Tag Archives: Velório Aldo Bertoni

Mentes Doentias ou Amarração Espiritual?

6 maio

Velório Aldo Bertoni

Apostólicos no dia do sepultamento do bandido Aldo Bertoni. O que os faz tão cegos?

* * *

Esta é uma pergunta recorrente quando ex-apostólicos se encontram. O que faz com que tantos irmãos apostólicos ignorem completamente a realidade para viverem a fantasia instalada em suas mentes? O que os deixa tão fechados para a realidade e tão obcecados em seus delírios fanáticos?

Essas são perguntas difíceis de responder até por nós mesmos, que já fomos como eles. Numa leitura apressada da situação, somos tentados a botar a culpa desse fanatismo à falta de cultura geral do povo apostólico. A maior parte do povo, especialmente no interior, possuem escolaridade baixa e formação cultural próxima a zero, principalmente por conta das amarras da disciplina inventada por Aldo Bertoni. Somente nos últimos anos, graças à melhoria das condições econômicas para as classes menos abastadas, centenas de filhos de apostólicos passaram a ter acesso à faculdade.

Mas temos tido provas de que estudo não é tudo. Muitos apostólicos tidos como inteligentes, que vemos como capazes de entender a realidade, com condições financeiras para empreender uma investigação sobre tudo o que temos denunciado a respeito da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, ainda continuam ostentando um fanatismo absurdo.

Parte desse fanatismo doentio pôde ser visto há exatos dois anos, enquanto Aldo Bertoni ainda era velado na sede da Igreja Apostólica. Você se lembra?

Apostólicos de todos os cantos do país passaram a ver “sinais”. O seu desespero por verem as profecias do Aldo Bertoni eram tão grandes, que procuravam qualquer sinal que reafirmasse, em suas mentes, aquilo que haviam aprendido por todas as suas vidas na Igreja Apostólica.

Começaram a ver “rios de sangue”, “mar de sangue”, “luas de sangue”. Um postava isso nas redes sociais, e centenas de outros imediatamente curtiam e comentavam, considerando aquilo um sinal miraculoso.

*

Mentiras Apostolicas

Clique na imagem para ampliá-la

*

Mas os tais “sinais” não resistiam à primeira análise. O tal “rio de sangue”, não passava de um córrego na cidade de Bauru que havia sido inundado pelo vazamento criminoso de uma substância de uma fábrica de doces da cidade. O tal “mar de sangue”, era na verdade uma notícia de 2012, de um fenômeno na China causado por um tipo de alga existente naquela região. A tal “lua de sangue”, era um tipo de eclipse lunar chamado “Tétrade”, cujo fenômeno ocorreu por diversas vezes entre os anos de 2014 e 2015.

*

Mentiras Apostolicas

Mentiras Apostólicas

Vejam que a notícia do “mar de sangue” era de 2012, dois anos antes de Aldo Bertoni morrer

*

Relembre esse caso clicando nos links abaixo:

Mentiras Apostólicas – 07/05/2014

Fanatismo ou Má Fé? – 13/05/2014

Então, como justificar tal comportamento dos nossos irmãos apostólicos?

Cremos se tratar de algum tipo de amarração ou opressão espiritual. Não é novidade para ninguém que conheceu Aldo Bertoni, que o falso santo tinha crenças pagãs, em orixás e entidades de religiões de origem africana. Foi dessa sua crença, que inventou a história do fantasma de sua tia Rosa lhe aparecer. Também não é mais segredo que Aldo Bertoni enviava todos os pedidos de oração dos apostólicos à sua Mãe de Santo, com quem ele chegou a brigar em 2003. Seu sobrinho, Hélio Viana da Rocha, que era o todo poderoso gerentão da Igreja Apostólica enquanto Aldo estava vivo, possui crenças semelhantes às do seu tio, que você pode conferir clicando AQUI.

Portanto, caros irmãos e amigos, a nós só resta continuar orando a Deus pela libertação de nossos pobres e dominados irmãos apostólicos, que neste momento se reúnem na sede da Igreja Apostólica para prestar homenagem e adoração a um bandido, um criminoso morto há exatos 2 anos.

Fiquemos todos com Deus.

ATENÇÃO: Neste Blog não praticamos nenhum tipo de intolerância religiosa. Falamos, como ex-vítimas da quadrilha criminosa do Aldo Bertoni, de fatos que ocorrem e podem ser devidamente provados. Nos reservamos ao anonimato devido às constantes ameaças – inclusive de morte – recebidas de comparsas do criminoso Aldo Bertoni. Este site está completamente de acordo com a Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos da América, país onde encontra-se hospedado.