de Deus, que inspirou Aldo Bertoni, só mesmo o nome, pois lá eles conseguiram construir uma enorme, bonita, confortável e excelente Sede, com o dinheiro que arrecadaram. Já Aldo Bertoni, na época, não construiu absolutamente nada para a Igreja Apostólica! Apenas desviou todo o dinheiro para projetos particulares de sua família.

Pobre povo apostólico! Que até hoje, continua sendo enganado!

Na próxima postagem, você conhecerá vários fatos que aconteceram na vida financeira da Igreja Apostólica após a morte do falso profeta Aldo Bertoni.

Fiquemos todos com Deus.

ATENÇÃO: Neste Blog não praticamos nenhum tipo de intolerância religiosa. Falamos, como ex-vítimas da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, de fatos que ocorrem e podem ser devidamente comprovados. Nos reservamos ao anonimato devido às constantes ameaças – inclusive de morte – recebidas de comparsas do criminoso Aldo Bertoni. Este site está completamente de acordo com a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos da América, país onde encontra-se hospedado.

Sobre a Nova Campanha

15 maio

Líderes Igreja Apostólica

Eles podem até estarem bem intencionados, mas do que adianta se estão mentindo para você? Mentem a respeito do falso santo Aldo Bertoni. Mentem a respeito dos reais motivos que levaram a Igreja Apostólica a pedir cada vez mais dinheiro aos fiéis, como a segunda sacola de ofertas durante as reuniões e, agora, a reedição da “campanha de recomposição do caixa”. Foi Jesus quem disse que o pai da mentira é o diabo. Você quer mesmo continuar seguindo uma “igreja” conduzida por filhos de satanás?

* * *

Mudou a administração da Igreja Apostólica, mas parece que os velhos hábitos não mudaram. Continuam a esconder a realidade do povo apostólico, principalmente do povo que está no interior, muito distante da realidade do que acontece nos escritórios da Sede.

Continuam a mentir para os apostólicos, tudo isso em nome da “preservação da instituição”. Sabem que se a verdade a respeito do criminoso Aldo Bertoni fosse contada ao povo, pela própria direção, seria o fim da instituição Igreja Apostólica. Por isso, na visão deles, vale a pena continuar mentindo ao povo, pois isso garante o contínuo fluxo de dinheiro para São Paulo.

Nós acreditamos em algo diferente. Acreditamos que nada substitui a verdade, doa a quem doer. Mesmo que essa verdade faça muitos sofrerem momentaneamente, principalmente com a grande decepção de perceberem que foram traídos justamente por quem mais veneravam, acreditamos que Deus logo as confortaria, como fez conosco.

Acreditamos que se essa direção contasse tudo o que já sabe a respeito da vida particular de Aldo Bertoni, receberiam apoio de muitos, inclusive de muitos que já deixaram a Igreja Apostólica.

Acreditamos que se isso acontecesse, e a Igreja Apostólica passasse a caminhar no rumo da verdade, que é Jesus Cristo, e somente Ele, sem nenhum outro tipo de doutrina criada pelo bandido Aldo Bertoni e por sua tia Rosa, que demonstrava ser igual a ele, deixaria de ser uma seita conhecida pela sociedade por ter “seguidores do pastor tarado” para ser uma igreja de verdade.

Mas por enquanto preferem continuar a enganar e iludir os apostólicos. Parece que a “macumba” feita por Aldo Bertoni era realmente bem forte, e pega fácil em um povo que, do alto do seu orgulho, prefere continuar ignorando a Palavra do Deus vivo, para seguirem doutrinas humanas corruptas.

Mas aqui, como sempre fizemos, você saberá a verdade sobre o que levou à tal “Campanha de Reposição do Caixa” que foi lançada esta semana na Igreja Apostólica, através do Boletim que você pode ler clicando no link abaixo:

* * *

BOLETIM DE 12/05/2016 (clique aqui para baixar)

NovoGolpe

Lá vem o novo golpe! Conheça aqui os verdadeiros motivos que levam a Igreja Apostólica a lançar, novamente, essa famigerada campanha de arrecadação de dinheiro

*

Para que você compreenda toda a história, será necessário voltarmos em vários fatos ocorridos no ano passado, no período em que estávamos “hibernando”, só observando tudo o que acontecia.

Por tal motivo, ao longo das próximas postagens contaremos vários fatos que com toda certeza a direção da Igreja Apostólica não contou para você, mero fiel contribuinte, que é a grande vítima de tudo isso.

Muitos apostólicos parecem estar iludidos com o “crescimento” da igreja nesses últimos dois anos. Pena que chamam de “crescimento” apenas a construção de novos prédios, e não o aumento do número de fiéis, que só diminui a cada ano, graças ao bom Deus.

Esse tipo de “crescimento” era ÓBVIO que aconteceria, pois morrendo o grande ladrão e sendo demitidos boa parte dos seus cúmplices, era mais do que esperado que começasse a sobrar dinheiro para investimentos. Mas os motivos dessa nova campanha são outros, e não a construção de novos prédios. Nos acompanhe ao longo das próximas semanas, e você saberá de tudo.

Parece que o demônio do engando, da mentira, que reinava na vida do falecido Aldo Bertoni, agora paira sobre os integrantes da direção apostólica.

Pobre povo apostólico! Continuemos em oração por eles.

Fiquemos todos com Deus.

* * *

ATENÇÃO: Neste Blog não praticamos nenhum tipo de intolerância religiosa. Falamos, como ex-vítimas da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, de fatos que ocorrem e podem ser devidamente comprovados. Nos reservamos ao anonimato devido às constantes ameaças – inclusive de morte – recebidas de comparsas do criminoso Aldo Bertoni. Este site está completamente de acordo com a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos da América, país onde encontra-se hospedado.

O Profeta Fora da Lei

12 maio

Aldo Bertoni

Sabemos de muitos crimes praticados por Aldo Bertoni. E agora um pastor nos conta outros dois crimes praticados pelo falso profeta: agiotagem e construção irregular dos prédios da sede da Igreja Apostólica

* * *

O áudio do vídeo que você assistirá agora foi gravado por Alencar Alves Cipriano, um pastor itinerante da Igreja Apostólica que foi demitido no mês janeiro deste ano, juntamente com 4 outros pastores, por, supostamente, pregar usando a Bíblia (o que é proibido na Igreja Apostólica, onde os pastores só podem pregar usando o Boletim Interno escrito pelos corruptos da Sede) e também por vender produto de pirâmide financeira aos fiéis apostólicos do interior (algo que causou enorme prejuízo a vários fiéis quando a pirâmide foi bloqueada pelo governo).

Uma semana depois da demissão dos 5 pastores, foram todos recontratados após uma rebelião generalizada de pastores do interior e muitas ameaças, de alguns, de contarem a verdade sobre Aldo Bertoni para o povo. Em breve contaremos essa história com muitos detalhes.

Em um breve desabafo, para tentar justificar seus supostos deslizes, Alencar conta que Aldo Bertoni por muitas vezes também agiu fora da lei. Aqui o pastor diz que Aldo usava “brechas da lei”, o que é uma grande mentira, pois seu relato mostra que o falso profeta da Igreja Apostólica burlava a lei mesmo.

Levantando o assunto junto a pessoas que participaram da obra citada por Alencar, descobrimos que na verdade os fiscais não deixaram barato a desobediência promovida por Aldo Bertoni, para realizar a construção irregular. Para se livrar dos fiscais, o corrupto e falso Aldo pagou propina a eles. Tudo com a nossa oferta, claro. Segundo nossas testemunhas, Carlos Alberto Trevisan, o atual Conselheiro Contábil da igreja, também é testemunha disso. É claro que ele não vai confessar isso para você, se for lá perguntar.

Pastor Alencar, não pense que Aldo Bertoni não era “rígido” por ser bonzinho. Era “flexível” porque ele próprio sempre cometeu vários crimes e ilegalidades. Quando descoberto, sempre pagou propina para se livrar de fiscalizações e multas.

Você, apostólico que nos lê, ouça e reflita: é esse o exemplo que você quer que seus filhos aprendam? Você acha que quem burla as leis do país, respeita alguma lei de Deus?

Pense nisso, caro irmão.

Fiquemos todos com Deus.

*

* * *

ATENÇÃO: Neste Blog não praticamos nenhum tipo de intolerância religiosa. Falamos, como ex-vítimas da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, de fatos que ocorrem e podem ser devidamente comprovados. Nos reservamos ao anonimato devido às constantes ameaças – inclusive de morte – recebidas de comparsas do criminoso Aldo Bertoni. Este site está completamente de acordo com a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos da América, país onde encontra-se hospedado.